Connect with us

SAÚDE

Acre registra mais 6 mortes por Covid-19; Mulher de 38 anos está entre as vitimas

Publicado

em

Por Agência AC

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), registra 237 casos de infecção por coronavírus nesta quinta-feira, 13, sendo 143 casos confirmados por exames RT-PCR e 94 por testes rápidos. O número de infectados saltou de 79.718 para 79.955 nas últimas 24 horas.

Até o momento, o Acre registra 211.137 notificações de contaminação pela doença, sendo que 131.037 casos foram descartados e 145 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 72.805 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 179 pessoas seguem internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Mais 6 notificações de óbitos foram registradas nesta quinta-feira, 13 de maio, sendo 3 do sexo feminino e 3 do sexo masculino, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.607 em todo o estado.

Óbitos do sexo masculino:

Morador de Rio Branco, A. A. C., de 72 anos, deu entrada no dia 14 de abril, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a óbito no dia 12 de maio.

Morador de Rio Branco, F. B. C., de 65 anos, deu entrada no dia 18 de abril, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a óbito no dia 11 de maio.

Morador de Porto Acre, A. I. S., de 41 anos, deu entrada no dia 12 de abril, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a óbito no dia 13 de maio.

Óbitos do sexo feminino:

Moradora de Capixaba, G. K. A. F. G., de 38 anos, deu entrada no dia 21 de abril, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a óbito no dia 12 de maio.

Moradora de Porto Acre, M. D. D., de 59 anos, deu entrada no dia 6 de maio, no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB), vindo a óbito no dia 12 de maio.

Moradora de Acrelândia, T. N. P., de 45 anos, deu entrada no dia 1° de abril, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), vindo a óbito no dia 13 de maio.

Sobre os casos de Covid-19 no estado, acesse:

BOLETIM_AC_COVID_13-05-2021

Sobre a ocupação de leitos no estado, acesse:

http://covid19.ac.gov.br/monitoramento/leitos
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SAÚDE

Empresário acreano muda de vida ao encontrar a cura nas plantas e abre loja para comercializar fitoterápicos e ajudar outras pessoas

Publicado

em

Por

O empresário Weuder Henrique Jucá da Silva, de 51anos, nem conseguia mais dormir, tampouco fazer a atividade com a qual mais se deleita, jogar futebol. Era dor para todo lado no corpo e, claro, total indisposição. Foi aí que apareceu na vida dele a fitoterapia, o tratamento com ervas. “Um achado que mudou minha vida”, disse ele ao AcreNews, para sintetizar o momento em que vive, depois de secar a gordura do fígado, emagrecer e até mudar de atividade, ao trocar o restaurante que tocava por uma loja na qual comercializa essas plantas que curam.

Weuder Jucá, ou Santos, como é mais conhecido entre os amigos de entretenimento, chegou aos 50 anos como maioria dos homens, sentindo o peso da idade em decorrência de inconvenientes ocasionados pela má alimentação. A possibilidade de entrar para a terceira idade doente apavorou o Jucá, até um amigo lhe apresentar a cura pelas plantas. “Foi aí que mudei meu estilo de vida e ganhei muita saúde, porque as plantas oferecem cura até para a alma. Algumas delas são tão poderosas que elevam nossa autoestima”, explica.

Tudo começou após o Weuder ser diagnosticado com Covid

O próprio Weuder Jucá contou a reportagem do AcreNews como achou as plantas para mudar sua história. “Eu tive Covid logo no início da pandemia e o primeiro médico disse que eu tava com dengue. Três dias depois eu fui em outro médico e este constatou que eu tava com Covid. Daí ele me encaminhou para Upa, porque meu caso era de internação. Na Upa o primeiro médico disse que eu tava com dengue e aí passou uns antibióticos. Piorou pra mim. Até que o segundo médico descobriu que eu tava com Covid e também passou alguns antibióticos também. Então eu tava tomando vários antibióticos para a mesma coisa e isso me preocupou muito. Fiquei mal. Por isso fui pesquisar, fui estudar para tratar meu fígado, os rins, por conta dessa bomba de antibióticos. Fui me aprofundando no assunto e aí fiz um curso pela USP de São Paulo, de fitoterapia, fiz um outro, pela faculdade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, depois fiz uma mentoria no Rio de Janeiro com a doutora Jane Nogueira, também nessa área de plantas medicinais. Por fim fiz um curso de terapeuta fitoterápico. Entoa abri a loja para mostrar as pessoas os benefícios da planta medicinal na minha vida, na vida dos meus familiares, dos meus amigos mais próximos. Eu pude indicar as plantas em algumas situações e realmente ver o resultado bastante satisfatório, como é o caso de pessoas que jogam bola comigo e que não estavam mais conseguindo, por conta de dores reumáticas, artrite, artrose. Eu mesmo preparei uma tintura de sucupira e passei para eles. Todos eles ficaram muito bem, como eu fiquei. Eles e eu voltamos a jogar bola e a loja tá aberta agora com uma variedade muito grande, não só de chás de ervas medicinais na sua forma natural, como também cápsulas em tinturas, com suplementação, porque o alimento é o nosso remédio. Então eu tenho aqui vários alimentos em cápsulas e minerais também temos aqui uma grande variedade”, contou.

ENDEREÇO DA CURA

A loja do Weuder Jucá foi aberta na rua Isaura, 152, Bosque. O contato direto com o fitoterapeuta é pelo telefone 68 99229 6860.

O QUE É FITOTERAPIA?

Fitoterapia é uma técnica que estuda as funções terapêuticas das plantas e vegetais para prevenção e tratamento de doenças. Médicos, nutricionistas, farmacêuticos, fisioterapeutas e outros profissionais são capacitados para indicar fitoterápicos aos seus pacientes, com o objetivo de melhorar o organismo, ajudar no combate de doenças e atuar na prevenção de problemas de saúde.

Origem

O termo tem origem grega: “phyton”, que significa “vegetal”, e “therapeia”, que remete a “tratamento”. Desta forma, a técnica tem como base uma cultura milenar de uso das plantas para cuidar da saúde.

Vale destacar que a fitoterapia é somada a estudos e análises no campo científico continuamente. Neste contexto, as pesquisas avaliam a atuação química, toxicológica e farmacológica das plantas medicinais e dos princípios ativos.

Como funciona a fitoterapia?

As plantas produzem naturalmente substâncias para o seu próprio desenvolvimento. Seja para o crescimento, a reprodução, para a defesa de adversidades ambientais ou para a sua formação, elas acabam produzindo compostos ativos que apresentam importantes efeitos terapêuticos para o corpo humano.

Quando os benefícios relacionados a essas substâncias são evidenciados, elas podem ser utilizadas em medicamentos fitoterápicos, manipulados ou industrializados. Ainda há opções com a planta in natura, como os chás.

É importante ressaltar que os compostos bioativos das plantas passam por um processo de ensaios, análises e acompanhamento das instituições públicas de saúde para garantir o uso adequado e seguro.

Quais são os benefícios da fitoterapia?

Além da positiva atuação nos tratamentos de saúde, a fitoterapia apresenta outros benefícios, como a composição natural, a biodiversidade disponível e menos efeitos colaterais. Acompanhe a seguir mais detalhes de cada um deles.

Composição

A fitoterapia conta exclusivamente com substâncias de origem vegetal para a composição de medicamentos fitoterápicos, sem componentes sintéticos.

Biodiversidade

As inúmeras espécies de plantas e alimentos de origem vegetal abrem possibilidades para a descoberta de novos ativos e soluções fitoterápicas. Especificamente, o Brasil apresenta uma grande diversidade de vegetais, o que pode fomentar o desenvolvimento da técnica e mais opções serem disponibilizadas.

Efeitos colaterais

O fato de um medicamento ser natural não quer dizer que não apresenta efeitos colaterais ou contraindicações! Por isso, o acompanhamento do profissional da saúde é recomendado.

Além de saber o que é fitoterapia, é importante conhecer substâncias que produzem os efeitos da técnica. Dentre elas, os fitoquímicos são importantes ativos para a proteção da planta e de alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras, grãos e algas.

Confira como os fitoquímicos podem também proteger o corpo humano.

Continue lendo

SAÚDE

Comitê da Covid mantém bandeira verde para todo o Acre em nota de classificação

Publicado

em

Por

As três regionais de saúde do Estado, Alto Acre, Baixo Acre e Purus, e Juruá/Tarauacá-Envira, de acordo com o cenário epidemiológico e assistencial, classificam-se em Nível de Cuidado (bandeira verde), permanecendo, portanto, todas as medidas já em vigor desde a classificação anterior, quais sejam: funcionamento dos setores e atividades comerciais e sociais com lotação de 80% da capacidade de público;

Mesmo com a manutenção das Regionais de Saúde em Nível de Cuidado (Bandeira Verde) observa-se um aumento importante no indicador de Notificações por Síndrome Gripal no âmbito do Estado do Acre, motivo pelo qual este Comitê recomenda fortemente a manutenção das medidas sanitárias já implementadas até o momento e propagadas pelas autoridades de saúde, a fim de se manter o cenário epidemiológico e assistencial estável.

Por fim, reafirma-se o compromisso e engajamento deste órgão colegiado em fazer cumprir seu papel no enfretamento ao SARS-CoV-2, na certeza de que todos os esforços empregados reverter-se-ão em conscientização de que as medidas de higiene sanitária e vacinação são os grandes aliados no combate à Pandemia da Covid-19.

Atenciosamente,

Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 (CAECOVID)
Grupo de Apoio ao Pacto Acre Sem Covid (GAPASC)

Continue lendo

SAÚDE

Em uma semana, nova gestão realiza mais de 90 cirurgias ortopédicas no PS

Empresa se dispôs a assumir a unidade do Pronto Socorro de Rio Branco antes do prazo determinado em contrato

Publicado

em

Por

Quem passa pelo Pronto Socorro de Rio Branco hoje não irá reconhecer o cenário de caos flagrado na unidade no início do mês de novembro. As longas filas na ala de ortopedia, que se formaram após a antiga empresa responsável pela unidade encerrar o atendimento aos pacientes, foi praticamente zerada e o atendimento segue normalizado. Atualmente, mais de vinte ortopedistas atuam no local.

A nova contratada para gerir o setor no Pronto Socorro, a Medtrauma Centro Especializado em Ortopedia, interveio antes do período determinado pelo contrato firmado com a Secretaria de Estado de Saúde do Acre, para auxiliar os pacientes que estavam aguardando por atendimento médico. Em uma semana, foram realizados cerca de noventa e três procedimentos cirúrgicos, além de 430 visitas médicas e 57 atendimentos ambulatoriais destinados aos pacientes do pós-operatório.

O coordenador da empresa, Dr. Régis Castro, pontua que quando a equipe médica assumiu a unidade, na quinta-feira (11), o cenário era preocupante. “Não cabe a nós discutir o que houve com a antiga contratada, mas nos dispusemos a auxiliar, pois sabemos que a população não pode esperar. Desde então, temos trabalhado focados e conseguimos colocar em pouco tempo, os atendimentos em dia”, pontua.

Ainda de acordo com o coordenador, quando a Medtrauma chegou à unidade, quase noventa pessoas aguardavam internadas para serem operadas. É nesse cenário que o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindimed – AC) interveio e protocolou uma denúncia relatando que a antiga gestora, suspendeu os atendimentos e chegou a retirar os equipamentos e materiais cirúrgicos do local, provocando reclamações.

“Quanto entramos aqui, o cenário era de terra arrasada. Eram pessoas com fraturas, amputações e outros traumas necessitando urgentemente de amparo. Trouxemos imediatamente nosso corpo médico e toda nossa expertise na prestação de assistência complementar à saúde e em tempo recorde estruturamos toda a equipe de enfermagem de instrumentação cirúrgica e apoio administrativo”, reforça o coordenador. Somente nas primeiras 24 horas de atendimento, foram realizados treze procedimentos cirúrgicos, trinta e oito consultas ambulatoriais e 100 atendimentos na porta de entrada da urgência e emergência.

O Conselho Regional de Medicina (CRM) do Acre já realizou vistorias no Pronto Socorro e conversou com médicos, enfermeiros e chefes de setores para constatar a atuação. “O CRM tem acompanhado de perto esse momento de transição para assegurar que os pacientes sejam atendidos da melhor forma possível”, declarou a presidente da entidade, Dra. Leude Dávalos.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia