Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Advogada que chamou açougueiro de “Neguinho”, deve pagar indenização, decide Justiça

Publicado

em

As provas demonstraram que, em verdade, o funcionário da empresa de fato foi ofendido pela autora, não havendo indícios de qualquer ação que possa ensejar indenização em favor da recorrente
A 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais decidiu, à unanimidade, não dar provimento ao recurso apresentado pela advogada das inicias V. S. condenada a indenizar o açougueiro do supermercado Mercale por ofendê-lo.


A advogada, autora do processo, disse que o funcionário a tratou de forma ríspida e grosseira quando ela pediu para tirar a pele de uma peça de carne, por isso levou sua reclamação à gerência e recebeu uma mensagem do responsável pelo WhatsApp com um pedido de desculpas.


Contudo, reclama de ter sido citada em um Boletim de Ocorrência por injúria racial, em razão disso requereu uma indenização por danos morais, visto que a denúncia desabona sua imagem profissional.
Em audiência, o funcionário contou que a advogada o chamou de “neguinho” e ele solicitou ser chamado pelo nome ou por sua função de açougueiro. Em seguida, segundo os autos, ela repetiu no atendimento: “ei neguinho, é pra fazer do jeito que eu pedi”. Novamente, ele repetiu sobre não ser chamado de “neguinho”, então nesse momento ela se alterou, mas argumentando: “olha aqui a cor da minha pele, eu também sou morena”.


A advogada das inicias V.S pediu que outra pessoa terminasse o atendimento, porque não queria ser mais atendida pelo açougueiro em questão. Uma testemunha confirmou a versão narrada pelo açougueiro.


Primeiramente, a juíza de Direito Luana Campos enfatizou que o fato de o açougueiro ter sido ofendido em razão de sua raça é um incidente gravíssimo e sob nenhuma justificativa a empresa pode obstar que qualquer um de seus colaboradores usufruam de seus direitos legais.
No entendimento da relatora, a situação narrada nos autos foi causada pela própria advogada, por isso a sentença deve ser mantida. Ao invés de ser indenizada, ela deve indenizar o açougueiro em R$ 3.500,00, à título de danos morais.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Brasileiro é espancado na Bolívia e bombeiros do Acre fazem resgate

Publicado

em

Por

Na manhã desta quinta-feira, 20, por volta das 9 horas, a guarnição do Corpo Bombeiros do 5°Batalhão, em Epitaciolândia, foi acionada para fazer o resgate de um cidadão brasileiro que encontrava-se desacordado e com suspeitas de agressão física na cidade de Cobija-Pando.

Foto legenda ; Bombeiros realizam resgate de brasileiro em Cobija

A vítima estava desorientada e com hematomas na face, foi encaminhado ao Pronto Socorro de Brasileia onde recebeu os devidos cuidados. A guarnição teve o Apoio da equipe de Bombeiros de Cobija.

[Ascom CBMAC]

Continue lendo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Boca do Acre perde uma de suas figuras ilustres, seu Varela, de estivador a empresário

Publicado

em

Por

Valeriano Gomes da Silva nasceu no Seringal Valparaiso, no dia 14 de março de 1930, seus pais eram retirantes nordestinos, que fugiram da seca do Nordeste.

Foi um grande batalhador, sendo lavrador, pescador, seringueiro, estivador, e empresário, vindo a se aposentar como Soldado da Borracha por ter participado da Segunda Guerra Mundial.

Seu legado foi de ser um bom homem, brincalhão e humilde. Não sabia ler, nem escrever, mas prezava pela seriedade em seus negócios, mostrando um grande caráter.

Trabalhou muito tempo como Chapa ou Estivador, subindo e descendo cargas para navios, balsas e embarcações que levavam e traziam produtos provenientes de Belém do Pará e da capital Manaus.

Ele era dos últimos estivadores com mais de 90 anos ainda com vida.

E assim foi a vida desde guerreiro, o nosso Valério como era chamado por seus familiares.

Alguns dos apelidos dado a ele, pois era muito brincalhão, todos gostavam dele. Vamos citar alguns: presa de metal, * no toco, rainha da sucata, rei do gado, Zé Bornel, Zé trovão, Zé da bonina, e outros, mais o que mais ele respondia quando mexiam com ele era seu corno.

Fica a saudade de um guerreiro dedicado a família e a sua cidade.

Continue lendo

ACRE

Rio Branco foi a capital mais fria do Brasil nesta quinta-feira

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Wanglézio Braga

Dados divulgados pelo pesquisador Davi Friale, do Tempo Aqui, revelam que Rio Branco foi a capital mais fria do Brasil nesta quinta-feira (20). Esta seria a segunda vez que a cidade teria a temperatura mais baixa entre as outras capitais, durante os primeiros 21 dias de 2022.

“Às 2h da tarde (horário mais quente do dia), a temperatura era de apenas 25ºC. Já, na cidade de Cruzeiro do Sul, no oeste acreano, a temperatura, às 10h da manhã, era de apenas 21ºC, e, às 2h da tarde, somente 23ºC”, comentou.

Friale também fez previsões meteorológicas para essa sexta-feira (21). Entre as cidades de Rio Branco, Brasileia e Sena Madureira, tempo instável, com muitas nuvens, temperatura amena e chuvas a qualquer hora, vai predominar. Os ventos sopram, entre fracos e calmos, de direções variáveis.

Na região de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, tempo instável, com muitas nuvens, temperatura amena e chuvas a qualquer hora, vai predominar. Os ventos sopram, entre fracos e calmos, de direções variáveis.

Temperaturas:

– Rio Branco, Senador Guiomard, Bujari e Porto Acre, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 24 e 26ºC;

– Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus, com mínimas oscilando entre 19 e 21ºC, e máximas, entre 23 e 25ºC;

– Plácido de Castro e Acrelândia, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 24 e 26ºC;

– Sena Madureira e Manuel Urbano, com mínimas oscilando entre 20 e 22ºC, e máximas, entre 24 e 26ºC;

– Tarauacá e Feijó, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 24 e 26ºC;

– Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 24 e 26ºC;

– Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Jordão, com mínimas oscilando entre 21 e 23ºC, e máximas, entre 25 e 27ºC.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia