Connect with us

ACRE

No Bujari, professora cria e imprime gratuitamente currículos para jovens que buscam emprego

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Arquivo Pessoal

Vem do município do Bujari, interior do Acre, um exemplo de voluntariado e acima de tudo de empatia por meio de uma iniciativa simples, mais de grande ajuda.  A funcionária pública Ana Paula Diniz (41) iniciou um trabalho de elaboração e impressão de currículo para jovens desempregados que buscam um emprego. A pessoa pode imprimir até cinco cópias gratuitamente ou solicitar, via WhatsApp, a versão digital do documento.

A iniciativa começou neste mês e até o momento, 50 pessoas buscaram ajuda. Na cidade, não existem espaços públicos de inclusão digital e a maioria dos jovens não possuem acesso a um computador com internet e impressora. O cenário de dificuldade fica ainda mais complexo devido à crise sanitária do novo coronavírus e os efeitos na economia. O Bujari possui um índice considerado de desemprego, com a impressão e confecção gratuita dos documentos, para quem não tem um trabalho, cada centavo conta muito no final do mês.

“Tenho recebido inúmeras mensagens de pessoas que por algum motivo estão desmotivadas em buscar um emprego. Por não ter experiência profissional ou cursos profissionalizantes, formação acadêmica ou outras coisas que ocorreram devido à crise econômica e sanitária que estamos vivendo, onde muitos estão sem condições de buscar oportunidades profissionais por falta até de um currículo impresso. E por isso estou me colocando à disposição”, conta Diniz ao AcreNews.

Ana Paula relata que a iniciativa também foi uma forma de lembrar-se do passado, dos tempos da escola quando o acesso a computadores não existia. Ela também enaltece o poder que tem o currículo impresso/digital na busca pelo emprego e das pequenas ações de dignidade numa comunidade tão carente.

“Na época de estudante não tinha dinheiro para fazer a impressão, nem tão pouco tinha acesso a computadores em casa (…) por isso eu lembrei como é difícil, por exemplo, para um jovem que não tem condições de ter um computador, de imprimir, uma folha. Como já senti na pele essa sensação, acredito que é uma forma de também abrir oportunidade para quem não tem, assim como não tive no passado (…) Sei o poder do currículo, tem gente dizendo que não tem nada para colocar, aí com uma simples conversa a pessoa encontra vivência que representa muito na contratação”, relata.

A funcionária pública pretende, muito em breve, prestar consultoria através da plataforma Google Meet. O projeto, que também será gratuito, está na fase de elaboração. Enquanto não é implementado, a boa ação através da elaboração e impressão dos currículos continua.

“Será sobre a criação de um currículo. Dicas para participar de entrevistas e ainda a importância das redes de compartilhamento de conhecimento. Orientação e construção de um currículo estratégico e atrativo para o mercado de trabalho ou recrutador; Quais são as informações importantes que devem constar e como apresentá-las; Modelos e estrutura de currículos; Como valorizar as suas experiências e potencializar os pontos fortes. Para mais informações basta entrar em contato pelo número (68) 98413-0749”, conclui.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Para frear praga, Ministério coloca o Acre em quarentena e proíbe transporte de frutos e plantas

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O território do Acre foi posto em quarentena pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a praga Moniliophthora roreri (Monilíase do Cacaueiro), detectada pela primeira vez no Brasil em área urbana do município de Cruzeiro do Sul (AC). A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta quinta-feira (5), por meio da Portaria nº 372/2021 assinada pelo Secretário, José Leal.

Fica então proibido, com a medida, o trânsito de materiais vegetais (frutos, plantas) hospedeiros da praga (espécies do gênero Theobroma e Herrania) provenientes de todo o estado para as demais unidades da federação.  Apesar do alarde, não há riscos de danos à saúde humana.

A monilíase é uma doença devastadora que afeta, principalmente, plantas do gênero Theobroma, como o cacau (Theobroma cacao L.) e o cupuaçu (Theobroma grandiflorum), causando perdas na produção e uma elevação nos custos devido à necessidade de medidas adicionais de manejo e aplicação de fungicidas para o controle da praga. No caso em questão, a doença foi encontrada em uma plantação urbana em Cruzeiro do Sul.

O Mapa alerta que “devido ao seu potencial de danos às culturas que atinge é de fundamental importância a notificação imediata de quaisquer suspeitas de ocorrência da praga nas demais regiões do país às autoridades fitossanitárias locais”.

Continuar lendo

ACRE

Mais de mil empregos são gerados com a execução de obras patrocinadas pelo Governo do Acre

Publicado

em

Por

Agência AC

O governo do Acre tem investido em obras de infraestrutura em todo o estado e, em consequência, proporcionado o aumento de emprego e renda na área da construção civil. Somente pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Desenvolvimento (Seinfra), cerca de 1.050 empregos diretos e indiretos foram criados em todos os municípios.

De acordo com o gestor da Seinfra, Cirleudo Alencar, as oportunidades de emprego na área da construção continuarão aumentando, visto que o governo tem uma extensa programação para a execução de novas obras. “A previsão das construções em todo o Acre também é movida pelo Programa de Estímulo à Construção Civil para Geração de Emprego e Renda, que prevê a criação de mais três mil empregos diretos”, destaca.

Estão em andamento as obras do Instituto de Meio Ambiente (Imac), em Rio Branco; a construção de poços artesianos em Tarauacá; a reforma do Hospital Abel Pinheiro, em Mâncio Lima; e a construção e reforma dos hospitais de Brasileia e de Manoel Urbano, entre outras. E as obras previstas são de reforma no Polo Naval, Parque Industrial, Colônia de Pescadores e a Avenida Mâncio Lima, em Cruzeiro do Sul, entre outras que ainda entrarão em processo de licitação.

O Ministério do Trabalho divulgou dados referente ao mês de junho do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e, conforme a publicação, o emprego no Acre continua em crescimento, tendo ofertado 967 novas vagas com carteira assinada.

Continuar lendo

ACRE

Gladson decreta ponto facultativo nesta sexta-feira, 6 agosto, Dia da Revolução Acreana

Publicado

em

Por

Agência AC

Em comemoração aos 119 anos da Revolução Acreana, celebrado nesta sexta, 6, o governo do Estado do Acre decreta ponto facultativo, por meio do decreto nº 7.613, de 31 de dezembro de 2020, que dispõe sobre feriados e pontos facultativos no calendário anual de 2021.

Nas unidades de Saúde do Estado, incluindo os serviços de atendimento médico especializado, serviços de apoio diagnóstico, de internação, centros cirúrgicos, UTIs e central de agendamento de cirurgias, os atendimentos não sofrerão alteração. Ficam os secretários de Estado e as demais autoridades administrativas públicas autorizados a convocar seus servidores por necessidade do serviço, dispensando da respectiva compensação os servidores que cumprirem horário nesse período.

As agências bancárias irão funcionar normalmente nessa sexta-feira.

Acre festeja 119 anos do início da Revolução Acreana

Motivo de orgulho e festa para os acreanos, o dia 6 de agosto marca o início da Revolução Acreana. Foi nesse dia, no ano de 1902, que o gaúcho Plácido de Castro começou a terceira tentativa de tornar o Acre um território independente. Estrategicamente, a data foi escolhida por ele, pois foi o mesmo dia em que a Bolívia comemora sua libertação do domínio espanhol.

Em comemoração aos 119 anos da Revolução Acreana, celebrado nesse dia 6 de agosto, o governo do Estado do Acre decreta ponto facultativo (Foto de arquivo histórico)

Plácido de Castro já havia lutado na Revolução Federalista, no Rio Grande do Sul, e estava no Acre como agrimensor. Quando iniciou sua luta pelo estado acreano, o gaúcho de 26 anos fez história com a seguinte frase: “Não é festa, é revolução!”.

O palco do começo da revolução foi o bairro Seis de Agosto, em Rio Branco, que também comemora seus 117 anos.

Apesar de a Revolução Acreana ser comemorada no dia 6 de agosto, a luta pelo território acreano e para torná-lo independente da Bolívia começou muito antes. A ocupação por brasileiros em terras acreanas, antes pertencentes à Bolívia, iniciou-se em meados de 1880. Logo, a quantidade de pessoas vindas de vários lugares do país alertou o governo boliviano.

O palco do começo da revolução foi o bairro 6 de agosto que também comemora seus 117 anos de criação em Rio Branco (Foto de arquivo histórico)

A Revolução Acreana começou de fato quando a Bolívia, no ano de 1899, estabeleceu-se no Acre e passou a cobrar impostos da borracha. A partir daí, começou a revolta brasileira.

Os combates duraram seis meses e terminaram em janeiro de 1903, com a assinatura do Tratado de Petrópolis, por meio do qual o Acre passou a ser reconhecido como parte do Brasil.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia