Connect with us

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | Mazinho Serafim é peitado por um grupo de empresários do Patriotas para disputar o Governo do Acre

Publicado

em

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), foi peitado por um grupo de empresários que controlam o partido Patriotas no Acre, para disputar o Governo do Acre. A coluna o prefeito confirmou e se demonstrou balançado com a proposta. “Vou discutir com meu grupo”, afirmou.

Grupo pensa no Senado

O presidente do Patriotas no Acre é o oficial de Justiça Josemir Anute, primo do empresário Adem Araújo, dono da rede Araújo de Supermercados. Além de Adem, existem outros empresários fortes no partido que discutem há muito tempo e em silêncio uma candidatura ao Senado e precisam de um candidato a governador. Mazinho seria o nome que encaixa nos ideais da turma.

Sanderson não abre

O advogado Sanderson Moura negou estar desistindo de sua candidatura ao Senado. Sobretudo para apoiar o ex-senador Jorge Viana (PT).

Lançamento da candidatura

Sanderson Moura, a rigor, está distribuindo o seguinte convite aos amigos:

Aplauso ao goleiro

Saiu na frente e ganhou muito com isso o deputado Roberto Duarte (MDB) ao apresentar na Assembleia Legislativa uma moção de aplauso ao goleiro Weverton, do Palmeiras, pelo seu propagado orgulho de ser acreano.

Levante no Acre

A despeito da mainfestação do goleiro Weverton em relação a sua fé em Cristo Jesus, não só o ator Paulo Betti fez sua manifestação odiosa, mas aqui no Acre mesmo ele foi questionado.

Ministro pastor

Nesse momento o pastor André Mendonça já começa a ser chamado do “Ministro” por maioria dos senadores da CCJ. Entre os pastores que estão assentados nas cadeiras da comissão que ouve Mendonça está a missionária Antônia Lúcia, ex-deputada federal, uma das lideranças da igreja Madureira.

Não fala mais

“Não falo mais pra nenhum repórter sobre a situação do meu filho, porque distorcem tudo. Whendy está melhorando e estão dizendo que ele tá piorando”. Do vereador N Lima (Progressistas), pai do deputado Whendy Lima, internado no Santa Juliana, depois de um procedimento cirúrgico bariátrico.

Levar federal

Notícia fresquinha garante: com a chegada de Bolsonaro no PL, o partido será potencializado no Acre para mandar a Brasília, em 2023, no mínimo um deputado federal. Todo esforço será feito.

Clarão

O empresário Everton Soares, que se animou com a política, chegando a disputar a prefeitura de Epitaciolândia em 2020, se converteu ao protestantismo e que distância das disputas eleitorais. Não vai nem apoiar ninguém. Isso é mais um clarão que abre para a candidatura do Tadeu Licurgo Hassem, irmão da prefeita de Brasileia, Fernanda, que disputará praticamente sem concorrentes na região.

Semente

A conversão ao evangelho do empresário Everton Soares, em Epitaciolândia, é fruto de sementes lançadas pelo pastor Rodson, que era seu assessor e que morreu de Covid esse ano.

Facada nas costas

Os mesmos grupos que exigem do governador Gladson Cameli que ele pague abono para todo servidor da educação, são os que descem a lenha nele não bastidores. Pelas mensagens internas Cameli não é poupado, mesmo estando decidido a conceder o abono sem distinção.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | Ex-cargos comissionados dos governos petistas estão chamando Jorge Viana de covarde por não disputar o Governo; não entendem que Jorge trabalha com números

Publicado

em

Pessoas que tinham cargos nos governos do PT estão irritadas, muito irritadas, com o ex-senador Jorge Viana. Pelo menos umas três se manifestaram nas últimas horas pelas redes sociais considerando um ato de covardia ele não disputar a eleição para o Governo. Um deles foi sincerão e taxativo: – Se disputar o Senado só resolve a situação dele, se vai para o Governo resolve a dele e a nossa. Pois é. Mal entendem que essa demora toda de Viana para se definir tem seus porquês. Existem números sendo consultados nos bastidores. Rico, galanteador, cozinheiro de mão cheia e mais interessado na vitória do Lula para presidente do Brasil, o ex-governador não se arrisca pela própria biografia, quanto mais por alguém. Basta para ele a fragorosa derrota de 2018, pelo visto. Governador mão de ferro que foi e talvez o melhor a usar o poder para manipulações, sabe como ninguém que derrotar um candidato a reeleição não é tarefa para quem está preocupado com cargo comissionado, ainda mais quando o cara a ser batido é uma espécie de “João sorrisão”, como é o atual governador Gladson, que a essa altura do campeonato, apanhando 24h, inclusive de ex-aliados, é tietado por onde vai, um rei da selfie. O JV pode ter defeitos – e acho que os tem -, mas tem muitas qualidades, com destaque para a inteligência.

Ele não vai não! Ele não vai não!

Responsabilidade do Zeca

Espécie de padrinho forte em 2020 da Senadora Mailza Gomes e do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, que são presidente e vice, respectivamente, do Progressistas, o deputado estadual José Bestene tem trabalhado duro nos bastidores para que ambos não sejam pesados em relação a reeleição do governador Gladson Cameli, do mesmo partido dos três. Bestene parece sentir sua responsabilidade na história.

Silêncio

Márcio Bittar (União Brasil) deu uma desparecida. Isso não é bom. Político habilidoso e sumido é um perigo.

Caso Milani

Controlador de pelo menos três partidos muito fortes, entre eles União Brasil, Republicano e PL, Bittar tem muita coisa para resolver em solo acreano. Um caso emblemático: a candidatura a federal do Israel Milani, o filho número dois da deputada Vanda, que já se anuncia candidata ao Senado na chapa de Petecão (PSD), candidato a governador.

Frase

Manoel “Cumarú”

“O Gladson é invejado por políticos e adorado pelo povo”. Do líder rural Manoel dos Santos “Cumarú”, ex-presidente da Fetacre.

Alto Acre fechado

Depois da forte agenda dessa semana no Alto Acre há quem garanta que Gladson Cameli sedimentou seu grupo na região, no qual estariam os prefeitos Fernanda Hassem (Brasileia) e Jerry Correia (Assis Brasil), ambos do PT.

Plano na tenda

Candidato a governador, o Senador Sérgio Petecão (PSD) está convidando a comunidade para um evento neste domingo, 15, na tenda em frente à Casa Amarela. É de elaboração do Plano de Governo.

Nome pro futuro

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) pode ganhar as eleições esse ano e virar governador do Acre? Mais pode mesmo. Não é a lógica, mas pode. O certo mesmo é que ele sabe que seus movimentos desse ano são para o futuro. É um nome lá para frente.

Plano MDB

No MDB tem um projeto em curso, caso o partido ganhe o Governo esse ano com Mara Rocha. O vereador Emerson Jarude será preparado para disputar a prefeitura da capital. Claro que o eleitor precisará estar envolvido nisso tudo.

Recuo

Circula nos bastidores a informação segundo a qual o deputado federal Jesus Sérgio (PDT) disputará as eleições deste ano para deputado estadual. Assim, o irmão dele, Tom Sergio, que já estava em campanha, começa a baixar o trem de pouso.

Continue lendo

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | “O PDT foi mais parceiro do Gladson que o PP. Ficamos com ele em 2020”, reage Tchê a insinuações de traição

Publicado

em

O presidente do PDT, deputado estadual Luiz Tchê, se mostrou cansado de ter que responder a insinuações sobre uma possível futura traição ao governador Gladson Cameli, na eleição desse ano, quando ele vai para a reeleição. Disse à coluna agora há pouco que, além de ter participação maciça na gestão Cameli e pela qual deverá ser grato nas eleições desse ano, o PDT tem sido mais fiel do que o próprio partido do governador, o Progressistas, que não o apoiou nas eleições municipais, em 2020. “Nós o apoiamos em 2020 e sempre fomos leais ao governador e vamos ser na reeleição. Agora não nego que queremos participar mais ativamente das discussões, inclusive sobre vice e Senado. Será que não temos direito?”, questionou.

Conversa com inimigos

O PDT tem a Funtac e o Meio Ambiente, além de outros cargos de alto nível. Nem por isso seu presidente, o delegado Emylson Farias, tem recusado conversar com outros partidos. Talvez por isso venha levantando algum tipo de suspeita sobre se manterá lealdade na reeleição do governador.

Novo e forte

Para quem pensava que o coronel Hildebrando Pascoal, ex-deputado federal, estaria acabado, manquitola, envelhecido, qual não foi a surpresa, ao ele aparecer na Câmara Municipal nesta terça-feira, 10. Está enxuto, firme e forte, apesar dos seus 70 anos.

Decepcionado

Essa semana o Acre perdeu o advogado Luiz Saraiva, ex-deputado estadual. E sobre ele vale um registro. Se elegeu em 1994 e não quis nem disputar o próximo mandato. Se dizia decepcionado com o que viu no centro do poder.

Choro revelador

Depois daquele choro e aquele abraço da prefeita de Brasileia no governador Gladson Cameli será que ainda precisa perguntar quem ela vai apoiar em outubro?

Mensagem de Cristo

Afastado da direção da Polícia Penal para disputar as eleições, Arlenilson Cunha anda fazendo o que mais sabe esses dias: indo para cultos evangélicos e levando a mensagem de Cristo. Se isso o ajudará nas eleições ninguém sabe, mas que ele está ajudando a salvar almas, isso está.

Trabalhador

Pode ser considerado covardia dizer que o governador Gladson Cameli não trabalhou nesse primeiro mandato. Além de enfrentar uma pandemia que pegou o mundo de calça curta, Cameli tem transformado o Estado todo em um canteiro de obras. Não tem um município que não já tenha inaugurado alguma coisa o que esteja sem a presença do Estado. Melhor inventar outra para acusa-lo. É o que tenho ouvido.

Desespero

“Evandro Cordeiro, para contraditar com sua afirmação, você como jornalista tem dever intelectual de mostrar os números do governo Lula e do governo Bolsonaro. Inflação, crescimento econômico/ PIB, valor do salário mínimo, poder de compra do trabalhador etc.,. Vc não é um miliciano digital que pode escrever tudo apenas por paixão política, você é jornalista”. Do ex-vereador Chagas Batista, de Tarauacá, sobre o tema da coluna de ontem, oportunidade em que questionei a esquerda se apresentar como solução para o Brasil, após destruí-lo.

Posso, vereador

Como colunista, posso expressar minha opinião, caro vereador Chagas Batista. Ainda mais quando esta tem simpatia de maioria absoluta das pessoas.

Cadê o 15?

Flaviano Melo, João Correia e outros emedebistas que não quiseram ficar no governo Gladson, estão eufóricos, segundo eles, com a volta do 15 nas ruas. Está todo mundo aguardando a tal euforia coletiva.

Um pé na Copa

Nascido na periferia de Rio Branco e condenado ainda cedo a cumprir o destino de parte das pessoas desassistidas dessas regiões, o goleiro do Palmeiras e da seleção brasileira, Weverton, acaba de ser convocado para dois amistosos da seleção, antes da convocação definitiva para a Copa do Qatar. Ou seja: ele está a um passo do mundial e será, sem dúvidas, o primeiro acreano a disputar um mundial de seleções. É claro que ele correu atrás, mas como ele mesmo insiste em afirmar, “foi Deus” quem selou seu destino.

Continue lendo

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | É prosaico a esquerda falar em reconstruir o Brasil, depois de destruí-lo

Publicado

em

Vi uma fala do deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) em uma Coluna de um colega dizendo que a esquerda do Acre precisa seguir aquilo que Lula vem fazendo, formando uma grande aliança para reconstruir o Brasil. Edvaldo, na verdade, só repete aquilo que virou mantra para a esquerda e que está derrubando muita gente desavisada, meio esquecida da patuscada promovida por eles no país e aqui no Acre também. Parece prosaísmo, mas né não. Eles estão levando isso a sério. É como se a esquerda fosse a mulher que foi ao closet para trocar o vestido vermelho por um multicor para enganar o bêbado que está do lado de fora, lhe esperando.

Até que no Acre a esquerda não tem sido tão arrogante o quanto a gente sempre conheceu. Está conformada, ao que parece, com uma candidatura menos velha que seria com Jorge Viana (PT), ao acenaram para o médico Jenilson Leite (PSB), um pré-candidato cujo discurso é bem menos prepotente ao não falar em ‘reconstruir o Acre’. Lula, ao que parece, só tem feito escola para petistas e esquerdistas aloprados aparentemente com muitas saudades do poder, onde engordavam seus esquemas.

Arrogância na direita

Por outro lado, no campo mais à direita, onde estão ex-aliados do governador Gladson Cameli, há também certa empáfia. Nos bastidores tem notícias, inclusive, de ameaças a aliados de Cameli na hipótese de uma derrota dele.

Coração aberto

Vi hoje o governador Gladson Cameli abrir o coração ao colega Washington Aquino, em seu matinal na TV5, sobretudo em relação a operação Ptolomeu. “Estou há seis meses sem tomar a benção a meu pai”, disse.

Sobre o vice

Quanto a seu vice, o Major Rocha (MDB), Gladson foi lacônico: “Não quero nenhum contato com ele. Ele cuida da vida dele e eu vou cuidar da minha”.

Sem chantagem

Noutro momento da entrevista o Washington perguntou: – O senhor está sofrendo algum tipo de chantagem eleitoral? Ele respondeu: – Não, porque se o cidadão vier com essa conversa pra mim, eu digo: se candidate e deixe o povo decidir.

Calafate

Não será apenas a Lana Vaz (PSDB), com o pai na frente, o ex-vereador Raimundo Vaz, que explorará o Calafate. As eleições desse ano. Tem muitos outros candidatos montando tendas por lá, entre eles o médico Welber Lima. E com seus cerca de 60 mil votos, terá espaço para todos naquela comunidade.

Ciumeira

Jorge Moura, chamado no Acre de ‘Rei da Soja’, não causou ciúmes apenas a seu correligionário e pretenso vice, Fernando Lage, na chapa em que Moura figura como candidato a governador, ao se abraçar com o governador Gladson Cameli no lançamento da Expoacre 2022. Gerou ciúmes noutro grande produtor de soja, o Rayolando. “Eu que enfrentei o PT aqui, pra iniciar meu plantio. Me perseguiram. Depois o ‘rei da Soja’ é o Jorge Moura. Não tem problema, deixa ele ser”, disse o empresário a coluna.

Na disputa o Acre ganha

Na verdade, nessa disputa pelo título de ‘Rei da Soja’ quem ganha é o Acre. Está provado que essa cultura gera riqueza, muito emprego e renda em sua esteira. Tomara que entre mais gente nessa disputa.

Murchando

Jorge Moura revelou à Coluna que sua candidatura a governador praticamente foi por águas abaixo. Ele informa que não tem o apoio da família, que gosta muito do governador Gladson Cameli. “Você sabe que sem apoio da família é difícil, né?”, me falou. E é mesmo.

Perdeu o cabo eleitoral

A impugnação do ex-prefeito do Quinari, James Gomes, que iria disputar uma vaga na Aleac, “quebrou a perna” do prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (PL), que já tinha anunciado a dobradinha com o ex-gestor para apoiar a candidatura de sua esposa, a deputada estadual Meire Serafim, para a Câmara Federal. Agora, Mazinho busca um novo cabo eleitoral na terra do amendoim.

Homenagem no Juruá

Nesta quarta-feira, 11, a Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul realiza sessão solene para homenagear os jornalistas que atuam no Juruá. O prêmio, criado por força de uma Lei municipal, agracia os profissionais que se destacaram na profissão nos últimos 12 meses. O presidente da Associação dos Comunicadores do Juruá, João Dias, coordena o evento.

Não perdeu o povo

“Aqui o governador não perdeu o povo. As pessoas adoram ele aqui”. Do ex-vereador de Brasileia, Joelson Pontes, questionado sobre as lideranças que Gladson Cameli teria perdido na região, com a saída do MDB e do PROS de sua base.

Está lá

A rigor, Gladson Cameli está no Alto Acre por todo o dia de hoje, em vários eventos em Brasileia e Epitaciolândia. Amanhã vai para Assis Brasil.

Sem substituto

No programa Tribuna Livre desta segunda-feira, 10, na TV Rio Branco, canal 8.1, o deputado federal Flaviano Melo (MDB) disse que quem não cresceu dentro do MDB foi porque não quis e citou o exemplo da ex-deputada estadual Eliane Sinhasique, ao ser questionado se vai morrer e não vai criar uma nova liderança dentro da sigla.

Nota única

Tem gente dentro do grupo do senador Sérgio Petecão (PSD) acreditando que ele ganha o Governo, mesmo com a campanha de uma nota só, por meio da qual acusam Gladson Cameli de mentiroso. É o dia inteiro repetindo essa frase. E ninguém pode duvidar do estrago que isso pode fazer. Política é assim.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas