Connect with us

CULTURA

Feira cultural reúne culturas indígenas e afro brasileira em terreiro de Umbanda em Rio Branco

Publicado

em

Assessoria / Fotos: James Maciel

Proporcionar a troca de experiências, promover cultura e conhecimento estão entre os pilares do projeto de integração e fortalecimento das culturas indígenas e afro brasileira: “Medicinas da Floresta e Saberes Ancestrais”, desenvolvido pela Tenda Umbanda Luz da Vida.

Em curso da segunda edição do projeto, a Tenda Luz da Vida realiza neste sábado e domingo, 28 e 29, uma feira cultural e vivência espiritual com o povo Shanenawa, da Aldeia Morada Nova, de Feijó. Os eventos serão realizados no próprio terreiro Luz da Vida, em Rio Branco, que fica situado na Estrada do Quixadá, quilômetro 6, Ramal Belo Horizonte, n. 380.

A novidade desta edição é a feira cultural, que dispõe de uma programação das 14 às 17 horas de sábado. Além de apreciar e poder comprar artesanatos indígenas, artigos religiosos e desfrutar da culinária acreana, os visitantes vão partilhar das danças, cantos e saberes dos Shanenawa.

A feira é aberta à comunidade. “A feira apresenta a cultura do povo Shanenawa e da Umbanda, levando alegria e conhecimento sobre a nossa ancestralidade que vem muito dos povos indígenas. Queremos proporcionar um olhar de solidariedade às lutas dos povos indígenas, que são a fonte dos nossos ancestrais”, explica a Mãe Marajoana de Xangô, dirigente da Tenda Luz da Vida.

Vivência espiritual

No período da noite, a programação o projeto Medicinas da Floresta e Saberes Ancestrais promove a vivência espiritual com as medicinas das florestas: ayahuasca, rapé, sananga e vacina do sapo (kambo), pintura corporal e defumação de ervas.

A atividade inicia às 20 horas e se estende até ao amanhecer do domingo, 29. A vivência é restrita apenas às pessoas que se inscreveram antecipadamente.

“Vamos realizar esse trabalho de cura com as nossas medicinas sagradas, um momento de muita alegria e amor”, observa a liderança indígena Vakaynu Shanenawa.

O que? Feira Cultural com o Povo Shanenawa
Onde? Tenda de Umbanda Luz da Vida
Quando? 28 de agosto (sábado), das 14 às 17 horas

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CULTURA

Antologia Reminiscências contempla mais de 70 escritores acreanos

Publicado

em

Por

Ascom/FEM

Elaborada a partir de um projeto da Câmara Temática de Literatura de Rio Branco, entidade ligada ao Sistema Municipal de Cultura, gerido pela Fundação Garibaldi Brasil (FGB), foi lançada esta semana a antologia Reminiscências.

Aprovada na primeira fase do edital da Lei Aldir Blanc, a proposta foi executada pelo governo do Estado do Acre, por meio da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM).

Visando promover a publicação de obras literárias no estado e incentivar a leitura e a escrita, a publicação contemplou 71 escritores acreanos.

Ao todo, foram impressas mil cópias da obra, sendo 700 distribuídas entre os escritores, como pagamento de direitos autorais, e 200 à FEM, instituições de educação e ensino do estado e espaços de leitura. As outras cem são destinadas aos organizadores da obra.

A proposta foi trazer à tona o nome de escritores acreanos, desde aqueles que nunca haviam publicado até os que já possuíam publicações.

Em abril de 2021, a Câmara Temática de Literatura lançou o I Prêmio Florentina Esteves de Poesia, Contos e Causos, que teve como resultado o I Festival Literário de Poesias, Contos e Causos, realizado em dezembro.

Os dois eventos contaram com a representatividade da escritora e produtora cultural Kelen Andrade e do escritor e também produtor Alessandro Gondim, e culminaram  na elaboração da antologia, em que todas as obras inscritas participam.

Sobre o Prêmio Florentina Esteves

O Prêmio Florentina Esteves de Literatura foi a primeira premiação acreana que homenageou uma mulher. Florentina, falecida em 2018, foi uma escritora, romancista e educadora que dedicou parte de sua vida à educação e cultura acreanas, sendo a primeira professora graduada do estado e secretária de Educação do Acre na década de 1960.

Além disso, em sua trajetória, também destacou-se como membro da Academia Acreana de Letras.

Já o festival contou com apresentações artísticas e a entrega de certificados para os vencedores.

O projeto

O projeto teve início com as inscrições em abril de 2021 e em 28 de dezembro realizou o Festival Literário de forma presencial, contando com apresentações artísticas e homenagens.

Buscou-se  premiar três autores por categoria, totalizando nove premiações em dinheiro. Uma das características marcantes do projeto é que uma de sua categorias é o causo acreano,  gênero literário típico na região.

Para Kelen Andrade, “foi um projeto que atingiu todo o estado, pessoas que nunca publicaram conseguiram pela primeira vez, além de empregar profissionais de várias áreas editoriais e artistas de outros segmentos”.

Continue lendo

CULTURA

No Acre, curta-metragem “Cabeça de Vento” caça talentos infantis para contracenar

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Um menino (Francisco) que embarca numa grande aventura em busca do único meio de transporte da família. Esse é um pequeno enredo do curta-metragem “Cabeça de Vento” que vem sendo produzido no Acre, em formato 4k, com temática infantil, e que busca para o seu casting, crianças e adolescentes que desejam ter experiência de atuação. 

Ao AcreNews, o produtor e cineasta Ney Ricardo conta que o curta tem 16 minutos de duração e que vai retratar a vida de crianças e adolescentes que vivem nas periferias de Rio Branco com destaque às brincadeiras como bola-de-gude, pepetas (pipas), manja no Rio e outras. Aborda ainda que apesar do avanço da tecnologia, essas brincadeiras continuam em evidência em dezenas de bairros da capital acreana.

“Essas são brincadeiras infantis populares que ainda se mantêm nas periferias de Rio Branco, embora tenham ocorrido mudanças impulsionadas pelos avanços tecnológicos que as substituem pela televisão, pelo celular, por jogos eletrônicos e pelo computador. Como também resistem ao processo de insegurança generalizada no país, onde as calçadas, campinhos de futebol e pracinhas deixam de ser locais de divertimento infantil”, comenta.

O produtor explicou como o curta-metragem vai ser divido. “A estrutura do curta tem como referência a teoria dos três Atos de Syd Field. No Ato I, temos a apresentação do protagonista. No Ato II, temos o desenvolvimento da trama e, no Ato III, o clímax da história, ou seja, o seu desfecho. Temos como dispositivo dramático o sumiço da bicicleta do pai do protagonista, que impulsiona a história a seguir em frente, com várias investidas para encontrar a bicicleta. Isso é mostrado numa abordagem envolvente, criativa e original”, explica o cineasta.

Para realizar o curta-metragem, a produtora busca atores mirins (meninos, meninas e adolescentes) para participar do filme. Quem estiver interessado deve enviar fotos e vídeos para o e-mail da produção: castingcabecadevento@gmail.com ou entrar em contato pelo telefone (68) 99237-9780.  A seleção é destinada às crianças entre 8 e 14 anos e vai até o dia 15 de janeiro.

“Primeiro, o projeto será apresentado para os pais. Depois as crianças vão participar de uma preparação, essa ocorrerá no dia 18 de janeiro e vai até o dia 04 de fevereiro. A seleção será feita por mim. E um dos requisitos que a gente pede aos pais, principalmente os adolescentes de 12 anos é que leve a Carteira de Vacinação comprovando que tomou a dose da vacina contra a Covid-19. Será um prazer imenso tê-los conosco nessa aventura”, concluiu.

Continue lendo

CULTURA

Em projeto aprovado pelo Governo, cantor Tony Ferreira sai em caravana pelo Acre homenageando cantores da terra e AcreNews acompanha

Publicado

em

Por

O cantor Tony Ferreira, conhecido por interpretar da bossa nova ao funk, passando pelas baladas românticas, juntamente com sua equipe e toda produção, está na estrada, literalmente. Ele partiu para o vale do Juruá, onde vai realizar shows em Cruzeiro do Sul. De lá volta para Feijó. O projeto, aprovado pelo Governo do Estado, tem objetivo de homenagear cantores acreanos já falecidos. Segundo ele, esses homenageados merecem muito mais de que o esforço do desafio da logística de levar um show desse porte aos municípios mais distantes.

Nesta segunda feira, 10, depois de um reforçado café da manhã e uma oração pedindo proteção a Deus no desafio dessa missão, saíram por volta das 06:50hs com destino Cruzeiro do Sul, onde se apresentam neste dia 11, terça feira.

Na viagem longa e demorada dado as condições da estrada em certo ponto, enfrentaram blitz, pausa para o almoço, tudo isso tendo que controlar a ansiedade, que foi compensada com esse belo pôr do sol na chegada de Cruzeiro do Sul.  À noite, saborear as delícias da cidade na Praça Central. A viagem segue hoje, agora de volta para Feijó. Vamos acompanhar.

Equipe do projeto “Acreanos Inesquecíveis”

Tony Ferreira – Interprete e coordenador

Leonel Granjeiro – Teclado e arranjos

Andrea Cardoso – Produção e direção artística

Zezinho – Violão

Cris Nagila – Vocal

Deivesson – Assessor e produtor do diário de bordo

Apresentação Nilda Dantas

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia