Connect with us

ACRE

Governo federal amplia orçamento para fazer censo em 2022 e concurso para o IBGE

Publicado

em

O Governo Federal vai ampliar o orçamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística para a realização do Censo Demográfico 2022 e, consequentemente, do concurso IBGE.

A informação foi dada, na última quinta-feira, 14, ao Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da Advocacia-Geral da União (AGU).

A pesquisa, que estava marcada para 2020, foi cancelada devido à pandemia de Covid 19. Neste ano, no entanto, por falta de recursos, o Congresso decidiu cortar 90% da verba para a realização do Censo.

Diante da redução, em maio deste ano, o STF decidiu que o Poder Executivo, em articulação direta com o Congresso Nacional, deveria assegurar “os créditos orçamentários suficientes para a realização do Censo Demográfico”.

Já em agosto, ao enviar o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022, o Governo reservou R$2 bilhões para a realização do Censo. No entanto, segundo o Instituto, este valor não seria suficiente.

Para garantir o orçamento, o STF pediu explicações ao IBGE e ao Governo Federal, decidindo este último por aumentar a verba por meio de uma proposta a ser enviada ao Congresso Nacional.

“A União, por intermédio do Ministério da Economia, procederá ao encaminhamento de ofício ao Congresso Nacional, com pedido de ampliação do orçamento do IBGE, no valor de R$292.907.087, mediante emenda ao PLOA 2022”, diz o ofício encaminhado ao Supremo.

Concurso IBGE tem cronograma extraoficial

O Censo Demográfico 2022 terá início no dia 1º de junho do ano que vem. A confirmação foi feita pelo presidente do Instituto, Eduardo Rios Neto, em setembro. A data permite prever o cronograma do concurso IBGE.

“O teste em Paquetá é um marco inicial para uma série de outros testes que preparam o início da coleta do Censo ano que vem, em 1º de junho de 2022“, disse o presidente do IBGE, Eduardo Rios Neto.

No entanto, para a realização da pesquisa, o Instituto precisa concluir a seleção que, desde abril, segue suspensa. Na ocasião, foram abertas mais de 204 mil vagas temporárias.

Com o edital suspenso, os inscritos aguardam um novo cronograma e, com a realização do Censo em junho do ano que vem, já é possível prever as próximas etapas para a conclusão do processo.

Neste caso, com a pesquisa ocorrendo em junho de 2022, o concurso precisa ser concluído até o final de março do ano que vem, ou seja, dois meses antes do início dos trabalhos.

O processo segue a lógica do edital suspenso, que tinha resultado previsto para maio e pesquisa a partir de agosto deste ano.

Além disso, as provas devem ocorrer até fevereiro do ano que vem. Esse seria o prazo limite, considerando que o IBGE trabalhou, no último edital, com uma diferença de, aproximadamente, 30 dias entre as provas e o resultado final (abril e maio, respectivamente).

Por outro lado, caso as inscrições sejam reabertas, isso deverá ocorrer até dois meses antes das provas, sendo assim, em dezembro deste ano.

Confira abaixo o cronograma suspenso deste ano e o extraoficial, a partir da realização do Censo em junho

Cronograma suspenso

Inscrições: recenseador (23/02 a 19/03) e agentes (19/02 a 15/03);

Provas: recenseador (25/04) e agentes (18/04);

Resultado final: 27 de maio de 2021;

Início da Pesquisa: 31 de agosto de 2021.

Cronograma extraoficial

Inscrições: entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022;

Provas: em janeiro ou fevereiro;

Resultado final: até março de 2022;

Início da Pesquisa: 1º de junho de 2022.

As datas confirmam a previsão dada em junho, mas não confirmada até o momento pelo IBGE. Conforme matéria do Estadão/Broadcast, publicada na época, o Instituto deve reabrir as inscrições.

O cronograma extraoficial traz essa possibilidade entre os dias 1º e 23 de dezembro deste ano, com provas previstas para os dias 23 e 30 e janeiro de 2022. Os resultados da seleção seriam divulgados em 3 e 8 de março.

A reportagem questionou o IBGE sobre as datas reveladas, mas o Instituto ainda não confirma essas informações, ressaltando que, neste momento, “está se reorganizando para o Censo Demográfico a ser realizado em 2022”.

Resumo sobre a seleção

Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Cargos: agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador

Vagas: 204.307 vagas temporárias

Requisito: níveis fundamental e médio

Remuneração: a partir de R$2.158

Bancas: Cebraspe

Status: adiado para 2022 (suspenso)

Concurso IBGE oferece mais de 204 mil vagas

Publicados no dia 18 de fevereiro, por meio do Cebraspe, os editais do concurso IBGE 2021 contam com mais de 204 mil vagas temporárias, nos cargos de: agente censitário municipal (ACM) – 5.450 vagas; agente censitário supervisor (ACS) – 16.959 vagas; e recenseador – 181.898 vagas.

As inscrições terminaram nos dias 15 (agentes) e 19 (recenseador) de março deste ano. As vagas foram destinadas a candidatos com níveis fundamental (recenseador) e médio (agentes).

Os aprovados, nos cargos de agente, teriam ganhos de R$2.100 (municipal) e de R$1.700 (supervisor). Os valores ainda poderiam chegar a R$2.558 e R$2.158, respectivamente, com o auxílio-alimentação de R$458.

No caso do recenseador, os ganhos seriam por produção. No site do IBGE era possível simular a remuneração.

As provas seriam realizadas nos 26 estados, além do Distrito Federal, com a seguinte distribuição entre os cargos:

Agentes – 60 questões

Língua Portuguesa (dez);

Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);

Ética no Serviço Público (cinco);

Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e

Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador – 50 questões

Língua Portuguesa (dez);

Ética no Serviço Público (cinco);

Matemática (dez); e

Conhecimentos técnicos (25).

Com informações de Folha Dirigida.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Até o fim do ano primeira etapa da reforma do Parque da Maternidade será inaugurada

Publicado

em

Por

Agência AC

Com investimento de R$ 2 milhões, o Parque da Maternidade, em Rio Branco, passa pela maior revitalização já realizada nos últimos 19 anos. O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), segue em ritmo acelerado com o andamentos das obras de reforma do espaço público.

Governo do Acre investe R$ 2 milhões na reforma do Parque da Maternidade, na capital. Obras seguem em ritmo acelerado. Foto: Jean Lopes/Seinfra

O parque passa por uma série de intervenções, que contempla o recapeamento de ruas e ciclovias, manutenção de calçadas, reforma dos quiosques, parques infantis e quadras poliesportivas, pintura, repaginação dos pórticos, instalação de novos postes e modernização da iluminação.

Nesta quarta-feira, 8, o titular da Seinfra, Cirleudo Alencar, inspecionou os trabalhos que estão sendo feitos no local. De acordo com o gestor, a primeira etapa da reforma, que abrange desde o Terminal Urbano Central até o Skate Park, será entregue ainda este ano.

Cirleudo Alencar, secretário de Infraestrutura, confirmou entrega da primeira etapa de revitalização do espaço público até o fim de 2021. Foto: Jean Lopes/Seinfra

“Essa foi uma determinação do governador Gladson Cameli e estamos trabalhando arduamente para que a população seja beneficiada com essa importante obra o mais breve possível. A grande novidade será a reinauguração da Concha Acústica, onde realizaremos um culto ecumênico para celebrar esse momento”, explicou.

Ernande Negreiros Costa elogiou o zelo do governo acreano com o patrimônio público. “O canal estava precisando dessa reforma. Estamos vendo o trabalho sendo feito e isso é muito importante para quem passa por aqui, além de deixar a nossa cidade mais bonita”, disse.

Ernande Negreiros elogiou o zelo do governo do Estado com o patrimônio público. Foto: Jean Lopes/Seinfra

Com sete quilômetros de extensão, o Parque da Maternidade é referência para a prática de esportes e atividades físicas ao ar livre. Por causa de suas calçadas e ciclovias, é bastante utilizado por trabalhadores. O local também é uma alternativa ao trânsito da capital acreana, principalmente em horários onde o fluxo de veículos é maior.

Continue lendo

ACRE

Gladson Cameli acaba de confirmar a volta da Azul Linhas Aéreas, agora com pelo menos um voo direto pra São Paulo

Publicado

em

Por

O governador Gladson Cameli (Progressistas) acaba de confirmar que a empresa Azul Linhas Aéreas vai voltar a operar no Acre. O voo, segundo o governador, será possivelmente entre Rio Branco e Campinas, um polo de distribuição de passageiros. O encontro com a direção da empresa aconteceu agora há pouco em Brasília.

Atualmente, apenas LATAM e Gol operam no Acre. Com a vinda da Azul a possibilidade de diminuição no valor das passagens aumenta consideravelmente.

Continue lendo

ACRE

Rio Branco, Boa Vista e Porto Velho não definiram sobre cancelamento da festa de Réveillon

Publicado

em

Por

 Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Rio Branco (AC), Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR) seguem indefinidas quanto ao cancelamento da festa de Réveillon. Até o momento, de acordo com levantamento divulgado nesta semana, 24 capitais já anunciaram que não terão festas de Ano Novo.

Tradicionalmente, a maior parte das capitais realiza, no dia 31 de dezembro, celebrações que contam com shows e queima de fogos promovidos pelos respectivos Governos ou Prefeituras, porém, a chegada de 2022, na maioria das cidades brasileiras, será sem as festanças. 

O motivo para os cancelamentos são os novos casos de Covid-19 que vem aumentando no país, bem como o surgimento da variante ômicron, além do registro da quarta onda da pandemia na Europa.

Até o momento, as capitais que deixam de realizar festas são Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Vitória (ES), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Goiânia (GO), Natal (RN), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Aracaju (SE), Recife (PE), João Pessoa (PB), Palmas (TO), Teresina (PI), Belém (PA), Maceió (AL), Macapá (AP), São Luís (MA), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC). Brasília, a capital federal, também não fará evento.

Sobre a capital acreana, o AcreNews entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura e fomos informados de que a decisão sobre o cancelamento ou não do evento vai ser anunciada ainda nesta semana.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia