Connect with us

SAÚDE

Após reativação do serviço de radioterapia, primeiro paciente infantil é recebido com humanização pela equipe do Estado

Publicado

em

Agência AC

O equipamento de acelerador linear, ativado pelo governo do Estado na Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) já está possibilitando o primeiro tratamento com radioterapia em paciente infantil. Na primeira sessão, realizada na sexta-feira, 30, a equipe multiprofissional da radioterapia, devidamente caracterizada de Homem-Aranha, super-herói preferido de Pedro Asaf Oliveira Rocha, 7 anos, criou um clima de festa e brincadeiras para tornar mais fácil esse momento marcante do pequeno na luta contra um tumor de Wilms (Câncer de Rim).

A sala de radioterapia do Hospital do Câncer funciona num anexo à Fundação Hospitalar do Acre, onde são tratados os pacientes com câncer. O setor estava parado desde 2016, foi reativado após reforma iniciada em 2019, que incluiu readequação física, refrigeração, contratação profissional para executar o serviço e substituição de peças para que o aparelho de acelerador linear voltasse a funcionar.

A etapa seguinte foi iniciar os processos de avaliação e comprovação de funcionamento do acelerador linear para liberação de funcionamento pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). Tratar pacientes de câncer do Estado em seu próprio domicílio é o fator social mais positivo, pois antes os pacientes eram encaminhados para Porto Velho (RO) pelo Tratamento Fora do Domicílio (TFD).

Primeiro paciente infantil participa de brincadeira com equipe da Unacon Foto: Cedida

Esse é o caso da família de Pedro Asaf, de Cruzeiro de Sul, que conhece bem a realidade, pois o pequeno luta contra a doença há quase três anos, já passou por três cirurgias para retirada de tumores, agora pode dispor do tratamento na capital, Rio Branco.

Maria Agna Freire Oliveira, mãe do pequeno paciente reconhece a eficiência da equipe do Hospital do Câncer, pois além da batalha  contra a doença, a criança tem problemas neurológicos que impossibilitavam andar e falar. Contudo, com o comprometimento da equipe já houve avanços na comunicação e também nos movimentos de locomoção.

“Agradeço e oro pelo nosso governador Gladson Cameli, pois Deus tocou o coração dele para que colocasse esse serviço para funcionar e assim como eu, outras mães também terão seus filhos tratados praticamente em casa”, comemorou Maria Agna.

Segundo a gerente da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, NilcIany Vilaço, o primeiro paciente infantil tratado com radioterapia na unidade do Estado é muito especial. Para a equipe, ele fez gestos indicando seu super-herói preferido e festejou com a equipe caracterizada, transformando o início do tratamento num momento terno, de muito acolhimento.

“As reações de alegria, a evolução no quadro clínico e a possibilidade de ajudar outras mães com suas crianças é que nos motiva estar no serviço público e fazer parte de um governo que luta pelo bem-estar das pessoas”, concluiu a gerente.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SAÚDE

Acrelândia: população passa a contar com 46 tipos de exames laboratoriais realizados no município

Publicado

em

Por

Democratizar o acesso a um sistema de saúde de qualidade tem sido uma das maiores metas do governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). Em mais uma demonstração desse propósito, o governo entregou na tarde desta última terça-feira, 28, uma sala de coleta para a unidade mista de saúde de Acrelândia.

Antes, os pacientes locais que necessitavam de diagnóstico laboratorial tinham que recorrer às unidades públicas de Rio Branco ou a laboratórios particulares. Com a estrutura, os acrelandenses passam a dispor de 46 tipos de exames efetuados no próprio município.

Autoridades presentes à solenidade de entrega da sala de coletas. Foto: Odair Leal/Secom

Durante a solenidade de entrega, a chefe do Setor de Diagnóstico da Sesacre, Aglanair Ferreira, frisou a importância de oferecer um atendimento ambulatorial melhor e mais seguro. “As pessoas podem até achar que uma sala de coletas é algo pequeno, mas é fundamental para quem vem do ramal e precisa fazer um exame para fechar o diagnóstico”, pontuou.

O secretário municipal de Saúde, Vitor Martinelli, relatou: “O estado tem nos ajudado muito, sempre que buscamos a secretária Paula Mariano, ela tem sido acessível e se colocado à disposição; a prova é que hoje estamos aqui, entregando a sala de coletas para os pacientes”.

Autoridades e população de Acrelândia prestigiaram solenidade de entrega da sala de coleta no município. Foto: Odair Leal/Secom

“Agradecemos a dedicação e parceria do governo para que hoje possamos ter em nossa cidade a sala de coletas, onde nossa gente poderá fazer os exames aqui mesmo”, disse o vice-prefeito Eraides Caetano.

O deputado estadual Fagner Calegário parabenizou o Executivo pela ação. “Eu quero dizer da felicidade de estar participando deste evento, que tem um valor significativo para os munícipes e parabenizar o governo pela sensibilidade com a saúde pública”, afirmou.

Já o deputado federal Alan Rick destacou a importância da nova estrutura na unidade: “É fundamental a sala de coletas para a qualidade e a dignidade dos pacientes de Acrelândia”.

Representando a titular da Saúde, Paula Mariano, a diretora de redes da Sesacre, Joice Souza, destacou que os pacientes não irão mais ter o transtorno de ter que se deslocar até Rio Branco para fazer exames laboratoriais e adiantou: “Em breve levaremos a iniciativa a mais municípios do Acre”, destacou.

Saúde passa a ofertar a realização de 46 tipos de exames laboratoriais. Foto: Odair Leal/Secom

Com a aquisição, Acrelândia se une aos municípios de Capixaba e Bujari, e à Vila Campinas, em Plácido de Castro, que já contam com salas de coletas.

Nos próximos dias a Sesacre deverá inaugurar as mesmas estruturas na Cidade do Povo e no Hospital Mental do Acre (Hosmac), em Rio Branco, e em Manoel Urbano.

Continue lendo

SAÚDE

Conferência Estadual promovida pelo Governo tem como tema a Saúde Mental

Publicado

em

Por

A política de Saúde Mental como direito: pela defesa do cuidado em liberdade rumo a avanços e garantias dos serviço da atenção psicossocial no SUS. Este é o tema central da 3ª Conferência Estadual de Saúde realizada pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e do Conselho Estadual de Saúde do Acre (CES/AC).

Delegados e gestores de saúde do Acre participando da solenidade de abertura da 3ª Conferência Estadual de Saúde. Foto: Odair Leal/Secom

A conferência, que não ocorria desde 2010, teve início na noite da última terça-feira, 28, no auditório do Centro Universitário Uninorte, em Rio Branco.

Duzentos e quatro delegados participam do evento, composto por cento e dois usuários, cinquenta e um trabalhadores em saúde e 51 gestores. Os vinte e dois municípios do Acre têm representantes na conferência.

A programação da 3ª Conferência Estadual de Saúde Mental se estenderá até o dia 30 de junho. Entre os programas estão previstos palestras, debates, plenárias temáticas e, no último dia, eleição de delegados para a etapa nacional.

Em sua fala, o presidente da CES/AC, Elenilson de Sousa, destacou que a maior missão deste encontro é apontar sugestões para o fortalecimento das políticas públicas voltadas para a saúde mental que serão apresentadas na etapa nacional.

Secretária de Saúde, Paula Mariano, e o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Elenilson Sousa. Foto: Odair Leal/Secom

“Temos uma grande missão nessa conferência que é tirar bons encaminhamentos para a elaboração de propostas de políticas públicas fortes e que atendam a gestão de saúde pública do Acre e nacional voltadas para a saúde mental”, destaca.

Paula Mariano, secretária de Estado de Saúde, revelou que a conferência é um sonho que se tornou realidade, após 12 anos que não era realizada, e ainda mais devido à pandemia.

“Quando começamos a pensar essa conferência nos perguntávamos se daria certo, devido à pandemia, e hoje estamos aqui concretizando esse sonho”, disse.

A secretária ainda fez questão de enaltecer o trabalho desenvolvido na etapa municipal que antecedeu a realização da 3ª Conferência Estadual, que foi um sucesso.

“É importante mostrar a participação dos municípios, pois as conferências municipais foram de fundamental importância e tiveram uma grande participação, tornando um sucesso a nossa estruturação da rede piscossocial”, destaca.

O doutor em Saúde Coletiva, Roberto Tykanori Kinoshita, abriu a conferência com a palestra A política de Saúde Mental como direito: pela defesa do cuidado em liberdade rumo a avanços e garantias dos serviço da atenção psicossocial no SUS, tema da conferência deste ano.

Roberto Tykanori Kinoshita palestrando durante o primeiro dia da conferência. Foto: Odair Leal/Secom
Continue lendo

SAÚDE

Vídeo | Zico manda camisa do Flamengo de 1981 para ser rifada pela “Família Azul” do Acre, os autistas

Publicado

em

Por

Por intermédio do ex-atacante Marcelo Bujica, que hoje mora no Acre, o inesquecível Zico mandou uma cópia da camisa que ele usou no título da Libertadores de 1981. A peça foi mandada para ser rifada por uma entidade que cuida de autistas.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas