Connect with us

POLÍTICA

Ao Acre News, Eliane Sinhasique confirma que deixou o MDB após uma década

Publicado

em

Da Redação do Acre News/ Foto: Reprodução

A ex-deputada e atual Secretaria de Empreendedorismo e Turismo do Acre, Eliane Sinhasique, confirmou com exclusividade à reportagem do Acre News que está deixando o MDB, partido da qual foi filiada há uma década. Em entrevista concedida hoje (01), Eliane enfatizou que teve uma conversa ‘amistosa e verdadeira’ com o atual presidente da sigla no Acre, o deputado Flaviano Melo, onde expôs os motivos para o desembarque do “glorioso”.

Entre os motivos para deixar o MDB, segundo ela, as ‘impiedosas’ regras básicas de ‘matemática’. Eliane almeja voltar a sentar em uma cadeira de deputada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). Em 2018, apesar de obter votação expressiva, não foi eleita por conta das regras do quociente eleitoral, pensando nisso, resolveu procurar outro partido para ampliar chances de sucesso.

“Matematicamente falando, eu não tenho nenhuma possibilidade, hoje, de ser deputada pelo MDB por conta do partido ser muito grande, de ter pessoas com votos infinitamente maiores do que os meus pra conseguir uma nova cadeira. Em 2018, por exemplo, se eu não tivesse essa questão do quociente eleitoral, eu seria a 17ª deputada da Aleac! Atualmente, na Assembleia, tem pessoas com bem menos votos do que eu e que ganharam as eleições! No MDB, temos candidatos com potenciais extremos de votos que eu não consigo alcançar. E eu tenho humildade de reconhecer isto!”, justificou.

Outro fator que pesou em sua decisão, diz respeito às contradições de alguns militantes e filiados. Mesmo o partido, em 2018, ter ajudado a eleger Gladson Cameli como Governador, muitos continuam fazendo ‘oposição’. Eliane diz que refletiu sobre esse cenário e discorda prontamente dessa prática levando em consideração a ética e a razão.

“As dissidências dentro do MDB foi outro fator que pesou. Tem uma parte que apoia o Gladson, e outra não. Eu apoio ele! Apoio porque foi um governo que ajudei a eleger e faço parte como Secretária. Eu acredito na força de vontade do governador, no seu poder, acredito no seu trabalho, e eu não posso ser inserida num partido que esteja rachado, não esteja coeso, que não esteja vestindo a camisa Gladson Cameli. Eu sempre fui muito coerente, fiquei muito desconfortável em ver pessoas dentro do MDB que ajudaram a eleger e no outro dia tornaram-se oposição. Eu não tenho essa síndrome do eterno opositor! Nós podemos ser situação, também! Isso não combina com o meu caráter e visão de política e cidadã”, disse.

A reportagem perguntou também sobre os acontecimentos das Eleições 2020, se isto seria outro peso por optar deixar o MDB. Vale lembrar que no pleito municipal, Sinhasique apoiou a ex-prefeita, Socorro Neri (PSB), deixando de escanteio a candidatura do colega, Roberto Duarte (MDB). À época, alguns emedebistas exigiram até a expulsão da ‘Pequena’ por ter, em tese, ‘traído’ o partido. Eliane evitou responder.

Sobre o teor da conversa realizada ontem (30) com o deputado Flaviano Melo, Eliane Sinhasique enfatizou que foi baseada na sinceridade, bastante aberta, franca e amistosa. “Agradeci o espaço que o MDB me concedeu para fazer partido, fortalecer os núcleos das mulheres, do MDB-Kids, do MDB-Guerreiro, fizemos inúmeras atividades. A vida é feita de ciclos, então, encerrou esse ciclo e vai iniciar outro. Farei todo o fortalecimento de núcleos partidários em outra sigla. Neste momento, a gente precisa buscar um espaço onde eu tenha pelo menos a possibilidade de concorrer de forma igualitária, no MDB não tenho essa possibilidade”, acrescentou.

O Acre News questionou sobre as ‘paqueras’, os ‘cortejos’ por parte de outras agremiações. Sem titubear, Sinhasique deixou claro que ainda não escolheu nenhuma sigla, mas tratou de impor as suas exigências. “A gente tem feito muitas conversas com vários partidos. Mas eu vou para um partido que esteja totalmente alinhado com o governador Gladson. Se a sigla não estiver totalmente alinhado com ele, com o seu governo, eu não aceito e estarei fora! Também, que seja um partido que possamos concorrer em pé de igualdade”, concluiu.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Sancionado PL do vereador Arnaldo Barros que mostra online o estoque de medicamentos da rede municipal

Publicado

em

Por

Projeto de Lei de autoria do vereador Arnaldo Barros (Podemos), com o objetivo de dar mais transparência às ações de Saúde, foi sancionado pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP). O PL aprovado na Câmara Municipal garante a divulgação, em plataforma digital, da lista de medicamentos disponíveis e em falta na rede pública municipal.

“A divulgação referida no art. 1° deverá ser feita de forma online, através do site oficial da Prefeitura Municipal de Rio Branco”, diz trecho da lei sancionada hoje (2) por Bocalom.

Segundo a lei, para uma melhor organização, o site oficial da Prefeitura Municipal de Rio Branco deverá seguir a seguinte organização: I – disponibilizar barra de pesquisa que contenha todas as unidades de saúde municipais, bem como seus medicamentos disponíveis para distribuição; e II – a listagem deverá ser organizada de forma alfabética.

E acrescenta: “no caso de falta de algum medicamento, o Poder Executivo colocará essa informação no seu site e nos locais de distribuição, bem como colocará informação sobre a previsão de chegada do produto”.

“Fui eleito para defender os direitos do povo e farei isso sempre que possível, pensando em melhorar o dia a dia de nossa sociedade e facilitar para os pais e mães de família, criei o projeto do estoque de medicamentos online para facilitar para todos nós e fico muito feliz em ser vereador nessa cidade e poder contribuir todos os dias para a melhora de vida dos cidadãos Rio-Branquenses”, afirmou o vereador Arnaldo Barros

Continuar lendo

INTERIOR

Acabou o isolamento: ao lado de Jerry, Gladson autoriza reabertura do maior ramal de Assis Brasil

Publicado

em

Por

Quando o governador Gladson Cameli assinou a ordem de serviço autorizando a obra de reabertura e manutenção do ramal do Icuriã, na manhã desta segunda feira, 2, na comunidade Divisa, distante 36 km da sede de Assis Brasil, ele pôs fim a uma espera que durava décadas.

Ao lado do prefeito Jerry Correia, do secretário de Meio Ambiente e Políticas Indígenas, Israel Milani, do diretor do Deracre, Petrônio Antunes, dos deputados estaduais Antônio Pedro e Vagner Felipe, o governador autorizou investimentos na ordem de R$ 4,5 milhões para execução de serviços de melhoramento e recuperação do ramal do Icuriã e outras vicinais para a melhoria da trafegabilidade e escoamento da produção que vai beneficiar aproximadamente 7.500 famílias. Diante de dezenas de agricultores e indígenas, o governador entregou também um caminhão basculante, uma pá carregadeira e uma retroescavadeira para auxiliar o município da abertura e manutenção de ramais. Além disso foi autorizado o repasse de R$ 468 mil de emendas dos deputados estaduais Vagner Felipe e Daniel Zen para limpeza de ruas e de ramais.

O ramal do Icuriã é a maior estrada vicinal de Assis Brasil, localizado dentro da Reserva Extrativista Chico Mendes – Resex, que possui só em Assis Brasil, uma área de duzentos e sessenta mil hectares. Segundo o presidente da Associação local residem nela cerca de quatrocentas e cinquenta famílias.

“Hoje estamos testemunhando aqui a realização de um sonho. Muitos passaram e prometeram, mas o senhor veio aqui tornar esse sonho realidade”, disse José Rodrigues de Araújo, presidente da Associação de Moradores da Resex.

“Se teve uma coisa positiva que ganhei nesse mandato foi sua amizade, prefeito”, diz Gladson a Jerry.

Em sua terceira visita a Assis Brasil só esse ano, o governador Gladson Cameli, mostrou mais uma vez que nunca olhou para cor partidária. De uma só vez o chefe do executivo deixou na cidade quase R$ 5 milhões de investimentos e garantiu que até o final do mandato fará mais. Cameli destacou o trabalho de abertura Correia e revelou ter admiração pelo novo amigo. “Ao povo aqui da zona rural, meu respeito. Prefeito Jerry, a coisa que mais admiro é a gratidão que ele tem. A você prefeito, se teve uma coisa de positivo que ganhei nesse mandato foi a nossa amizade. As promessas estão sendo cumpridas e vamos continuar trabalhando”, garantiu o governador.

Com apenas 7 meses de mandato, Jerry Correia vem destacando pelas muitas ações positivas executadas, com destaque para a atenção dada a quem mora na zona rural. “O governo tem sido um grande parceiro. Foram muitas promessas, mas hoje estamos vendo a realidade. Governador, olhe: quero lhe agradecer de coração. Sem sua ajuda a gente não estaria aqui realizando esse ato. Obrigado, muito obrigado”, disse Jerry.

O presidente da Câmara, Wendell Gonçalves, o Thyero, e os vereadores Eduardo Marques, o Peleco, Juracy Pacheco, o Jura, e o vice-prefeito Reginaldo Bezerra também prestigiaram o evento.

Continuar lendo

INTERIOR

Prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, abre “Agosto Lilás”, mês de proteção à mulher

Publicado

em

Por

A prefeitura de Brasileia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social inicia hoje, 02, a campanha Agosto Lilás, em comemoração ao mês de proteção à mulher, visando conscientizar a comunidade em relação ao fim da violência contra as mulheres.

O Projeto é de autoria da Deputada Carla Dickson (PROS-RN), que instituiu o “Agosto Lilás” como mês de proteção à mulher e surgiu com o objetivo de divulgar a Lei Maria da Penha, que também faz aniversário no mês de agosto.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia