Connect with us

GOSPEL

Carlão, o empresário rico que entregou a chave da porta de sua loja para a funcionária e partiu pregar o evangelho

Publicado

em

O hoje pastor Carlos França, de 63 anos, presidente do ministério Tenda dos Milagres, cuja sede é em Plácido de Castro, Acre, mas com filiais em Rondônia, Peru e Bolívia, já foi um empresário bem-sucedido, acostumado a boemia. Tinha dinheiro juntado a rodo em suas empresas de construção civil e material de construção e isso lhe colocava o mundo a seu alcance.

Segundo ele, no entanto, sua farra era do mesmo tamanho do vazio que tinha na alma. Um dia, depois de clamar por Jesus e ser ouvido, ele decidiu pegar a chave da loja e entregar na mão de uma funcionária, para quem teria dito o seguinte: você fecha, abre, faz dessa loja o que você quiser. Eu estou indo e não volto mais. Foi embora se encontrar com Cristo, pregar o evangelho e nunca mais voltou mesmo. Virou um homem rico e feliz pelo que se transformou.

Hoje preside um ministério com cerca de 600 pessoas que sobraram da pandemia e tem como ocupação principal catar lixo humano nas ruas, como a sociedade chama os dependentes químicos, para tentar recupera-los. É com esse sujeito de uma das histórias mais fantásticas de entrega humana aos pés de Cristo que o AcreNews conversou, ainda que por telefone, para trocar com ele um fantástico bate papo. Veja a seguir:

AcreNews – Quem é Carlos França?

Carlos França – Sou o Carlos Alberto de França, 63 anos, natural de Rio Branco, Acre. Sou casado com a Simone de Oliveira França.

AcreNews – Como era sua vida antes de conhecer Jesus Cristo?

Carlos França – Eu era um empresário bem-sucedido e tinha uma vida dissoluta (bebedices, prostituição e etc.), mas tinha um vazio no coração (não era feliz).

AcreNews – E depois de conhecer Jesus o que aconteceu, uma vez que o senhor conta que abandonou tudo, inclusive a loja que tinha de material de construção?

Carlos França – Depois de renunciar tudo que eu era e o que eu tinha para fazer minha entrega perfeita ao Senhor Jesus (servir a Ele do jeito dEle), Ele mudou minha vida, me preencheu aquele vazio. Hoje vivo só para Ele. Nunca tão feliz quanto hoje.

AcreNews – Qual a sua principal ocupação hoje, além de dirigir cultos?

Pastor Carlos toca uma Associação de Mandiocultura no Abunã

Carlos França – Trabalho catando e reciclando o que para a sociedade é lixo humano (resgate e recuperação de dependentes químicos, atendimento a moradores de ruas e famílias carentes, com base no que a Bíblia diz: “Jesus veio para desfazer a obra do maligno”. Hoje, 90% dos ministros e pastores da nossa igreja são pessoas que foram recuperadas, para a glória e honra do nome do Senhor.

AcreNews – Com um trabalho desse que o senhor tem, com centenas de pessoas ao seu redor, isso não tem gerado cobiça política. Alguém lhe chamar para disputar eleição?

Carlos França – Não tenho nenhuma pretensão de entrar na política.

AcreNews – Onde é sua igreja, pastor Carlos França?

Carlos França – Nossa Igreja sede está situada na rua Zuíla Ferreira de Freitas, 170, em Plácido de Castro, no Acre. Com filiais em Rio Branco, Acrelândia, Capixaba, São Carlos – RO, Buritis – RO, Porto Maldonado – Peru e Lápis – Bolívia. Temos em torno de 600 membros remanescentes da pandemia. É a Tenda dos Milagres.

O pastor Carlos França dirige uma Associação de Mandiocultura em Plácido de Castro cujo objetivo é alavancar recursos para a construção de uma clínica para dependentes químicos. O negócio foi criado em função de a Constituição Federal vedar apoio direto do Estado a igrejas. Assim, por meio desta agremiação, a Tenda dos Milagres tem conseguido chegar perto de seus objetivos. Já tem muita produção, suficiente, pelo menos, para abastecer o mercado local.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GOSPEL

Gabriela Câmara escreve sobre a saga de André Mendonça até o STF: ‘Um novo tempo no Supremo’

Publicado

em

Por

Deus muda histórias e merece toda honra!

Participei hoje do último culto da Frente Parlamentar Evangélica do Brasil ano de 2021.

A presença de Deus foi real, impactante testemunho do Ministro do Supremo Tribunal Federal e Pastor André Mendonça, foi emocionante.

Pela primeira vez na história deste país teremos um Ministro evangélico e isso mostra o quanto Deus tem modificado nossas histórias.

O Ministro André Mendonça falou sobre sua trajetória e caminhada com o Senhor, até o STJ.

O alvará de Deus foi o tema de sua ministração relatando sua trajetória até a última corte do poder.

Ele citou Mateus 10:32 que diz: “Assim sendo, todo aquele que me declarar diante das pessoas, também eu o declararei diante de meu Pai que está nos céus”.

Por tanto queridos podem Acreditar, Deus muda histórias, estou aqui pra testemunhar que Deus está mudando a história dessa nação, a igreja do Senhor no Supremo Tribunal Federal.

Depois de 20 anos a promessa que Deus lhe fez se cumpriu!

Um novo tempo começa no STF, pois Deus está mudando a história daquela corte ao colocar um filho ungido seu naquele lugar.

Continue lendo

GOSPEL

Pastor vende livro de sua autoria para mandar 50% para projetos que alcançam crianças na África

Publicado

em

Por

O pastor Jonas Costa está oferecendo pelas redes sociais o seu livro “O obreiro e o exercício do ministério cristão”, a disposição no templo sede da igreja Assembleia de Deus, templo sede, em Rio Branco, na avenida Antônio da Rocha Viana. Metade do lucro com a venda de seu livro, um best-seller dentre obras gospels no Acre e no Amazonas, é enviado para projetos que alcançam crianças na África.

Escrita para cristãos e líderes, a obra do pastor Jonas beneficiou, mês passado, um projeto em Moçambique. No próximo dia 20, o objetivo é enviar uma contribuição para crianças em Pucallpa e Iquitos, no Peru. “Por isso peço as pessoas que adquiram nosso trabalho, bem edificante para o obreiro, porque assim você estará ajudando pessoas no mundo todo. Deus seja convosco”, disse o escritor ao AcreNews.

Continue lendo

GOSPEL

Associação de Ministros do Evangelho divulga nota de repúdio ao projeto “Papai Noel Gay”

Publicado

em

Por

A Ameacre – Associação de Ministros do Evangelho do Acre, acaba de divulgar nota por meio da qual se coloca publicamente contra o projeto “Papai Noel Gay”. Bem extensa, a nota faz um apanhado geral, viaja pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), até a conclusão contrária.

Veja a nota

NOTA DE REPUDIO

A AMEACRE – Associação dos Ministros Evangélicos do Acre, representando o pensamento da comunidade evangélica do Acre, vem a público manifestar seu repudio ao projeto “PAPAI NOEL GAY”, por se tratar de uma ação vilipendiosa à cultura cristã infantil representada pela figura do Papai Noel.

Considerando que a Constituição Federal em seu art. 5 § IX garantem a “Liberdade de Expressão” de ”pensamento“, “fala” e de “opinião”, essas liberdades estão em alinhamento com o § VI do mesmo artigo  às liberdades de “fé e Culto religioso”, pelo que qualquer referência vilipendiosa contra a cultura ou símbolos religiosos representa uma agressão frontal as liberdades constitucionais do povo brasileiro.

Considerando a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 em seu Art. 229. Os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade.

Considerando a lei Federal 8.06/90 Estatuto da Criança e do Adolescente em seu o Art. 79 . As revistas e publicações destinadas ao público infanto-juvenil não poderão conter ilustrações, fotografias, legendas, crônicas ou anúncios de bebidas alcoólicas, tabaco, armas e munições, e deverão respeitar os valores éticos e sociais da pessoa e da família.

Considerando a Convenção Americana de Direitos Humanos (1969)* (pacto de San José da Costa Rica) em seu Artigo 12 – Inciso IV Os pais e, quando for o caso, os tutores, têm direito a que seus filhos e pupilos recebam a educação religiosa e moral que esteja de acordo com suas próprias convicções.

Considerando a Lei n 10.406, de 10 de Janeiro de 2002 Código civil. Artigo. 932. São também responsáveis pela reparação civil: I – os pais, pelos filhos menores que estiverem sob sua autoridade e em sua companhia; II – o tutor e o curador, pelos pupilos e curatelados, que se acharem nas mesmas condições;

Considerando ainda que, o símbolo do Papai Noel apela a mente infantil, com o propósito de criar a fantasia religiosa associada à Natalidade do Menino Jesus, a sexualização do símbolo infantil representa mais uma indução à pedofilia, dissimulada em liberdade de expressão, para a promoção da “ideologia de gênero”.

Considerando que a ideologia de gênero não possui base científica; que o ordenamento brasileiro consagra o princípio da proteção integral das crianças e dos adolescentes; que o Estatuto da Criança e do Adolescente –  ECA. prevê em seu Art. 17. Que estabelece o direito ao respeito consiste na inviolabilidade da integridade física, psíquica e moral da criança e do adolescente, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, da autonomia, dos valores, idéias e crenças, dos espaços e objetos pessoais.

Dito isto, rejeitar  esse projeto ideológico não é um ato de censura e nem tão pouco de discriminação, e sim de proteção aos direitos de opinião, fé e aos direitos da criança.

Portanto, reiteramos nossos protestos contra a tentativa de criminalizar as manifestações em defesa do pensamento cristão, certos de que “o direito de uns não podem ferir o direito de outros”.

A DIRETORIA.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia