Connect with us

INTERIOR

Polícia Civil deflagra operação para coibir venda de anabolizantes sem receituário médico em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Ascom/PCAC

Nas primeiras horas desta segunda-feira, 02, a Polícia Civil, por meio do Núcleo da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) e da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), deflagrou a operação “Anabolic” em combate ao crime de venda de medicamentos sem prescrição médica.

As equipes de policiais civis cumpriram quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cruzeiro do Sul, foram cumpridos em pontos comerciais no shopping da cidade, e em bairros. O trabalho investigativo da equipe do núcleo Draco/Denarc durou cerca de 90 dias e identificou vários indícios da venda de anabolizantes sem a devida prescrição médica.

Durante o cumprimento dos mandados a polícia deram sequestro de um veículo, modelo HB20 e apreenderam computadores, anotações, celulares e material que estava sendo comercializado sem a devida documentação regulatória.

Todo material apreendido será encaminhado a análise pericial no sentido de colher elementos que subsidiará o inquérito policial investigativo. 

A prática criminosa está prevista no artigo 273 do Código Penal como crime hediondo. Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

Para o delegado Heverton Carvalho, a prática criminosa coloca em risco a saúde de quem faz uso dos anabolizantes sem a devida prescrição médica ou acompanhamento de um profissional em saúde.

“A prática criminosa coloca em risco pessoas que buscam ter um corpo escultural, jovens que desejam uma musculatura definida e finda se deparando com produtos que prejudicam a saúde e causando danos, que muitas das vezes, irreversíveis a saúde. A investigação da polícia judiciária vai continuar no sentido de coibir quaisquer que sejam as práticas criminosas”, declarou Heverton Carvalho.

O nome da operação, “Anabolic” faz referência ao termo em português “Anabólico” que vem do Anabolismo, que é um processo metabólico de construção de tecido muscular com consumo de energia. Como resultado, acontece produção e aumento de massa muscular.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

INTERIOR

Em Cruzeiro do Sul, presídio intensifica oferta de oficinas profissionalizantes visando diminuir a reincidência criminal  

Publicado

em

Por

Com 718 pessoas reclusas, em regime inicial fechado, o presídio Manoel Neri da Silva, em Cruzeiro do Sul, revela uma realidade alentadora para o sistema prisional. Desse total, pelo menos 62 dos que estão remindo (abreviando o tempo de cumprimento da pena privativa de liberdade pelo trabalho ou estudo) suas penas frequentam oficinas profissionalizantes de marcenaria, mecânica, horta, casa de farinha e dick, naquela unidade prisional. 

A constatação é do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), coronel Paulo Cézar Rocha dos Santos, que aproveitou sua estada no Vale do Juruá, nesta segunda-feira, 27, para a entrega do novo prédio do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), em Cruzeiro do Sul, e o lançamento do Projeto SUAT, para crianças e adolescentes daquela região, para realizar uma visita técnica ao presídio.

Na ocasião, o titular da Sejusp, ao parabenizar o diretor do presídio, Elves Barros, pelo trabalho ali desenvolvido, destacou a importância do trabalho para a ressocialização do apenado, asseverando que “as atividades laborais executadas na Unidade garantem uma porta aberta à liberdade com dignidade por meio do trabalho”.

Para a visita, o secretário Paulo Cézar esteve acompanhado do diretor de operações da Sejus, coronel Ulysses Araújo, do coordenador do Gefron, coronel a Glayson Dantas, e do coordenador da Sejusp no Juruá, coronel James Clei, que asseverou ser “esse trabalho de ressocialização bem forte em Cruzeiro do Sul”, debitando tal avanço “aos policiais penais e também ao Governo do Estado, que faz investimentos nas nossas unidades penitenciárias.”

“Geralmente esses presos não retornam para a unidade quando saem, eles voltam para seus familiares e são reintegrados de uma forma mais tranquila para a sociedade, procuram trabalho para sustentar a família”, completou o coronel James.  

Mais agenda

Ainda no vale do Juruá, o secretário de Segurança Pública também realizou visita técnica às obras de construção do Centro Integrado de Segurança Pública e Cidadania (CISPC), no município de Mâncio Lima, e da academia no 6º BPM, em Cruzeiro do Sul, que fazem parte do pacote de obras da Sejusp que estão em execução naquela região. 

Continue lendo

INTERIOR

Em Cruzeiro do Sul, Sejusp lança o Projeto SUAT, para atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade 

Publicado

em

Por

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Paulo Cézar Rocha dos Santos, conduziu, na manhã desta segunda-feira, 27, na cidade de Cruzeiro do Sul, na Escola Maria Lima, bairro Cobal, o lançamento do Projeto SUAT (Seja um Adolescente de Triunfo), componente do Programa Acre pela Vida, chancelado pela Sejusp, cujo objetivo é atender crianças e adolescentes, entre 12 a 15 anos, em situação de vulnerabilidade social, moradores de áreas de risco e demais voluntários que se encontrem dentro desta faixa etária.

Compuseram o dispositivo de honra, além do secretário Paulo Cézar, o diretor operacional da Sejusp, coronel Ulysses Araújo, o juiz de Direito titular da Vara da Infância e da Juventude, na Comarca, Marlon Machado, o coordenador da Sejusp, no Juruá, coronel James Clei, o coordenador do Gefron, coronel Glayson Dantas, o titular da Delegacia da Mulher em Cruzeiro do Sul, delegado Rômulo Carvalho, a tenente-coronel da PMAC, Silva Lima, o comandante do Colégio Militar Dom Pedro II/CZS, major Rômulo Barros, a diretora da Escola Maria Lima, professora Eliane Lopes da Silva, o secretário de Estado de Educação, Aberson Carvalho de Sousa, e a representantes da SEE, no Juruá, Ruth Bernadino. 

De acordo com o titular da Sejusp, “a iniciativa visa contemplar o desenvolvimento de cidadãos de bem, com atividades cívicas e morais, éticas, educativas, físicas, sociais e psicológicas serão apresentadas de maneira continuada, “no sentido de desenvolver um instinto natural nos jovens e adolescentes para a rápida distinção do certo e do errado, do bem e do mal, do lícito e do ilícito e suas consequências”.

Além disso, o secretário Paulo Cézar, durante o lançamento do projeto, ao contar um pouco de sua trajetória, lembrou da necessidade de resguardar essas crianças e adolescentes, “levando-os a uma vida digna, a partir da educação, do respeito aos pais, aos seus professores, e, principalmente, com Deus no coração, para afastá-los de qualquer atividade criminosa”, asseverou.  

A matriz curricular do projeto é composta por quatro áreas estratégicas de ensino, sendo elas a de Defesa Civil e Prevenção, de Formação Ética e Cidadã, de Desporto e de Generalidades, cujas disciplinas visam o repasse de conhecimentos imprescindíveis às jovens e aos adolescentes que se encontram em processo de formação cidadã. A coordenação do projeto está sob a responsabilidade dos representantes do Sistema Integrado de Segurança Pública – SISP, ativos e reservistas, com supervisão e o suporte da Coordenação da Sejusp na Regional do Juruá, que também auxiliará nas tratativas com os potenciais parceiros do projeto.

A meta da Sejusp, com o projeto, é atender 100 crianças e adolescentes, de 12 a 15 anos, por ano; reduzir a cooptação de jovens e adolescentes pelo crime; reduzir o número de jovens e adolescentes se envolvendo em atos ilícitos, mendigando ou prostituindo pelas ruas; diminuir a taxa de reprovação e evasão escolar; e formar 100 multiplicadores de conhecimentos e jovens aprendizes, a cada ano.

Continue lendo

INTERIOR

Após investigação iniciada em 2018, Polícia Federal realiza operação em Cruzeiro do Sul para combater fraudes em licitações

Publicado

em

Por

A Delegacia de Polícia Federal de Cruzeiro do Sul/AC deflagrou na manhã desta sexta-feira (24/06) a operação “Atlântida”, visando combater esquemas de fraudes em licitações e desvios de recursos público

Na operação policial, cerca de 60 policiais federais deram cumprimento em 16 (dezesseis) mandados de busca e apreensão nas cidades de Cruzeiro do Sul/AC, Rio Branco/AC e João Pessoa/PB.

A investigação teve início em meados de 2018, para apurar uma suposta associação de construtoras com o objetivo de frustrar, mediante ajuste e combinação de propostas, o caráter competitivo de licitações, no âmbito da Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul/AC.

A ação criminosa teria a participação de agentes públicos e empresários, inclusive com a utilização de empresas de “fachada” para burlar o processo licitatório, em contratos que envolvem obras de engenharia como pavimentação asfáltica de ramais e implantação de complexo esportivo na cidade de Cruzeiro do Sul/AC. Foi constatado um prejuízo de cerca de 5 milhões de reais aos cofres públicos.

A Polícia Federal continuará a apuração, na tentativa de elucidar a real amplitude dos ilícitos praticados que, até o momento, foram capitulados como crime tipificado no Art.90 da Lei nº 8.666/93, sem prejuízo de outros crimes eventualmente desnudados no curso da investigação criminal.

A origem do nome da operação faz referência a uma ilha habitada pelos atlantes, descendentes de Atlas, filho de Poseidon. Segundo as notas de Sólon, Atlântida era uma cidade esplendorosa, com arquitetura monumental e engenharia avançada, era uma nação próspera até que a corrupção dos descendentes de Atlas os conduziu à desobediência das leis fundamentais de Poseidon, motivo pelo qual mereceram o castigo de Zeus, que a fez submergir no oceano. Qualquer que seja a versão da lenda, Atlântida foi sempre considerada como símbolo da Idade de Ouro e a corrupção praticada pelos descendentes de Atlas foi punida severamente.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas