Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tenente investigado por manter contato com facção criminosa é promovido a capitão da PM

Publicado

em

Aline Nascimento

O tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Josemar Farias, investigado desde 2018 por manter contatos com uma facção criminosa do Acre, foi promovido ao cargo de capitão da Polícia Militar (PM-AC). A portaria de promoção dele e outros quatro tenentes foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE).

“Promover pelo critério de antiguidade ao Posto de Capitão do Quadro de Oficiais de Administração da Polícia Militar – QOAPM, os 1º tenentes relacionados”, diz parte do decreto assinado pelo governador Gladson Cameli.

A assessoria de comunicação da PM afirmou que as promoções de militares que estão respondendo processos judiciais é amparada pela Lei da Presunção da Inocência, também conhecida por Lei Sub Judice, de dezembro de 2020.

O advogado do militar, Mário Rosas, confirmou à reportagem que Farias segue trabalhando no setor administrativo do Batalhão de Policiamento Ambiental. Segundo ele, mesmo com a promoção, ele não pode exercer atividade externa no batalhão.

“A promoção dele foi conquistada ao longo da carreira militar que teve, do policial exemplar que ele é, das apreensões e ações. Continua com os serviços administrativos no batalhão, não trabalha nas ações ostensivas. A defesa reitera a inocência do capitão Farias, apresentamos as respostas necessárias às acusações no processo da 3ª Vara Criminal, levando a verdade aos autos, com testemunhas idôneas e provas incontestáveis”, complementou.

Processos

Farias foi preso no dia 27 de dezembro de 2018 na Operação Sicário, suspeito de manter contato com membros de facções criminosas. O militar ficou quase dez meses no Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre (BPM). Após ser solto, ele virou subcomandante do batalhão.

O tenente teve a liberdade concedida no dia 25 de outubro de 2020. Mas, seguindo recomendação do juiz da Vara Militar, ele voltou ao Batalhão Ambiental menos de 24h após ser solto. Dias depois, o mesmo juiz decidiu não aceitar a denúncia contra o tenente, revogou a prisão e ele foi solto.

Na primeira decisão de soltura de Farias, a Justiça determinou que ele teria que seguir algumas medidas cautelares. Entre elas, estava proibido de se ausentar da comarca por mais de oito dias sem autorização da justiça; não pode se comunicar com as testemunhas e também fica proibido de exercer atividade policial de forma ostensiva.

Em novembro de 2020, Farias foi denunciado pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) à Justiça Militar pelos crimes de peculato, corrupção passiva e prevaricação. A denúncia foi recebida pela 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. O outro processo, por promoção a organização criminosa, segue aguardando o julgamento na 3ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

Divisão dos crimes

Em agosto de 2019, a Justiça do Acre definiu que o caso do tenente ficaria sob a competência da 3ª Vara Criminal e da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. A decisão foi da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC).

O tenente é denunciado pelos crimes de peculato, prevaricação, organização criminosa e corrupção passiva.

Os crimes que devem ser julgados pela Justiça Militar são: peculato, corrupção passiva e prevaricação. Já o crime de promoção de organização criminosa ficou na competência da 3ª Vara Criminal.

Operação Sicário

A Operação Sicário, deflagrada no dia 27 de dezembro de 2018, prendeu 18 pessoas, sendo 12 em Rio Branco e seis nas cidades de Acrelândia, Plácido de Castro e Cruzeiro do Sul. Durante a ação, a Polícia Civil também apreendeu livros de contabilidade que eram usados por uma organização criminosa, além de armas e drogas.

Ao todo, a operação cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e 23 de prisão contra membros de facções criminosas. O foco da operação é o combate de facções criminosas para coibir crimes praticados pelo grupo como o tráfico de drogas, execuções e até crimes contra a própria administração pública como corrupção.

As investigações levaram sete meses e contaram com o apoio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Acre (MP-AC).

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Madrugada violenta: Três homicídios e uma tentativa são registrados neste domingo

Publicado

em

Por

A madrugada de domingo, 20, foi marcada pela intensa violência na área rural de Rio Branco. Em menos de seis horas foram registrados um duplo homicídio, um assassinato e uma tentativa de homicídio.

No Ramal Goiabal, localizado no km 36 da Estrada Transacreana os colonos Jorge Luíz Freitas dos Santos de 24 anos e Antônio José Lopes da Silva de 26 anos foram executados a tiros.

De acordo com informações bandidos invadiram a casa das vítimas e, sem dar qualquer chance de defesa, fizeram uma sequência de tiros.

A ambulância do Samu ainda chegou a ser acionada, mas os colonos já estavam mortos.

No conjunto Manoel Julião o jovem Samuel Lucas dos Santos foi baleado. A tentativa de homicídio ocorreu na madrugada em frente a uma praça. Os autores do crime, segundo testemunhas, estavam em carro Fox de Cor Vermelho.

O terceiro assassinato foi registrado por volta das 5 da manhã deste domingo. José Luiz Cerqueira de Lima foi morto com várias facadas.

Segundo a polícia ele estava ingerindo bebida alcoólica com outras pessoas, quando ouve um desentendimento e acabou sendo esfaqueado várias vezes.

Os casos serão investigados na Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Continuar lendo

ACRE

Em Rio Branco, Bombeiros Militares do 2° Batalhão resgatam bezerro que caiu em poço

Publicado

em

Por

Por volta das 15 horas de sábado, 19, a equipe de salvamento do 2° Batalhão foi acionada para resgatar um animal que havia caído em um poço, no ramal do Moreira, km 2, bairro Santa Maria.

Ao chegar no local, os bombeiros militares identificaram que um bezerro havia caído em um poço de aproximadamente 2 metros e meio de profundidade.

Para a retirada do animal, foi utilizado o sistema de multiplicação de forças 4×1, que serve para dividir o peso do animal, que tinha cerca de 200 kg, facilitando a puxada.

Após cerca de 50 minutos de operação, o animal foi retirado com vida e entregue aos cuidados do proprietário que estava no local.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

ACRE

Em Cruzeiro do Sul, Gladson assina ordem de serviço para reforma e ampliação do Centro Integrado de Meio Ambiente

Publicado

em

Por

Agência AC

Em mais uma ação alusiva ao Mês do Meio Ambiente, o governador Gladson Cameli autorizou a reforma e ampliação do Centro Integrado de Meio Ambiente (Cima) de Cruzeiro do Sul. A solenidade de assinatura da ordem de serviço ocorreu nesta sexta-feira, 18. O modelo de gestão implantado é inédito no Acre e fortalece ainda mais as políticas públicas na área do desenvolvimento sustentável.

Com investimento proveniente da fase II do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre (PDSA), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a atual sede do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), localizada na região central da cidade, será completamente modernizada para receber a nova estrutura. O valor da obra é de R$ 992,1 mil.

Com o Cima, a maioria dos serviços realizados somente em Rio Branco serão descentralizados e oferecidos em Cruzeiro do Sul, beneficiando todos os municípios do Vale do Juruá. Desta forma, o governo facilita a vida da população e contribui com o progresso econômico da segunda região mais habitada do estado.

“O que mais eu peço para a minha equipe é que não atrapalhe a vida das pessoas. O lema do nosso governo é desburocratizar e esse Centro Integrado é mais uma prova disso. Além, vamos ganhar agilidade e trazer economia para aqueles que procuram os serviços do Estado. Muito em breve, estaremos inaugurando essa obra”, afirmou o governador Gladson Cameli durante o evento.

Expectativa é que o Centro Integrado esteja em funcionamento a partir de outubro Foto: Diego Gurgel/Secom

A partir de outubro, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e Instituto de Terras do Acre (Iteracre) estarão reunidos no mesmo espaço do Centro Integrado. De acordo com Israel Milani, este era um anseio antigo da população e que será realidade na gestão de Gladson Cameli.

“O governador nos deu a missão de destravar as políticas ambientais do nosso estado e é isso que estamos fazendo dentro da legalidade. Com esse Centro Integrado, o morador da zona rural terá acesso a emissão de licenciamentos ambientais, regularização fundiária, autorga de água, Cadastro Ambiental Rural e Programa de Regularização Ambiental, entre outros serviços que ele não conseguia fazer aqui no Juruá”, explicou o titular da pasta do Meio Ambiente.

Secretário Israel Milani afirmou que a instalação do Centro Integrado é um anseio antigo da população do Juruá Foto: Diego Gurgel/Secom

O lançamento da obra contou com a presença do presidente do Imac, André Hassem; do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista; do subcomandante da Polícia Militar, coronel Luciano Dias; e do primeiro secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luiz Gonzaga.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas