Connect with us

POLÍTICA

‘Quer uma boa razão para apoiar Bolsonaro? É só olhar quem se levanta contra ele’, diz advogado que anda pelo Acre com um boneco do Presidente dentro do carro

Publicado

em

Evandro Cordeiro

O advogado Leandrius Muniz é, aos 36 anos, uma figura sem a qual o Acre seria um tédio. Pivô de polêmicas com jornalistas que viraram até processos, Leandrius é um falastrão convicto. Maioria das bolas divididas nas quais entra envolve a política, da qual é militante apaixonado. Criador de cavalos, bebedor de uísque e cachaça, bon-vivant, um bonachão que de vez em quando entra na pauta do dia. É, no Acre, um dos Bolsonaristas mais apaixonados. Se jacta de ter sido o primeiro apoiador do “mito” por aqui. Não é à toa que anda com uma espécie de totem, um boneco do Presidente “sentado” ao seu lado dentro do carro por onde vai Acre afora. Quem cruza com ele na rua toma um susto, achando que o Presidente poderia estar por aqui. É com essa lenda viva que o AcreNews bateu um papo daqueles bem descontraídos, com muita fala polêmica dele. Vamos ver?

AcreNews – Qual a razão para apoiar de forma tão apaixonada o presidente Bolsonaro, como você apoia?

Leandrius – Não sou apaixonado pelo presidente Bolsonaro, apaixonado eu sou por cavalos, no que pese nem ser mais criador. Hoje tenho duas éguas. A paixão não é pelo presidente, mas pelo estilo de governar dele. Quando olho e vejo quem se levanta contra, aí é que tenho boas razões para apoiar. Faço campanha para ele desde 2014. Em 2017 fui o primeiro acreano a adesivar o carro com a foto do Bolsonaro. O Brasil precisava de um freio de arrumação.

AcreNews – O que mudou no Brasil com a eleição de Bolsonaro?

Leandrius – Porque você acha que as famílias tradicionais, os artistas, as grandes corporações de mídia estão aí chorando? Porque acabou a mamata com Bolsonaro no poder. O capitão chegou e botou a chave no bolso e disse: “vai ter dinheiro vai para as obras estruturantes do País”. Eles enlouqueceram e tentam a todo custo macular a imagem do Presidente, criando factoides. Me mostre algum escândalo de corrupção no governo federal, como ocorreu em governos passados? Mostre. Querem agora, com essa CPI, dizer que teve uma propina de uma vacina. Primeiro a vacina não foi paga, não foi comprada. Ou seja: a loucura é tanta para querer voltar ao poder que está virando um absurdo.

AcreNews – Essas figuras que você fala que se levantam contra Bolsonaro são as que fazem mal ao País ao longo das últimas décadas?

Leandrius – As figuras que se levantam contra Bolsonaro são, em sua maioria, histriônicas, aquelas que vão para a rua, quebram tudo, pegam crucifixos e enfiam naquele lugar, aqueles que fazem movimentos atentando a religiosidade do povo brasileiro. E eu falo aqui e alguns acham que eu sou fanático religioso. Não! Minha religião é o Candomblé. Então não sou nenhum fanático religioso, como eles acusam quem apoia Bolsonaro. Essa turma que se levanta contra Bolsonaro é aquela turma que quer beijo de homem com homem no meio da rua, afrontando as famílias tradicionais. Não sou contra opção sexual de ninguém, mas que faça na sua intimidade. Sabe qual turma também se levanta contra? Aquela turma que fez mensalão, fez petrolão… o Brasil novo, de Bolsonaro, está tentando corrigir o que 30 anos essa turma canalha esculhambou.

AcreNews – Vai ter una motociata em Rio Branco com Bolsonaro. Você, claro, já deve estar preparando sua moto?

Leandrius – Vai ter motociata na segunda quinzena de agosto. Eu tenho habilitação para moto, mas eu tô com 37 anos daqui dois meses. Eu vou tentar ver se consigo reaprender andar de moto. Se não, vou de carro, ao menos como apoio.

AcreNews – Bolsonaro se reelege?

Leandrius – Eu creio. Não posso dizer que tenho certeza porque certeza somente o Grande Criador e Arquiteto do Universo sabe. Mas eu vejo que sim porque os eventos aonde o Bolsonaro vai atraem multidões de pessoas de bem, de pessoas sérias, pessoas de família, pessoas corretas e a gente ver aquela outra turma que é só depredação. Então eu acho que entre o patriotismo, entre o Brasil e aquela turma, eu acredito que o povo brasileiro vai ficar com o bem do Brasil.

AcreNews – Você é um advogado polêmico. Nunca pensou em se candidatar?

Leandrius – Já me candidatei em 2006 a deputado federal. O meu slogan era “o peso do povo no Congresso”. Porém o partido que eu estava filiado, por um erro do TRE, pois não tinha essa facilidade de informática e tecnologia, não passou em tempo hábil a minha filiação ao partido. Então acabou que minha candidatura foi impugnada. Eu acho que todo mundo que gosta de política e tem alguma condição de ser candidato, deveria disputar. Ainda tô com 37 anos, tem muito tempo aí para te ver como ajudar meu Estado. Um dia pretendo sim. É um sonho de ser candidato. Tenho o sonho de ser governador do meu Estado e tenho certeza que irei realizar esse sonho, para ajudar meu povo fazer essa vocação do Acre para o agronegócio, para a pecuária, a agricultura e mostrar o Acre como um dos maiores celeiros do Brasil.

AcreNews – Quem é Leandrius Muniz?

Leandrius – Leandro Muniz, acreano, 37 anos, filho de Luiz Alberto de Góes Muniz, médico que atuou sempre no Acre, falecido em 2014. Foi médico por 33 anos aqui no Acre. Minha mãe é Maria Nilce, funcionária da extinta LBA. Eu sou advogado, apaixonado por cavalos, apaixonado pela política, apaixonado muito pelo meu Acre, que defendo por onde vou. Não penso nunca largar meu Acre por nada. Gosto de tomar uma cachacinha, fazer um bom churrasco, receber os amigos. Adoro ajudar as pessoas, mas não divulgo. Faço da minha profissão, a advocacia, o meu ministério, para fazer o bem. Na minha religião, sou adepto do Candomblé, respeito a liberdade. Acordo às 5 da manhã, leio jornais, meu Diário da Justiça, o Diário do Estado e depois começo minhas atividades profissionais e pessoais. Sou acreano do pé rachado. Adoro comer uma farofa de charque, uma farofa de carne bife. Sou um legítimo acreano.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Marina faz campanha para pedir derrubada de PL que reduz a Reserva Chico Mendes e Parque do Divisor

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

A ex-ministra e ex-senadora do Acre, Marina Silva (Rede) manifestou repúdio com um Projeto de Lei (PL N°6024) que pode reduzir os limites da Reserva Extrativista Chico Mendes e ainda que extingue o Parque Nacional da Serra do Divisor. A oposicionista ao Governo Bolsonaro aproveitou para assinar uma petição endereçada aos congressistas para que eles derrubem a matéria.

“De uma tacada só o PL 6024 quer extinguir a Reserva Extrativista Chico Mendes para disponibilizar suas terras para a exploração com usos que destroem a floresta. Os interesses que o PL procura atender são o contrário dessa alternativa de uso sustentável da terra e conservação”, comentou.

Na petição que já recebeu quase 30 mil assinaturas em poucas horas após criada, ressalta que se o PL for aprovado “as áreas pertencentes a três municípios acreanos serão retiradas da Resex Chico Mendes e poderão ser exploradas pela especulação fundiária” e que o “Projeto extingue o Parque Nacional da Serra do Divisor e cria Área de Proteção Ambiental, com regras ambientais muito mais flexíveis”.

Segundo o documento, o PL “é um atentado à preservação ambiental e uma grave ameaça às famílias tradicionais da região”.  Com base nisto, Marina convidou os seus seguidores para também assinar o manifesto para “mostrarmos aos deputados e senadores que nossas riquezas naturais de milhares e milhares de anos não podem ser destruídas em função do lucro de poucos e por poucos anos”.

Continue lendo

POLÍTICA

Márcio Bittar ao deixar o MDB: ‘Vamos com calma, porque sou amigo do Alan Rick e temos responsabilidades com o Estado’

Publicado

em

Por

O senador Márcio Bittar informou oficialmente ao presidente do MDB, Flaviano Melo, nesta quinta-feira, 23, sua saída do partido. Ele vai se filiar ao PSL, que se fundiu com o DEM, do deputado federal Alan Rick.

Márcio Bittar confirmou ao Acrenews que foi convidado para presidir o novo partido, mas pediu cautela. “Vamos com calma, porque sou amigo do Alan Rick e temos responsabilidades com o Estado”, disse agora há pouco.

O presidente do MDB, Flaviano Melo, disse ao Acrenews que lamenta a saída do senador, mas que não fará nenhuma consideração. “Não tenho nada a declarar”, disse a nossa reportagem.

Continue lendo

POLÍTICA

Deputada Vanda Milani estava em seringal de Tarauacá durante vendaval de terça-feira

Publicado

em

Por

A deputada federal Vanda Milani (PROS) estava em uma colocação no seringal Maceió, as margens do rio Tarauacá, na última terça-feira, 21, antes do vendaval que resultou em muitos destroços entre Rio Branco a Cruzeiro do Sul. Ela esteva utilizando um helicóptero Robson66, por meio do qual está visitando todo o interior do Acre. Vanda está ouvindo as comunidades e os prefeitos sobre como usar suas emendas em 2022.

Logo após o vendaval da última terça, um helicóptero com as mesmas características ficou sob escombros no aeroporto de Cruzeiro do Sul e logo surgiu o boato que seria o da parlamentar. Hoje assessores dela divulgaram Milani muito bem sentada na sala de um morador do seringal Maceió, em Tarauacá. Depois a aeronave dela levantou voo e passageiros e tripulantes dormiram em Feijó.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia