Connect with us

POLÍTICA

Bestene detona Polícia Civil e Major Rocha por perseguição

Publicado

em

O deputado José Bestene (PP) soltou o verbo contra a Polícia Civil durante a sessão online da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (7). Ao comentar o indiciamento do genro dele, Cristiano Silva, Bestene disse que o Ministério Público precisa cobrar do corregedor da Polícia Civil providências quanto a processos relacionados a torturas e improbidade administrativa que membros da polícia Judiciária respondem.

“Aonde está a Polícia Civil? É morte todo dia. É uma insegurança nos bairros e aí quando você faz uma operação para prejudicar A ou B a chama imprensa. Por que não fizeram uma coletiva na hora de indiciar? Deveria ter sido feita. Temos que parar com esse tipo de coisa e o Ministério Público tem obrigação de cobrar do corregedor [Polícia Civil], que ande esses processos: processos de tortura, de improbidade administrativa. Muita gente aparece como paladino da moralidade”, disparou o deputado progressista.

Os ataques de Bestene têm como alvo o delegado Pedro Rezende, que comandou as investigações. O deputado citou que ele e a família são vítimas de uma investigação orquestrada com um único fim: político. Ele citou que foi a casa de uma sobrinha em um condomínio de Rio Branco acompanhado de um dos citados na operação, mas foi por conta do falecimento da irmã. Mas, segundo Bestene, as imagens do empresário foram usadas pela Polícia Civil para incriminá-lo, afirmando que o mesmo estava perseguindo Pedro Rezende, sendo que nada disso aconteceu de fato.

“Eu fui na casa da minha sobrinha, doutora Jamily, que mora ali num condomínio para o lado da Cidade da Justiça. Claro e evidente que esse fornecedor [genro] foi com a minha filha. Sabe o que é mais grave? Fizeram uma denúncia dizendo que ele estava lá rondando de manhã até a noite a casa desse delegado. Ninguém nem sabia que esse delegado morava ali. Passamos apenas meia hora na casa da minha sobrinha. E aí para prejudicar o rapaz acharam de mandar para o Ministério Público e para o juiz”, disse Bestene.

Em outro ponto, o deputado mirou a metralhadora contra o vice-governador Major Rocha, que denunciou a compra de computadores superfaturados pela Secretaria de Estado de Educação. Bestene disse que “gostaria que o TCE começasse a ver a questão do setor de alimentação dos presídios desse Estado. Logo no início do governo que foi indicado pelo vice-governador. Levante Tribunal de Contas. Essa denúncia que eu faço da alimentação foi dispensa de licitação. Foram mais de R$ 44 milhões para o setor presidiário e da Segurança Pública. Isso tem que ser levantado. Gostaria que esse delegado fizesse isso, levantasse o que está acontecendo na Segurança Pública do Estado”.

Ao final, aparentemente abalado, José Bestene pediu desculpas pelas declarações duras. “Desculpa gente a minha forma de me expressar que não é assim, mas as vezes machuca e dói. Nós temos que levar a realidade, a verdade. A mentira não sobrepõe a verdade. Eu costumo agir dessa forma dentro do parlamento. Desculpa a fala e a expressão porque eu já não aguento mais. Eu fui vítima de algumas instituições, mas vou deixar pra lá. Eu entrego nas mãos de Deus”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Deracre conclui operação tapa-buracos e estrada de Porto Acre vira um “tapete”

Publicado

em

Por

O governo do Acre, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre), concluiu os serviços de tapa-buracos na estrada AC-10, que liga Rio Branco a Porto Acre.

De acordo com o presidente do Deracre, Petronio Antunes, a autarquia trabalhou em parceria com a prefeitura de Porto Acre para garantir a trafegabilidade da AC-10.

“Temos um compromisso de manter a estrada AC-10 em condições essenciais de trafegabilidade, garantindo o direito de ir e vir da população”, afirmou o presidente.

Antunes relembra que o governador Gladson Cameli assumiu governo do Acre com as estradas abandonadas.

“Encontramos nossas estradas em péssimo estado e com a chegada do governador Gladson no governo nos foi determinado que o Deracre trabalhasse de inverno a verão para garantir os serviços de tapa-buracos nas vias”, lembrou.

Além disso, Petronio Antunes ressaltou o compromisso do governo e da bancada federal em prol dos municípios e aproveitou a oportunidade para agradecer o esforço dos parlamentares.

Governador Gladson Cameli determinou que o Deracre realizasse os serviços de tapa-buracos na AC-10. Foto: Ascom/Deracre

“Sem o trabalho de todos não seria possível. São serviços que garantem a trafegabilidade nas estradas e nossa previsão para esse ano é que sejam feitos mais investimentos do governo federal em nosso estado, para assim fornecer uma manutenção com muito mais qualidade”, enfatiza Antunes.

Os agentes técnicos do Deracre promoveram serviços de reenquadramento dos pontos danificados, retirada e limpeza do pavimento quebrado, impermeabilização, aplicação e compactação da nova massa asfáltica. Nesta ação foi utilizada uma retroescavadeira, um rolo liso e um caminhão espargidor.

Prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno, agradeceu o presidente do Deracre, Petronio Antunes, pelos trabalhos realizados no município. Foto: Luy Andriel/Ascom Deracre

“Agradeço primeiramente a essa parceria entre Estado, município e comunidade, pois sem isso a ação não seria possível. Quero frisar que essa estrada melhorou bastante graças à execução de serviços essenciais do Deracre e às obras do governo em Porto Acre”, agradeceu o prefeito, Bené Damasceno.

As ações do Deracre seguem por todo o estado e visam garantir a melhoria da qualidade de vida dos acreanos, além de facilitar a trafegabilidade em todo Acre. As equipes técnicas seguem trabalhando em outras vias estaduais.

Continue lendo

POLÍTICA

“Esse povo que conspira contra nosso governo não está preocupado com o povo”, diz Gladson em Porto Acre, ao anunciar mais obras e reafirmar que vai disputar a reeleição

Publicado

em

Por

O governador Gladson Cameli reafirmou agora há pouco em Porto Acre que vai disputar a reeleição, no que pese as conspirações de seus opositores. Ele está no município conduzindo uma solenidade de entrega de obras e inaugurações, além de prestigiar os festejos em comemoração ao final da guerra com os bolivianos em 1903. “Eles (os conspiradores) não estão preocupados com o povo, mas querem o poder a qualquer custo. Mas pode bater. Somos igual massa de bolo”, disse, para ser aplaudido.

Durante sua fala, o governador falou sobre diversos assuntos, sempre cutucando seus opositores, sobretudo os que surgiram de dentro do próprio governo, uma vez que os antigos governos continuam em alto desgaste. “Não devo nada a ninguém, não ando fazendo nada de errado, mas eles não sossegam”, espinafrou.

Gladson anunciou que muitas obras ainda vão acontecer esse ano, confirmou que ainda vai anunciar aumento para os servidores do Estado e elogiou o prefeito Bené Damasceno pelo trabalho que faz em Porto Acre. Disse que vai se esforçar para pavimentar a estrada que liga a velha Porto Acre a vila Caquetá. “Vou fazer o que for possível para continuar ajudando Porto Acre. Ne empolgo aqui porque não é todo prefeito que é agradecido como o Bené. Alguns aí a gente faz, mas eles não reconhecem”, disse, para fechar com o que vem repetindo, que é contar com os verdadeiros parceiros para seu “vestibular”, que será às urnas em outubro. “Já sei com quem posso contar”, finalizou.

Depois das solenidades, Gladson Cameli caiu no forró; não faltou dama querendo dançar

Continue lendo

POLÍTICA

“O Acre precisa reeleger o governador e eu vou contribuir como soldado”, diz prefeito de Porto Acre

Publicado

em

Por

O prefeito de Porto Acre, Bené Damasceno (Progressistas), disse agora há pouco em solenidade que antecipa as comemorações pelo final da guerra do Acre com a Bolívia, que o povo acreano precisa reeleger o governador Gladson Cameli. Ele disse que será um soldado nessa batalha, depois de mostrar as razões pelas quais faz tão veemente defesa. “Um governador que já pode ser considerado um dos melhores das últimas décadas”, disse.

A solenidade conduzida por Bené e Gladson é alusiva as comemorações ao término da Revolução Acreana. Primeiro ocorreu um ato religioso em seguida hasteamento das bandeiras e inaugurações do prédio da prefeitura, do abrigo de taxi, e do Mercado Municipal; entrega de caminhonetes, motocicletas, ambulâncias e materiais permanentes; revitalização do prédio da Rodoviária; revitalização do Centro Cultural; e visita à Rampa Portuária.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia