Connect with us

POLÍTICA

Antes de declarar oposição, Major Rocha deveria pedir exoneração dos cargos que mantém na máquina estadual

Publicado

em

Por Tião Maia

Em qualquer Governo democrático que se preze, quem faz oposição quer manter a máxima distância possível da administração que combate. Menos no Acre. Aqui, aqueles que se declaram de oposição, como é o caso do vice-governador Wherles Rocha, querem combater o Governo mas sem largar o osso – ou seja, os cargos dos afilhados e indicados nos bons tempos de parceria.


Portanto, para ter a coerência que arrota e que acha que tem, antes de perseguir a atual administração e o próprio governador Gladson Cameli – fazendo as mais torpes denúncias e acusações contra um Governo cujos membros estão focados no combate à pandemia do coronavirus na tentativa de trazer de volta a normalidade à vida dos acreanos, o vice governador deveria pedir a exoneração de todos os cargos que ele indicou, assim como também os cargos indicados por sua irm]ã, deputada Mara Rocha. Sinceramente, não sei quantos, mas o que se sabe é que os cargos indicados pelos dois não são poucos.
Fazer oposição assim, é muito bom.

Critica, aponta o dedo, faz acusações mas as pessoas indicadas para os mais diversos cargos continuam no poder e, o que é pior, trabalhando contra o Governo e contra o próprio governador. Assim é fácil.


E quando o governador toma a decisão de devolver aos cargos de origem pessoas da mais absoluta confiança do vice-governador, como no caso dos militares de alta patentes agregados a seu gabinete, a gritaria é geral. É como se Gladson Cameli fosse refém do grupo do vice-governador e não pudesse usar sua caneta de governador para não ferir as susceptibilidades daqueles que querem só o venha-nós e na hora de devolver a contra-partida, se acham no direito de trair um Governo que detém índices impressionantes de aceitação e popularidade.


Major Rocha tem tanto apego aos cargos de quem ele indicou que, ao saber da devolução dos militares que o serviam feitos escravos particulares pagos com o dinheiro público, correu às redes sociais para reclamar de perseguição. Deve fazer o mesmo assim que o governador resolver exonerar todos os cargos. Vai de novo se fazer de vítima. Fazer oposição para depois se fazer de vítima é oportunismo político dos mais baixos.


E por que o governador precisa exonerar os cargos indicados por Rocha? Porque já está claro que, mesmo os servidores mais humildes indicados pelo vice-governador, estão a serviço de Rocha e não do governo. São eles que vivem juntando papéis e pseudos-provas contra o Governo com as quais o vice-governador embasa muitas das denúncias que vêm fazendo, muitas delas sem qualquer materialidade ou indícios mas são feitas apenas para criar embaraços ao governador e não deixá-lo governar em paz.

A oposição deve ser feita, se é que quer assim o vice-governador, sem os cargos com os quais ele encheu a máquina púbica A caneta de Galdson Cameli tem que funcionar e dizer quem que foi eleito e tem a real representação dos acreanos para administrar este Estado é ele e que, mesmo sob os ataques mais covardes, não deve transferir sua autoridade – uma autoridade conquistada pelo voto popular, nas ruas – a terceiros cuja finalidade é, como já demonstrado em outras ocasiões e agora com a tentativa de manutenção dos cargos, apenas se dar bem com o dinheiro e as funções públicas.


Gladson Cameli, que não tem se acovardado até aqui, precisa do apoio da sociedade e das pessoas de bem para enfrentar mais essa cruzada contra os inimigos do Acre.

  • Tião Maia é jornalista
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Eleições 2022: Bocalom e Djalma discutem estratégias

Publicado

em

Por

Dircom

Em reunião no gabinete do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Acre (TRE-AC), desembargador Francisco Djalma, o prefeito Tião Bocalom tratou sobre as eleições deste ano, que, por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a votação no Estado começará às 6 horas da manhã.

O desembargador Francisco Djalma lembrou que o pleito eleitoral deste ano precisará de uma ampla divulgação por causa do horário. “É uma determinação do TSE, e o que a gente conversou aqui com prefeito Bocalom, foi a possibilidade de o Município disponibilizar uma estrutura para transportar o eleitor até o local de votação. O prefeito se mostrou sensível”, destacou o presidente do TRE.

O prefeito estava acompanhado do Assessor Político, Helder Paiva, e colocou a prefeitura à disposição do Tribunal. Lembrou que as secretarias Municipais de Saúde, de Educação e de Assistência Social possuem uma frota robusta, fundamental para este tipo de apoio.

“Tudo isso aí vai ficar à disposição do TRE para que a gente possa dar condições às pessoas de exercer seu direito de cidadão, que é dar o seu voto no dia da eleição”, disse o prefeito Tião Bocalom.

Continue lendo

POLÍTICA

No Twitter, Gladson mostra preocupação com aumento da Covid-19 no Acre e pede a colaboração de todos

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Visivelmente preocupado com os altos índices de notificação por Covid-19 no Acre, o governador Gladson Cameli (PP) fez uma série de publicações no Twitter pedindo a colaboração da população para manter a vigilância em época de pandemia.

“Meus amigos, voltamos a viver um momento delicado no combate à Covid-19. Os números mostram um crescimento que pode chegar ao seu pico nas próximas semanas. Por isso, tomamos a decisão de ampliar os cuidados e ações da gestão na capital e interior”, escreveu ontem (18).

O governador frisou que o estado está fazendo a sua parte, “mas precisamos da ajuda de todos. Como governador, como cidadão e como pai, preciso dizer a vocês: não vou contra a ciência e não estou preocupado com eleição. Minha preocupação é com meu próximo”.

Por fim, Cameli pede a sensibilização dos seus seguidores quanto aos cuidados de biossegurança e principalmente que a população procure os postos de vacinação. “Quero mais uma vez pedir a colaboração de cada um para continuarem com os cuidados. Se vacinem, usem álcool em gel e máscara. Juntos podemos vencer mais este desafio”, concluiu.

CARNAVAL CANCELADO

Durante coletiva realizada nesta terça-feira (18), Gladson Cameli anunciou a suspensão do “Carnaval 2022”. “Sobre o carnaval, já pode cancelar e recolher o seu trem de pouso (…) Estamos preocupados com quem vai sofrer os impactos financeiros que esse cancelamento vai trazer, mas estamos também preocupados com a saúde da população e o trabalho das equipes médicas (…) não vamos politizar o assunto, levamos em consideração o que diz a ciência”, anunciou e frisou: “Não temos condição de manter o carnaval, tendo em vista as informações que temos sobre o possível aumento dos casos de Covid-19 no mês de fevereiro no estado”.

Continue lendo

POLÍTICA

N. Lima interrompe recesso e convoca sessão extraordinária que apreciará projetos de Bocalom

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Foi publicado na edição de hoje (19) do Diário Oficial do Estado (DOE) a convocação dos vereadores de Rio Branco para uma sessão extraordinária que será realizada nesta quinta-feira (20) a partir das 14h no plenário da Câmara de Vereadores de Rio Branco. A convocação quebra o recesso dos vereadores que vão ter que apreciar alguns projetos de autoria do poder executivo municipal, da gestão Tião Bocalom (PP).

Os projetos em questão são nada mais que uma reforma administrativa com criação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Tecnologia e Inovação (SDTl), transformação de secretarias já existentes, de assessorias especiais, de cargos especiais e de cargos comissionados.

Seguindo o rito, os projetos foram encaminhados pela Prefeitura de Rio Branco para a Câmara de vereadores. Com o parecer jurídico da Procuradoria da Câmara, as propostas seguem às Comissões de Constituição e Justiça e a de Orçamento e Finança. Depois disso é que será marcada sessão para votação.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia