Connect with us

POLÍCIA

Rapaz que matou esposa na Estação Experimental vira réu após denúncia do MP

Publicado

em

Hitalo Marinho Gouveia, preso pelo assassinato da esposa Adriana da Costa Paulichen, passou da condição de acusado para réu. A decisão foi do Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri Alesson Braz.   

Ao receber a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual, o magistrado disse que. A materialidade do crime demonstra-se comprovada pelas imagens do local e pelo boletim de ocorrência.

Enquanto os indícios de autoria evidenciam-se pelos depoimentos das testemunhas e a confissão extrajudicial do acusado, ou seja, durante o interrogatório na Delegacia de Flagrantes.

Hitalo Marinho vai responder ação penal, que é a produção de provas no âmbito da justiça por homicídio qualificado com o agravante de feminicídio.         

Ele foi preso no dia 9 de julho após assassinar a esposa Adriana da Costa Paulichen.

A vítima, segundo a perícia, foi por enforcamento e a golpes de faca. O crime, ocorreu por volta das 12:30 da tarde, no interior deste imóvel, no Bairro Estação Experimental. Logo após o crime, Hitalo, ligou para uma advogada que acionou a Policia Militar.

Na mesma decisão o juiz Alesson Braz negou o pedido de liberdade provisória do réu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Dupla é presa em Tarauacá e Feijó após 25 kg de maconha serem apreendidos na Rodoviária de Rio Branco

Publicado

em

Por

Nas primeiras horas desta quarta-feira, 29, a Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC), deflagrou a “Operação Narco” com apoio das delegacias de Tarauacá, Feijó, no cumpriram 8 ordens judiciais, sendo 2 mandados de busca em Rio Branco, 3 mandados de busca em Feijó, 1 mandado de busca em Tarauacá, além de 2 mandados de prisão preventiva. Durante a incursão policial foram presos G.S.R., de 25 anos, preso em Feijó e J.S.L., de 20 anos, preso em Tarauacá.

A operação deflagrada na manhã dessa quarta-feira, 29, faz parte da “Operação Narco Brasil 2022”, em referência ao Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado em 26 de junho. Os alvos presos na operação de hoje é resultado de desdobramentos de investigações decorrentes da apreensão de 25 kg de maconha, ocorrida no dia 14 de janeiro de 2022, na Rodoviária Internacional de Rio Branco.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

POLÍCIA

Rio Branco registra a maior redução de variação de mortes violentas, aponta levantamento

Publicado

em

Por

A cidade de Rio Branco, capital do Estado do Acre, teve a maior queda de redução de Mortes Violentas Intencionais (MVI) dentre todas as capitais, em 2021. Os dados foram retirados da 16ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado na última terça-feira (28).

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a categoria mortes violentas intencionais corresponde à soma das vítimas de homicídio doloso (incluindo os feminicídios), latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenções policiais em serviço e fora (em alguns casos, contabilizadas dentro dos homicídios dolosos).

A categoria MVI representa o total de vítimas de mortes violentas com intencionalidade definida de determinado território. “O número de policiais mortos já está contido no total de homicídios dolosos e é aqui apresentado apenas para mensuração do fenômeno”, explica o documento.

Segundo o documento, a capital do Amapá registrou taxa média de 63,2 mortes violentas por 100 mil habitantes no ano passado. Entre todos os municípios, conforme o anuário, São João do Jaguaribe (CE) é apontada a cidade mais violenta do país, com taxa média de 224 mortes violentas por 100 mil habitantes.

A maior redução na variação (-48%) foi registrada por Rio Branco. A capital do Acre teve queda de 44,5 mortes violentas por mil habitantes em 2020 para 23,1.

Continue lendo

POLÍCIA

Mulher é executada a tiros na Cadeia Velha, em Rio Branco

Publicado

em

Por

Investigadores da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil fazem diligências pela cidade para esclarecer as circunstâncias de mais um homicídio contra mulher no Acre. A vítima, ainda não identificada, foi encontrada morta no antigo cais de Rio Branco, localizado na Rua Benjamin Constant, na Cadeia de Velha.

De acordo com informações, a vítima foi levada para o local e executada com pelo menos cinco tiros. Um dos disparos, efetuado a uma curta distância, de acordo com a perícia, foi na região da cabeça, o que reforça a tese de execução. O corpo da mulher permanece no IML.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas