Connect with us

SAÚDE

Rio Branco avança com a vacinação infantil, nesta quinta: Veja os pontos disponíveis

Publicado

em

Dircom

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), através do Departamento de Vigilância Epidemiológica, emitiu uma Nota Técnica, nesta quarta-feira, 19, sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19.

O município está avançando na vacinação pediátrica contra o coronavírus e vai reduzir a faixa etária de vacinação para crianças a partir de 10 anos de idade, nesta quinta-feira, 20.

Além disso, todas as crianças de 5 a 11 anos, com comorbidades e/ou deficiência permanente, terão prioridade nesta etapa, em atenção à recomendação do Ministério da Saúde (MS), e serão vacinadas.

A Secretaria Municipal de Saúde, Sheila Andrade, ressaltou a importância dos pais ou responsáveis levarem as crianças para receber a imunização. “Você que tem uma criança em casa, nessa faixa etária, procure as unidades, leve seu filho para se imunizar, para que a gente consiga, o mais rápido possível, espantar essa pandemia. Nós estamos em um período muito difícil, estamos agora em uma nova variante e essa nova variante também está dando em criança. Então, você que tem essa oportunidade, leve o seu filho para vacinar”, destacou a secretária.

O andamento do processo vacinal ocorre de forma decrescente à medida que a demanda na faixa etária se esgota. Para ser imunizada, toda criança deve estar acompanhada do pai, da mãe ou responsável legal. Os responsáveis devem assinar o Termo de Autorização e receber as informações sobre possíveis reações esperadas da vacina. As crianças que possuem comorbidades devem apresentar a prescrição médica para vacinação. Além disso, a vacinação infantil vai ocorrer de forma diferenciada, após a vacinação, a criança precisa ficar de repouso na sala de vacinação com o responsável por cerca de 20 minutos.

As Unidades de Saúde da Família (USF) disponíveis para vacinação exclusiva de crianças com horário de funcionamento das 8h às 12h e das 14h às 16h são:

  • USF Manoel Bezerra, Cidade do Povo;
  • USF Gentil Perdome da Rocha, Conjunto Esperança;
  • USF Dr. Mário Maia, Cidade Nova (Em frente a Praça da Juventude);
  • USF Maria Áurea Vilela no Cadeia Velha;
  • USF Vitória, Bairro Vitória/Regional São Francisco;
  • USF Maria Verônica, Bairro Preventório.

Relação das comorbidades priorizadas

  • Diabetes Mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial estágio 3
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com LOA e/ou comorbidades
  • Insuficiência cardíaca (IC)
  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovanosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidas
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Síndrome de Down
  • Cirrose hepática
  • Pessoas com deficiência permanente
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

SAÚDE

Acre entre os estados que cresceu número de Síndrome Respiratória Aguda em adultos

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Dados divulgados pela Fiocruz revelam que o Acre é um dos 17 estados que apresentaram sinal de crescimento de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG) na população adulta.

Os dados coletados referem-se à Semana Epidemiológica (SE) 18 (período de 1 a 7 de maio de 2022), o estudo tem como base os dados inseridos no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 9 de maio.

Na presente atualização, 17 das 27 unidades federativas apresentam sinal de crescimento nos casos de SRAG na tendência de longo prazo: Acre (AC), Alagoas (AL), Amazonas (AM), Amapá (AP), Ceará (CE), Maranhão (MA), Mato Grosso do Sul (MS), Mato Grosso (MT), Pará (PA), Paraná (PR), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (RN), Rondônia (RO), Roraima (RR), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC) e Tocantins (TO). Em Minas Gerais (MG), há sinal de crescimento apenas na tendência de curto prazo.

Entre as capitais, 17 das 27 apresentam indício de crescimento na tendência de longo prazo: Rio Branco (AC), Boa Vista (RR), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA) e Vitória (ES).

O coordenador do InfroGripe (Boletim da Fiocruz), Marcelo Gomes, enfatiza que por conta do sinal de possível aumento de casos na população adulta, recomenda-se atenção especial na rede laboratorial em todo o território nacional para identificação adequada de qual(is) vírus está(ão) associados a essa mudança de tendência recente, em particular para diferenciação entre casos de Sars-CoV-2 (Covid-19) e Influenza A (gripe).

“No momento, os casos de Covid-19 seguem sendo a principal causa de SRAG entre os casos com identificação laboratorial na população adulta. A curva nacional de SRAG tem sinal de crescimento nas tendências de longo (últimas 6 semanas) e curto prazo (últimas 3 semanas).  A estimativa é de 5,0 (4,3 – 5,8) mil casos na semana 18”, informou no boletim.

Continue lendo

SAÚDE

Fundhacre promove Semana da Enfermagem em reconhecimento à categoria

Publicado

em

Por

Para promover o reconhecimento e a valorização de uma relevante categoria de profissionais de saúde, a Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), realizou nesta quinta-feira, 12, em Rio Branco, a abertura da Semana da Enfermagem, que se estenderá até sexta, 20.

Fundhacre realiza evento de abertura da Semana da Enfermagem no Hospital. Foto: Gleison Luz

A programação contará com rodas de conversa, palestras, minicursos, ações dirigidas ao benefício da saúde pessoal dos profissionais, como coleta de PCCU (papanicolau), agendamento de mamografias e sessões de massagem e de auriculoterapia, entre outras atividades.

“Uma grande honra levar conforto, alívio, proporcionar cura e reabilitação”, afirmou o enfermeiro Júnior Bessa. Foto: Gleison Luz

“É uma grande honra estar aqui falando sobre o meu desafio de a cada dia, ao desempenhar esse papel tão importante dentro da unidade hospitalar e do Sistema Único de Saúde (SUS). Com o apoio dos nossos gestores, que estão empenhados e engajados em nossos serviços, conseguimos prestar esse trabalho, e principalmente levar o conforto, o alívio, proporcionar cura e reabilitação”, ressaltou o enfermeiro Júnior Bessa.

Semana da Enfermagem tem como objetivo potencializar o reconhecimento e a valorização dos profissionais. Foto: Gleison Luz

“Quero primeiramente agradecer aos guerreiros da enfermagem, sendo ordenadores do cuidado em todo o processo de assistência ao paciente; este é um momento que serve para destacar a importância do papel do enfermeiro, do técnico e do auxiliar, além de externar a gratidão a essa categoria, que de fato cuida de todos nós, e faz a diferença na assistência à saúde”, destacou o presidente da Fundhacre João Paulo Silva.

Também compuseram o dispositivo de honra o coordenador de Enfermagem da Fundhacre, enfermeiro Durival Brito; a diretora de Assistência, Sophia Trovão; o secretário do Conselho Regional de Enfermagem, enfermeiro Jeferson Medeiros; e o membro do Conselho Federal de Enfermagem, enfermeiro Márcio Raleigue Abreu.

“Fomos citados como anjos. Não tem reconhecimento maior que esse; estamos aqui com um amor que vai além das nossas forças”, frisou a enfermeira Cláudia Carvalho. Foto: Gleison Luz

“Hoje o sentimento é de valorização, união e reconhecimento. A enfermagem sempre lidou com a vida diretamente, sendo algo tão precioso e delicado; mediante isso, acredito que o enfermeiro é visto hoje da forma que realmente merece. Fomos citados como anjos, não tem reconhecimento maior que esse, pois estamos aqui com um amor que vai além das nossas forças”, frisou a enfermeira Cláudia Carvalho, que tem 29 anos de profissão.

[Agência Ac]

Continue lendo

SAÚDE

Pfizer planeja super campanha no Acre para focar na imunização de crianças contra a Covid-19

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Uma das maiores produtoras de vacina, a Pfizer Brasil está de olho em Rio Branco, a capital do Acre, para uma campanha que tem como objetivo alertar a população sobre a importância da vacinação. Sob o tema “Vacina. Tomar para Retomar”, a empresa quer focar na imunização de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19.

Em comunicado, a empresa também quer estimular a adesão de adolescentes e adultos à imunização contra a doença, “tendo como gancho o valor da proteção para continuarmos a retomada da rotina, do trabalho, dos encontros e dos sonhos das pessoas”.

A partir deste mês, um novo filme com efeitos de animação inspirado em sonhos reais de crianças será veiculado em redes sociais e terá versões para rádios comunitárias e outdoors. Estrategicamente, a ação será reforçada em oito capitais da região Norte do Brasil, onde atualmente são registrados os menores índices de cobertura vacinal.

As instalações de outdoors e apoio de carros de sons se farão presentes em 16 comunidades das cidades de Belém (PA), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Manaus (AM), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR) e Rio Branco.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas