Connect with us

ACRE

Como um homem de 22 anos, vendedor de quinquilharias, está conseguindo mudar a história de crianças no subúrbio de Rio Branco, onde todo mundo acha que reinam as facções

Avatar

Publicado

em

Por Evandro Cordeiro

A capital do Acre, Rio Branco, tem 212 bairros, maioria absoluta habitados por famílias de baixa renda. Em alguns deles a pobreza predomina abaixo da linha de miséria. Nos últimos 20, 30 anos os governos não investiram praticamente nada nesse subúrbio imenso, uma boa parte resultado de invasões. Os indicadores sociais são cruéis nessas regiões. Com isso, os filhos desse bolsão, quase indigentes, acabam virando estatísticas. Alguns que não morrem de fome são exterminados pela violência, depois de se alistarem no crime. Ou seja: os números são desalentadores e um desestímulo à vida. Tem gente que nem sonha mais. A sorte é a existência de alguns abnegados, que acendem feixes de luz em lugares tão escuros.

Lucas Bonnatchelly é esse garotão em pé, o primeiro da esquerda para a direita; queríamos mais fotos dele, mas preferiu aparecer junto com todo mundo

O Acrenews achou um desses sujeitos que não param de sonhar, independentemente do tamanho da adversidade: o Lucas Bonnatchelly Pinheiro Almeida, um “senhor” de 22 anos, casado há sete. Isso mesmo. Ele casou aos 15 anos de idade e toma de conta de sua família com a dificuldade peculiar de quem sobrevive como autônomo. O Lucas vende quinquilharias, lucra pouco, mas desse pouco empresta para a vizinhança de sua comunidade, a do bairro Rosalinda, no segundo distrito da capital, mais precisamente às margens da BR-364, sentido Porto Velho, também conhecido pela violência.

Com seus 1,85m de altura e 155kg de muita gentileza, o “Luquinha”, ou “Lucão”, se for considerar o tamanho do homem, e como ele é distinguido carinhosamente naquela região, pode não mudar o mundo, mas pelo menos deixa acesa uma fagulha de esperança. Ao reparar as necessidades dos vizinhos, ele pensou no futuro daquele povo. Criou uma escolinha de futebol, mesmo não tendo sido jogador, nem sendo um craque da bola.

Lucas chegou no Rosalinda em outubro do ano passado em meio a pandemia do coronavírus. Ele e a esposa trocaram o conjunto Universitário, na saída da capital para Cruzeiro do Sul, pela saída da cidade rumo ao Estado de Rondônia. “Onde eu chego a criançada faz logo amizade comigo e aqui não foi diferente. Cheguei, fiz amizade com todos, e com dois adultos, chamados Geovani e Sabá.  Disse a eles que queira ajudar aquele monte de menino que vi soltando profeta pelas ruas do bairro. Saiu a ideia da escolinha. Deu certo, graças a Deus”, conta.

O projeto do Lucas deu certo mesmo, porque no primeiro dia de “aula” se alistaram 27 crianças. Seis meses depois eles somam 41 alunos. Os dias de treino são quinta, sábado e domingo. Antes de entrar em campo, um desses de chão de barro comuns das periferias, a meninada primeiro toma café da manhã. O pão, café, leite e manteiga o Lucas Bonnatchelly consegue no dia anterior. “Quando não tenho dinheiro eu peço”, diz ele, bem objetivo. Alguns comerciantes do bairro fazem questão de ajudar, segundo o “professor” Bonnatchelly. “Dia de sábado tem um comerciante que doa as frutas para o café”, conta.

O trabalho do Lucas e dos parceiros Geovani e Sabá é tão promissor que começa a alcançar até as meninas do bairro. Clientes da esposa do Lucas doaram bolas de vôlei para o projeto delas. A esposa de Lucas, a Isabela Carolina, junto com outro parceiro, Elvandio Venâncio, são responsáveis para buscar patrocínio para os sacolões, outra iniciativa social deles. De vez em quando as famílias em situação mais vulnerável são abençoadas por uma feira.

LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA EM CAMPO

A ideia do Lucas reacendeu a esperança de gente sem perspectiva e começa a materializar sonhos. Algumas famílias estão entusiasmadas com a ideia de ver os filhos dentro daquele campo de barro, driblando a fome e o crime. O coordenador do projeto, mesmo com pouca instrução do ponto de vista da educação física, da didática, faz o que pode, utilizando boa vontade. Dividiu a garotada por idade. Tem o time dos meninos de 5 a 12 anos, e dos 12 até os 18. Está dando super certo, segundo o empolgado Lucas.

Na hora certa, diz ele, chega todo mundo. Essa hora é às 7 da manhã. Depois do café, bola e sonho. A vestimenta para os treinos é um surrado material que o Lucas comprou há cinco meses, mas ninguém se incomoda com isso. O sonho fica bem acima de um colete surrado. “A coisa está tão legal que mais pessoas do bairro estão ajudando a gente. Muitos voluntários”, conta o Lucas.

O objetivo do Lucas e seus amigos é ousado. Ele pensa em trocar a fama do bairro, de violento, para um bairro conquistador de medalhas no esporte. Para isso conta com a solidariedade. Disse que não tem vergonha de pedir porque o que está em jogo é, no fundo, a vida de maioria daqueles meninos, que depois da linha divisória do campo só a sorte ou um propósito de Deus pode os salvar. “Peço mesmo. Peco pelas nossas crianças porque evito, assim, que estas entrem nas drogas, principalmente nessa época de pandemia, quando ninguém tem para onde ir, ficando ainda mais vulnerável”, diz.

O KIT DE NECESSIDADE DOS MENINOS DO ROSALINDA

O Lucas fez uma lista dos itens de primeira necessidade para tocar a escolinha do Rosalinda e ajudar Governo e Prefeitura a evitar a entrada de muitos daqueles meninos no crime.

VEJA

Bolas de futebol

Coletes

Bolas de vôlei

Rede de vôlei

Cones para os treinos

Pratos de plástico

Luvas para goleiro

Sacolões

Chuteiras com números entre 35 a 42

COMO AJUDAR O LUCAS

Caso a história do Lucas com a comunidade Rosalinda tenha tocado o coração de alguém, o contato dele é o (68) 98110-5768.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Militares do CBMAC desenvolvem protótipo para salvamento e combate a princípio de incêndio

Avatar

Publicado

em

Por

Por Ascom/CBMAC

Na manhã desta quarta-feira, 12, ocorreu a apresentação oficial do Projeto de “COBERTURA MODULAR PARA CAÇAMBA DE VEÍCULO DE SALVAMENTO” ao Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Acre, Coronel Carlos Batista. O evento aconteceu no 2º Batalhão, em Rio Branco.

Comandante-Geral Coronel Batista juntamente com os idealizadores do projeto, Cabo Borges, Tenente Ruana e Tenente Josadac. Foto: Ascom/CBMAC

O projeto foi idealizado e patenteado por três  bombeiros militares, Tenente Josadac Cavalcante, Tenente Ruana Casas e Cabo Borges, e tem como objetivos:

– Possibilitar o acondicionamento ordenado e em módulos específicos para os equipamentos, permitir a organização dos mesmos segundo a funcionalidade e necessidade de uso e proteger das intempéries climáticas, portanto aumentando sua vida útil;

–  Facilitar a conferência dos materiais nas passagens de serviço – os equipamentos e dispositivos podem ser testados e manuseados sem precisar retirá-los da viatura, graças a grade deslizante e o teto intermediário corrediço;

– Reduzir o tempo de resposta, já que oferece a estrutura necessária, no tocante a distribuição dos equipamentos em módulos específicos, o que facilita o acesso e a retirada para utilização dos mesmos;

– Transportar prancha rígida, abafador, cambão e materiais maiores, uma vez que o teto intermediário corrediço aumenta o comprimento desta superfície, permitindo a acomodação desses dispositivos;

– A cobertura propõe o combate a incêndio ou princípio de incêndio graças ao tanque com agente extintor (água e LGE);

Apresentação da nova viatura ao Comandante-Geral, Coronel Batista. Foto: Ascom/CBMAC.

De acordo com o Tenente Josadac, “o projeto surgiu no início de 2019, com o objetivo principal proteger os nossos equipamentos, que ficavam expostos às intempéries do tempo, na carroceria  da caminhonete,  e aliado a isso, conseguir criar mais espaço na viatura. Parte do planejamento durou cerca de um ano e execução, um ano e dois meses. Hoje, estamos finalizando, e temos uma viatura que consegue acessar os locais em que o caminhão de incêndio não entra, transportando todos os nossos equipamentos, além de levar os equipamentos de proteção individual do combatente” – declarou o oficial.

Nova viatura de Salvamento e Combate a Princípio de incêndio. Foto: Ascom/CBMAC.

O Comandante-Geral do CBMAC, Coronel  Batista afirma que o “Governo do Estado sempre tem buscado atender da melhor forma nossa corporação e uma demonstração disso é o comprometimento e dedicação de nossa tropa. Esse é um momento ímpar na  nossa corporação, gostaria de agradecer imensamente aos idealizadores do projeto, Tenente Josadac, Tenente Ruana e Cabo Borges, pela comprometimento e dedicação de cada militar com a instituição. É algo que a corporação vai tentar fazer aquisições para as demais unidades operacionais” – pontuou.

O CBMAC pretende estender para todos os batalhões da capital e interior a aquisição da nova Viatura e assim igualar o nível de atendimento às nossas ocorrências com maior rapidez e eficácia.

Foto: Ascom/CBMAC.

Continuar lendo

ACRE

HAJA TACACÁ! 18°C: SIPAM e Friale preveem mais um evento de friagem no Acre

Avatar

Publicado

em

Por

Da redação do Acre News/ Foto: Reprodução

Os meteorologistas do Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM) e o pesquisador Davi Friale, por meio do seu portal O Tempo Aqui, preveem mais uma passagem da frente fria pelo Acre. De acordo com as previsões, a temperatura deve despencar nas próximas horas. Esta é a 13ª que o fenômeno atinge o Acre, neste ano.

“Desta vez, deverá provocar uma fraca friagem, com temperaturas amenas, apenas, no leste e no sul do estado, devido à incursão de uma massa de ar polar. Os ventos da direção sudeste ficam intensos, com fortes rajadas, principalmente a partir do fim da tarde desta quarta-feira e durante a quinta-feira, deixando o tempo com muitas nuvens e temperatura agradável em Rio Branco, Sena Madureira, Brasileia e demais municípios do leste e do sul do Acre, com mínimas, ao amanhecer, entre 18 e 20ºC, entre quinta-feira e domingo próximos”, prevê Friale.

Segundo o pesquisador, “nesta quinta-feira, a maior temperatura diurna, na capital acreana, deverá ficar abaixo de 25ºC. No vale do Juruá e na região de Tarauacá, as chuvas poderão ser fortes e acompanhadas de raios, tanto nesta quarta-feira, como na manhã de quinta-feira. Em Cruzeiro do Sul, a temperatura máxima, na quinta-feira, deverá ficar entre 26 e 29ºC e as mínimas, nos dias seguintes, entre 20 e 23ºC”.

O QUE DIZ O SIPAM?

A Divisão de Meteorologia do Sistema de Proteção da Amazônia informa que uma friagem de fraca intensidade chegou ao Acre e deixará o tempo agradável nesta quinta-feira em todo o estado.

“A previsão para este dia é de céu nublado a encoberto com chuva a qualquer hora nas cidades do oeste acreano. Já na capital e nas demais regiões do Acre o dia será de céu nublado a parcialmente nublado, sem previsão de chuva. Esta friagem por ser fraca não provocará frio, mas amenizará ligeiramente o calor ao longo desta quinta-feira”, informou o boletim.

Continuar lendo

ACRE

Investimentos possibilitam ampliar capacitação de jovens internados no Centro Socioeducativo Juruá

Avatar

Publicado

em

Por

Por Agência AC – Foto: Marcos Santos/Secom

O Centro Socioeducativo Juruá vem desenvolvendo um trabalho que visa garantir aos adolescentes internados uma digna reinserção à sociedade. Como é o caso do jovem I.S, 17 anos, que após três meses de internação vive a expectativa de voltar para casa e recomeçar a vida trilhando outros caminhos. “Quero corrigir o meu erro. Vou buscar união com os meus familiares, trabalhar para ajudar meus pais e seguir a minha vida”, relatou.

Além dos projetos Plantando Sonhos e o Som da Liberdade, o centro inaugurou, nesta terça-feira, 11, as salas de biblioteca e de informática, que se mostraram investimentos capazes de ampliar a oferta de conhecimentos aos abrigados.

Autoridades presentes na inauguração dos investimentos feitos no ISE do Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom.

Para executar as missões de ressocializar e socioeducar, o Instituto Socioeducativo do Acre (ISE) recebe toda autonomia da gestão estadual para desenvolver ações que restaurem vidas de menores infratores.

“Depois de implantar um laboratório em Rio Branco, estamos aqui para trazer a boa novidade para a unidade do Juruá. Nós temos oito centros e a nossa ideia é a de que até o final do ano possamos ter esses investimentos em todos eles. Além disso, esclareço que essa ação só foi possível graças à parceria com a Secretaria de Educação, pois, entendemos que a mudança de comportamento que buscamos operar nos internados só virá com a aquisição de conhecimento”, afirmou o presidente do ISE, coronel Mário César Souza de Freitas.

Para o coronel Mário César Freitas “a mudança de comportamento que se busca operar nos internados só virá com a aquisição de conhecimento”. Foto: Marcos Santos/ Secom.

O instituto aposta na ideologia de que o ensino profissionalizante é uma saída viável aos jovens por trazer alternativas de renda quando eles forem libertos do sistema. “Quando vir a liberdade para esses meninos, é de suma importância a parceria da iniciativa privada no sentido de lhes oferecer uma vaga no mercado de trabalho. Por isso, pedimos aos empresários que olhem com carinho para eles no momento da desinternação”, reforça Mário Freitas.

O empresário Willian Pimenta ressalta que a parceria vem fortalecendo o trabalho social realizado pelo centro. “Os adolescentes foram agraciados com um curso de pintura e isso nos mostra que quando fazemos o bem, toda a população sai ganhando. Ao sair às ruas, às vezes, somos parados por pessoas que nos agradecem pelo investimento. É isso que motiva, pois estamos somando na vida dessas pessoas para que tenham um futuro melhor”.

Internados apreciando a cerimônia. Foto: Marcos Santos/ Secom.

O juiz responsável pelo centro, Marlon Machado, acredita que “o sucesso da reinserção parte de iniciativas que agreguem valores  à vida dos reeducandos” e que “utensílios como violões, computadores e livros são de extrema valia para melhorar as condições de reintegração desses jovens à sociedade”.

Outras autoridades locais estavam presentes na solenidade, como a coordenadora do núcleo da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) no Juruá, Ruth Bernadino; o promotor do Meio Ambiente e do Patrimônio Histórico e Cultural, Iverson Bueno; o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima; e demais convidados.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas