Connect with us

GOSPEL

Pastores e outros líderes religiosos do Acre comemoram reabertura das Igrejas

Publicado

em

Evandro Cordeiro

O ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), surpreendeu o Brasil e a comunidade evangélica ao liberar a realização de missas e cultos religiosos em todo o Brasil. A decisão foi publicada neste sábado, 3, e foi dada no pior momento da pandemia. Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil ultrapassou neste sábado a marca de 330 mil mortes por covid-19. Apenas nas últimas 24 horas, 1.987 pessoas morreram da doença.

Na decisão em caráter liminar (provisório), o ministro aponta que Estados e municípios não podem editar normas que proíbam completamente celebrações religiosas presenciais como medida de enfrentamento à pandemia. A liminar ainda terá que ser analisada pelo plenário do Supremo, mas ainda não há data marcada para o julgamento.

Grandes aglomerações, como festas e cultos religiosos, são apontados por infectologistas como ambientes propícios à transmissão do coronavírus.

Independente da opinião desses órgãos e autoridades, a decisão foi comemorada no Acre.

VEJA A OPINIÃO DE PASTORES ACREANOS

Carlos França, Tenda dos Milagres, em Plácido de Castro

“Resposta de Deus para nosso clamor. Estamos combatentes. A igreja com liberdade de cultuar a Deus vai estar contribuindo no combate ao coronavírus. Felizmente Deus levantou esse ministro. Estamos contentes. Creio que muita coisa vai mudar, porque a luta contra o vírus é uma luta espiritual. A igreja precisa de liberdade para entrar em campo no combate contra a esta peste”.

Paulo Oliveira, Igreja Profética Remidos de Cristo, bairro Areal, segundo distrito de Rio Branco

“A minha opinião é que as igrejas não poderiam ser fechadas por que elas são essenciais. As pessoas procuram refúgio nelas tanto na vida espiritual como na vida física”.

Luiz Gonzaga, Igreja Assembleia de Deus Rio Branco

“Acabei de chegar da Igreja. Creio ter sido uma decisão justa, primeiro porque defendo ser a Igreja atividade essencial, em segundo lugar, na minha opinião não tem qualquer embasamento jurídico governadores e prefeitos fecharem as Igrejas, e em terceiro lugar, na minha opinião o isolamento não é solução para o problema que aí está”.

Lázaro Lemes, Igreja Assembleia de DEUS Custódio Freire, Rio Branco

“Entendo que a decisão de Nunes foi muito oportuna porque a suspensão dos cultos e missas não somente fere o direito fundamental à liberdade religiosa, mas também entendemos que as igrejas sempre exerceram um papel essencial, tanto social, psicológicos e mormente espiritual, em tempos de pandemia ou grandes crises sociais. Ademais as igrejas têm todo o cuidado necessário para restringir o contágio do Coronavírus”.

ANTÔNIA LÚCIA, Rádio Boas Novas

“Gostaria que as igrejas evangélicas, católicas e outras, nunca fechassem   suas portas, a não ser pela volta de Jesus. A ciência humana explica esse problema de forma estudada em pesquisas laboratoriais. Nós que cremos em um Deus do “impossível”, acreditamos ser muito importante as denominações cristãs permanecerem com suas portas abertas, mesmo que pareça desrazoável ao olhar humano. Se o povo de Deus se conscientizasse das precauções e necessidade de cuidado rigoroso, acredito que posso dizer que o ministro Nunes acertou e fez bem.”

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GOSPEL

Hoje tem “Vigilhão carruagem de fogo” no monte Casa do Oleiro, próximo a Uninorte

Publicado

em

Por

A partir das 23h deste sábado, 24 de julho, os crentes que apreciam um reteté tem uma extraordinária opção, a vigília carruagem de fogo. Ela acontece no monte Casa do Oleiro, próximo à faculdade Uninorte.

Continuar lendo

GOSPEL

UDV: há 60 anos um marco de progresso e equilíbrio para a humanidade

Publicado

em

Por

Há exatos 60 anos, no dia 22 de julho de 1961, em meio à Floresta Amazônica, na fronteira entre dois países, o Brasil e a Bolívia, se originou a União do Vegetal, sendo o resultado do pensamento de um seringueiro, denominado José Gabriel da Costa, que tinha como um de seus objetivos auxiliar o desenvolvimento espiritual de seus discípulos por meio do uso do Chá Hoasca, feito de duas plantas amazônicas: o cipó Mariri e as folhas de Chacrona.

Na continuidade dos trabalhos, José Gabriel da Costa, conhecido como Mestre Gabriel, desenvolveu atividades religiosas distribuindo este chá, inicialmente para sua família: a esposa Raimunda Ferreira da Costa (Mestre Pequenina) e seus filhos; bem como para alguns seringueiros e, posteriormente, para outras pessoas na cidade de Porto Velho (RO), onde foi residir com a família, em 1965. No ano de 1971, a UDV se organiza no Centro Espírita Beneficente União do Vegetal.

Tendo como símbolo, em seu sacramento, a Luz, a Paz e o Amor, a União do Vegetal é uma religião com fundamento cristão e crença na reencarnação, contando, atualmente, com mais de 22 mil associados, existente em 11 países. Desenvolve também trabalhos de apoio à sociedade por meio de diversos Departamentos alocados em sua Diretoria Geral, que trata do aspecto material do Centro. Apoia ainda a preservação do meio ambiente por intermédio da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico, entidade parceira da UDV.

A União do Vegetal vem, ao longo dos anos, sendo reconhecida pelas autoridades, portando o título de utilidade pública federal pelos serviços de beneficência prestados à sociedade em geral, numa demonstração clara de que os ensinos de Mestre Gabriel auxiliam os seus discípulos a se conduzirem no caminho do bem.

Ao inteirar 60 anos, a União do Vegetal traz em sua trajetória a presença deste Guia Espiritual, Mestre Gabriel, dos Mestres da Origem desta Sagrada Obra e de todas as pessoas que trabalham para que a UDV continue sendo um marco de progresso e equilíbrio para a humanidade.

Por udv.org

Continuar lendo

GOSPEL

Cantor Jota Neto e preletor Carvalho Júnior confirmam presença em Vigilhão dia 31

Publicado

em

Por

O pastor Mayco Gomes anunciou hoje pelas redes sociais que o cantor Jota Neto e o preletor Carvalho Júnior confirmaram presença no Vigilhão Reconstruindo Vidas, o primeiro de 2021.

O evento acontecerá no Centro de Recuperação Reconstruindo Vidas, na estrada do Irineu Serra, dia 31 de julho, a partir das 21h.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia