Connect with us

POLÍTICA

Gladson Cameli se reelegeria em qualquer cenário se as eleições fossem hoje, diz pesquisa encomendada pela Fieac

Publicado

em

O governador do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), se reelegeria em qualquer cenário – e com certa folga – se as eleições fossem hoje. Isso é o que diz pesquisa encomendada pela Federação das Indústrias do Acre. Gladson também é muito bem avaliado quando as pessoas são perguntadas sobre o comportamento dele diante da pandemia, entre outras coisas.

Segundo o Instituto Data Control, contratado pela Federação, foram ouvidas 1.203 pessoas dos dias 11 a 20 de junho, obedecendo critérios rígidos de avaliação, como distribuição por sexo, idade e extrato social. A pesquisa também revela a situação do presidente Jair Bolsonaro e dos senadores do Acre.

Veja todos os detalhes do levantamento no gráfico a seguir:

Fonte: Data Control/Fieac
Fonte: Data Control/Fieac
Fonte: Data Control/Fieac

Para acessar a pesquisa completa, clique aqui.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Bolsonaro se filia ao PL e fala a Costa Neto sobre sua candidata a senadora no Acre, Márcia Bittar

Publicado

em

Por

O presidente Jair Bolsonaro acaba de se filiar ao PL, um dos maiores partidos do Brasil. Em sua fala, citou os principais nomes com os quais conta nos estados, entre os quais o senador Márcio Bittar (PSL), sobretudo para ocuparem vagas no Senado, a partir de 2023. É que, antes de oficializar sua filiação, Bolsonaro condicionou apontar nomes pelo Brasil para a disputa do Senado e um deles é o da ex-mulher de Bittar, a professora Márcia Bittar.

Ao AcreNews o senador Márcio Bittar pediu cautela até na divulgação do ato em função de as coisas ainda estarem muito indefinidas no Acre. É que o PL no Estado tem duas forças em seu comando atual, a ex-deputada federal Antônia Lúcia e a atual deputada Mara Rocha. “Eu tenho muito respeito pela Mara Rocha e não vamos nos precipitar. Quero fazer tudo combinado com ela”, disse o senador, que sonha e trabalha para unir o maior número de partidos, inclusive, apoiando a reeleição do governador Gladson Cameli (Progressistas), que tem a simpatia de Bolsonaro.

Com a ida de Bolsonaro para o PL, a sigla deverá ser controlada no Acre por Bittar, passando ele a ser o líder de um dos maiores conglomerados de siglas dos últimos tempos no Acre. Quanto a isso ele pede cautela. “Vamos por partes. Vamos conversar para ver como ficam as coisas aí no Acre”, disse, cauteloso.

Continue lendo

POLÍTICA

Prefeitos Mazinho Serafim e Fernanda Hassem vão dar abono aos professores, mas ainda não sabem o valor

Publicado

em

Por

Os prefeitos de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), e de Brasileia, Fernanda Hassem (PT), estão trabalhando com suas equipes das finanças para anunciar até semana que vem um abono que pretendem dar aos professores, antes do final do ano. Ambos têm as contas de suas prefeituras saneadas, mas ainda não podem falar em valores.

A prefeita de Brasileia disse ao AcreNews que está ansiosa para anunciar o valor, mas só fará isso depois que encerrar as contas que está fazendo. “Não posso ser irresponsável. O que eu anunciar eu vou cumprir”, disse. Ela tem na rede municipal 270 profissionais da Educação para contemplar.

Em Sena Madureira o prefeito Mazinho Serafim também tem as contas em dia, mas ainda está em fase de estudo para poder anunciar o quanto poderá dividir entre a categoria. “O importante é que vamos dar o abono”, disse ele ao AcreNews.

Continue lendo

POLÍTICA

Major Falcão diz que prefeitura se prepara para agir preventivamente em caso de alagamento

Publicado

em

Por

Dircom

O período de chuvas na região também conhecido ‘inverno amazônico’ iniciou há poucos dias, mas já se mostra rigoroso, com chuvas intensas nos meses de outubro e novembro.

Segundo o major Cláudio Falcão, coordenador municipal da Defesa Civil, acende um sinal de alerta para a Prefeitura de Rio Branco, já que a cada inverno há uma preocupação adicional para o Município que precisa socorrer as pessoas afetadas pelas cheias dos rios.

“O período invernoso chegou bastante forte com chuvas se apresentando acima da média e em dezembro não será diferente. O impacto ainda não é mais severo porque, em Rio Branco, havia um déficit hídrico, mas a partir de agora com o solo já encharcado as águas cairão diretamente para dentro dos rios, aumentando seus níveis. Não descartamos a possibilidade de transbordamento já para o mês de dezembro”, alertou Falcão.

O coordenador da Defesa Civil ressaltou que 73% das inundações na cidade acontecem em fevereiro e as pesquisas do órgão indicam transbordamento acima da cota para 2022, podendo atingir a marca dos 16 metros. Isso ocorrendo poderá alcançar entre 24 e 29 bairros o que significa milhares de pessoas afetadas.

Por orientação do prefeito Tião Bocalom a Defesa Civil elaborou um plano de contingência que será apresentado, em breve, aos secretários municipais e ao prefeito indicando as ações necessárias para ajudar a população.

Técnicos da Defesa Civil já iniciaram um trabalho de campo, visitando os bairros suscetíveis aos desastres naturais e com maiores impactos nos alagamentos, visando uma pronto-resposta mais eficiente e célere em caso de intervenção da prefeitura.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia