Connect with us

POLÍTICA

Marina rebate Márcio Bittar, que acusou ela de tentar atrapalhar o progresso em relação a BR-364

Publicado

em

Uma das características da política brasileira, infelizmente, é a desonestidade intelectual sobre os assuntos que interessam a nossa sociedade. Esta prática de velha política está muito mais evidente na atualidade com as ações do mitômano Bolsonaro e seus aliados. Mas, verdade seja dita, a prática é mais antiga.

Esta semana, um exemplo desta triste prática foi manifestado, em redes sociais, pelo Senador Márcio Bittar e o emedebista tradicional Atevaldo Santana. Ambos afirmam, com diferentes nuanças:

1. Marina, junto com Jorge Viana (na época filiados ao mesmo partido), “foram capazes de fazer de tudo para embargar a obra da BR-364 rumo a Cruzeiro do Sul, enquanto o governador Orleir Cameli tentava fazê-la”.

2. Marina teria feito (com Jorge Viana) campanha difamatória ao ex-senador Nabor Júnior, com o infame jargão “Nabor nunca mais”.

Uma verificação simples dos fatos ocorridos levaria qualquer pessoa intelectualmente honesta a rejeitar tais afirmações e tampouco reproduzi-las. Vejamos.

Sobre a BR 364 (Rio Branco – Cruzeiro do Sul), a ideia que Marina teria realizado ações para o embargo na construção da estrada é uma das mentiras mais sórdidas e torpes já desenvolvidas pela política acreana (hoje seria Fake News) com relativa complacência de parte da imprensa local. Vale relembrar os leitores.

O embargo não foi feito nem por Marina e nem Jorge Viana e sim pelo Ministério Público Federal, em decorrência de várias observações não levadas em consideração no processo de licenciamento da obra, junto aos órgãos competentes pelo governo na época. A mentira difundida foi tão instrumentalizada que muitos líderes locais de Cruzeiro do Sul invadiram o aeroporto daquele município para impedir a aterrisagem de um avião pois supunham que Marina estivesse nele.

Anos depois o líder cruzeirense e acreano César Messias confirmou como a sociedade local foi induzida a esta injustiça. Tanto é verdade que Marina na eleição seguinte foi expressivamente votada na região do Juruá e Jorge Viana eleito governador por duas vezes.

Outro fato que é impossível de ser refutado: foi no governo do Jorge Viana com apoio de emendas de Marina (na época senadora) e a bancada do Acre que a estrada foi construída. Soma-se que quando Ministra de Meio Ambiente (2003/2008) a estrada não sofreu nenhum tipo de embargo; inclusive recebeu o início de construção das importantes pontes sobre os rios do Acre que a cortam. Isso tudo por uma simples razão: foi construída seguindo os processos de licenciamento pelos órgãos ambientais do estado sob a supervisão dos agentes federais na época. Simples assim, seguindo a Constituição e a legislação ambiental brasileira.

Sobre a suposta difamação ao Senador Nabor Junior, é outra distorção da realidade. Todos conhecem os princípios éticos que Marina pratica até hoje. Em qualquer revisita aos jornais da época veremos entrevistas em que Marina sempre declarou “vamos fazer política sem ódio, sem rancor, respeitando os adversários.” Marina foi eleita em primeiro lugar na eleição ao Senado juntamente com Nabor Junior e atuou a favor do Acre de forma republicana e respeitosa.

Por último vale esclarecimentos sobre a Serra do Divisor e a tentativa de cortá-la com uma estrada até Pucalpa, no Peru. A aspiração por esta estrada também é antiga e há especial interesse de parte da sociedade e do empresariado do Juruá e do país vizinho. Como qualquer obra de infraestrutura (como foi o caso da BR 364), deve ser implementada conforme o que rege a legislação brasileira e a nossa Constituição, especialmente os aspectos ligados ao respeito as comunidades indígenas e tradicionais – que também fazem parte de nossa sociedade – a importância econômica e social e a proteção do meio ambiente.

Independente de uma análise mais específica de sua viabilidade econômica, para que a construção desta estrada venha acontecer será necessário levar em conta aspectos técnicos legais, verificar alternativas no seu traçado para não atingir diretamente o parque nacional, respeitar e consultar as comunidades indígenas e tradicionais do seu entorno e mitigar impactos sociais e ambientais que venham prejudicar a economia em médio e longo prazo em favor das futuras gerações. Tudo é possível e viável com estudos e participação democrática. Não levar estes aspectos em consideração demonstra que o senador Márcio Bittar não está minimamente interessado na solução efetiva de uma aspiração social, mas agindo sob a tutela de interesses espúrios e antirrepublicanos que ameaçam o futuro da Serra do Divisor, das comunidades tradicionais e do bem-estar do próprio povo acreano que o elegeu.

A Rede Sustentabilidade, diante destes esclarecimentos, conclama a classe política acreana a elevar o debate político, expondo suas diferenças com honestidade intelectual para que nossa sociedade possa usufruir dos benefícios da democracia e da riqueza de nossa região. Reafirmamos nossa total solidariedade a Marina Silva, acreana que merece o respeito de todos nós, mesmo divergindo de suas convicções, e esperamos que os leitores possam repor a verdade sobre ela e outros caluniados.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Sancionado PL do vereador Arnaldo Barros que mostra online o estoque de medicamentos da rede municipal

Publicado

em

Por

Projeto de Lei de autoria do vereador Arnaldo Barros (Podemos), com o objetivo de dar mais transparência às ações de Saúde, foi sancionado pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP). O PL aprovado na Câmara Municipal garante a divulgação, em plataforma digital, da lista de medicamentos disponíveis e em falta na rede pública municipal.

“A divulgação referida no art. 1° deverá ser feita de forma online, através do site oficial da Prefeitura Municipal de Rio Branco”, diz trecho da lei sancionada hoje (2) por Bocalom.

Segundo a lei, para uma melhor organização, o site oficial da Prefeitura Municipal de Rio Branco deverá seguir a seguinte organização: I – disponibilizar barra de pesquisa que contenha todas as unidades de saúde municipais, bem como seus medicamentos disponíveis para distribuição; e II – a listagem deverá ser organizada de forma alfabética.

E acrescenta: “no caso de falta de algum medicamento, o Poder Executivo colocará essa informação no seu site e nos locais de distribuição, bem como colocará informação sobre a previsão de chegada do produto”.

“Fui eleito para defender os direitos do povo e farei isso sempre que possível, pensando em melhorar o dia a dia de nossa sociedade e facilitar para os pais e mães de família, criei o projeto do estoque de medicamentos online para facilitar para todos nós e fico muito feliz em ser vereador nessa cidade e poder contribuir todos os dias para a melhora de vida dos cidadãos Rio-Branquenses”, afirmou o vereador Arnaldo Barros

Continuar lendo

INTERIOR

Acabou o isolamento: ao lado de Jerry, Gladson autoriza reabertura do maior ramal de Assis Brasil

Publicado

em

Por

Quando o governador Gladson Cameli assinou a ordem de serviço autorizando a obra de reabertura e manutenção do ramal do Icuriã, na manhã desta segunda feira, 2, na comunidade Divisa, distante 36 km da sede de Assis Brasil, ele pôs fim a uma espera que durava décadas.

Ao lado do prefeito Jerry Correia, do secretário de Meio Ambiente e Políticas Indígenas, Israel Milani, do diretor do Deracre, Petrônio Antunes, dos deputados estaduais Antônio Pedro e Vagner Felipe, o governador autorizou investimentos na ordem de R$ 4,5 milhões para execução de serviços de melhoramento e recuperação do ramal do Icuriã e outras vicinais para a melhoria da trafegabilidade e escoamento da produção que vai beneficiar aproximadamente 7.500 famílias. Diante de dezenas de agricultores e indígenas, o governador entregou também um caminhão basculante, uma pá carregadeira e uma retroescavadeira para auxiliar o município da abertura e manutenção de ramais. Além disso foi autorizado o repasse de R$ 468 mil de emendas dos deputados estaduais Vagner Felipe e Daniel Zen para limpeza de ruas e de ramais.

O ramal do Icuriã é a maior estrada vicinal de Assis Brasil, localizado dentro da Reserva Extrativista Chico Mendes – Resex, que possui só em Assis Brasil, uma área de duzentos e sessenta mil hectares. Segundo o presidente da Associação local residem nela cerca de quatrocentas e cinquenta famílias.

“Hoje estamos testemunhando aqui a realização de um sonho. Muitos passaram e prometeram, mas o senhor veio aqui tornar esse sonho realidade”, disse José Rodrigues de Araújo, presidente da Associação de Moradores da Resex.

“Se teve uma coisa positiva que ganhei nesse mandato foi sua amizade, prefeito”, diz Gladson a Jerry.

Em sua terceira visita a Assis Brasil só esse ano, o governador Gladson Cameli, mostrou mais uma vez que nunca olhou para cor partidária. De uma só vez o chefe do executivo deixou na cidade quase R$ 5 milhões de investimentos e garantiu que até o final do mandato fará mais. Cameli destacou o trabalho de abertura Correia e revelou ter admiração pelo novo amigo. “Ao povo aqui da zona rural, meu respeito. Prefeito Jerry, a coisa que mais admiro é a gratidão que ele tem. A você prefeito, se teve uma coisa de positivo que ganhei nesse mandato foi a nossa amizade. As promessas estão sendo cumpridas e vamos continuar trabalhando”, garantiu o governador.

Com apenas 7 meses de mandato, Jerry Correia vem destacando pelas muitas ações positivas executadas, com destaque para a atenção dada a quem mora na zona rural. “O governo tem sido um grande parceiro. Foram muitas promessas, mas hoje estamos vendo a realidade. Governador, olhe: quero lhe agradecer de coração. Sem sua ajuda a gente não estaria aqui realizando esse ato. Obrigado, muito obrigado”, disse Jerry.

O presidente da Câmara, Wendell Gonçalves, o Thyero, e os vereadores Eduardo Marques, o Peleco, Juracy Pacheco, o Jura, e o vice-prefeito Reginaldo Bezerra também prestigiaram o evento.

Continuar lendo

INTERIOR

Prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, abre “Agosto Lilás”, mês de proteção à mulher

Publicado

em

Por

A prefeitura de Brasileia, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social inicia hoje, 02, a campanha Agosto Lilás, em comemoração ao mês de proteção à mulher, visando conscientizar a comunidade em relação ao fim da violência contra as mulheres.

O Projeto é de autoria da Deputada Carla Dickson (PROS-RN), que instituiu o “Agosto Lilás” como mês de proteção à mulher e surgiu com o objetivo de divulgar a Lei Maria da Penha, que também faz aniversário no mês de agosto.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia