Connect with us

POLÍTICA

Socorro Neri antecipa CPI e faz uma série de explicações sobre o Projeto de Iluminação LED

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto Reprodução

Uma publicação divulgada hoje (20), em rede social, a ex-prefeita de Rio Branco abriu uma série de justificativas e explicações sobre o projeto de iluminação da capital iniciada no ano passado enquanto estava como gestora do município e que vem sendo, hoje, alvo de uma ação na Câmara de Rio Branco (CMRB) que pode resultar em Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

Neri iniciou a publicação informando que o “Projeto da Iluminação de LED teve início em agosto de 2020” e que a “operação de crédito, no valor de R$ 48 milhões, surgiu como uma necessidade de enfrentar um colapso na iluminação pública de Rio Branco, já que a arrecadação era suficiente apenas para pagar a conta do consumo de energia, impossibilitando fazer manutenção e novos investimentos”.

Segundo ela, “a empresa licitada pela Prefeitura fechou um contrato no valor de R$ 33.524,876,26, para instalar 38.550 pontos de IP na cidade” e que “até dezembro de 2020, a empresa executou 67,2% do projeto (23.632 pontos de IP), sendo investidos R$ 22.532,399,72”.

A ex-prefeita ressaltou ainda que “os serviços executados trouxeram uma redução de 33% do consumo total de energia para Rio Branco, representando cerca de R$ 324 mil/mês. A execução restante estima mais 24% de redução, que ao final representará uma economia de R$ 559 mil/mês”.

A agora Secretária de Educação e Esporte do Estado do Acre (SEE) do Governo Gladson Cameli assegurou na publicação que as parcelas da operação de crédito se pagam a partir da redução da conta de energia e que criou mecanismo de fiscalização durante o processo da execução do projeto.

“Em minha gestão, deixei em caixa R$ 10.992,476,5, para o restante da execução, que estão em uma conta específica na Caixa Econômica Federal (…)criei uma comissão de transparência com a participação de representantes do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Acre (CREA), do Conselhor de Consumidores de Energia do Acre e da gestão da capital, das áreas de Zeladoria, Infraestrutura e Planejamento, para garantir maior lisura e zelo na aplicação do recurso;”, ressaltou

Quase finalizando suas justificativas, Socorro Neri disse que a ideia era não deixar dívidas ao prefeito que assumiu em 1° de janeiro de 2021, Tião Bocalom (PP). “A Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade, executora do projeto, expediu um termo de suspensão dos serviços a valer a partir de 21 de dezembro de 2020, a fim de honrar com o compromisso de realizar todos os devidos pagamentos. Assim, minha gestão não deixaria dívidas para a gestão atua”, declarou.

Por fim, a ex-prefeita diz que solicitou junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) uma auditoria no procedimento em tese. “A partir de 1º de janeiro deste ano, o projeto deveria ter sido retomado, evitando prejuízos à população de Rio Branco, que até o momento está sem os serviços. Isso garantiria também a continuidade da redução de custos da energia, que pagam pela operação de crédito”, concluiu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Prefeitura de Cruzeiro do Sul entrega sistema de tratamento de água no rio Croa

Publicado

em

Por

A prefeitura de Cruzeiro do Sul realizou nesta quarta-feira, 22, o ato de entrega de duas unidades de tratamento de água na comunidade do rio Croa. A entrega atende a uma demanda da comunidade por água potável comunicada à prefeitura no início da gestão. Os moradores já haviam recebido anteriormente a perfuração de poços artesianos, mas na maior parte deles a água não é potável, devido à acidez e alto índice de ferro, que consumido com frequência pode levar a distúrbios crônicos de saúde.

O ato de entrega contou com a presença do prefeito Zequinha Lima e do superintendente da FUNASA no Acre Ronaldo Craveiro. O sistema irá atender doze famílias do rio Croa.

“Isso significa saúde para nós. Saúde, vida e tudo o que a gente necessita. Estou muito feliz por estarem todos aqui neste dia de hoje. Antes a água era barrenta, tinha gosto ruim. Agora não, é uma água boa de beber”, disse Raimunda Lopes de Almeida, moradora da comunidade.

As duas unidades são sistemas alternativos de tratamento de água desenvolvidos pela FUNASA para atender comunidades como a do rio Croa.

“Isso tem uma importância muito grande para nós. É garantia de saúde e de vida, algo que há muito tempo queríamos”, disse Pedro Paulo Lima da Costa, presidente da comunidade.

A parceria da prefeitura com a FUNASA possibilitou a capacitação dos técnicos municipais para a implantação do sistema.

“Esta foi a primeira vez que uma equipe de uma prefeitura implantou o sistema após a capacitação. É o resultado da assinatura do termo de cooperação técnica entre prefeitura e FUNASA. Os técnicos da própria prefeitura estão capacitados para dar a manutenção nas unidades”, explicou Ronaldo Craveiro, superintendente da FUNASA.

O sistema é chamado de Salta Z, e foi desenvolvido por técnicos a pedido da FUNASA, justamente para atender a necessidade de comunidades ribeirinhas amazônicas como o Croa, onde há acesso à água, mas a mesma não é indicada para consumo. O sistema faz a filtragem, decantação de resíduos e clareamento, tornando-a potável segundo os parâmetros sanitários exigidos.

“Estas duas unidades foram implantadas em locais estratégicos da comunidade para atender ao maior número possível de moradores. O sistema corrige a acidez e alcalinidade, remove as impurezas e entrega uma água clara e potável, própria para o consumo e todas as atividades do dia a dia”, explica Ygoor Neves, Secretário Municipal de Meio Ambiente.

O prefeito Zequinha Lima destacou que essa foi uma demanda que surgiu da própria comunidade. “Nós estamos buscando atender o que a comunidade colocou como uma necessidade prioritária quando nossa equipe esteve aqui no início da gestão. Este ainda não é um sistema de distribuição, e sim de tratamento, mas já irá beneficiar as famílias com uma água 100% tratada e potável”, disse o prefeito Zequinha Lima.

A Prefeitura está oferecendo ainda na comunidade um curso de confecção de vassouras de garrafa PET e uma outra capacitação em parceria com a Marinha para habilitar os barqueiros do local. A Secretaria de Trânsito e Transporte Municipal também atua na área , com a implantação de placa de sinalização indicativa.

Continue lendo

POLÍTICA

Revitalização do aeroporto de Porto Valter mostra compromisso do governo com cidades isoladas, observa Nicolau Júnior

Publicado

em

Por

Em 2016, durante um discurso na tribuna da ALEAC, o deputado Nicolau Júnior cobrou a revitalização das pistas de pouso das cidades isoladas do Acre, entre elas Porto Valter. A cobrança foi ignorada pela governo anterior, mas atendida pela gestão de Gladson Cameli.

Na última quarta feira, o Deracre anunciou para o dia 8 de novembro a entrega das obras de revitalização do aeródromo da cidade, que recebeu serviços de cercamento, recapeamento da pista, aplicação de microrrevestimento , sinalização e adequação do terminal de passageiros.
Hoje na condição de presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior lembra que desde 2016 vinha cobrando a recuperação dos aeródromos das cidades isoladas.

Essas pistas de pouso, observa ele, são primordiais para quem mora nesses localidades, principalmente quando o assunto é saúde. O socorro aéreo, como a remoção de pacientes e o envio de medicamentos, é a maneira mais rápida de atender a população dessas cidades, observa.


Interditadas desde dezembro do ano passado para as obras, as pistas de Porto Valter e Marechal Taumaturgo, ambas cidades localizadas no Alto Juruá, já estão recebendo vôos em caráter de emergencial. “ Cobramos essas obras no governo passado e não fomos ouvidos. Agora o governador Gladson Cameli, sempre preocupado com a população das cidades isoladas, fez acontecer.

São obras que extrema importância que mostram a preocupação do governo para com os moradores dessas localidades”, disse o deputado.

Continue lendo

POLÍTICA

Vídeo: Gladson comemora que o Acre não registrou mortes e novos casos de Covid-19

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

“Hoje, graças ao nosso Deus, não registramos nenhum caso ou óbito por Covid-19”. As aspas são do governador Gladson Cameli (PP) ao comemorar que o Estado do Acre, aos poucos, vem vencendo a pandemia do novo coronavírus, sinalizando bandeira verde na classificação da pandemia.

Na noite desta quarta-feira (22), Cameli publicou um vídeo em sua rede social exaltando a importância da vacinação e comemorando o feito. “Com a vacinação podemos vencer de uma vez por todas a pandemia. Conto com você! Vamos juntos virar essa página”, legendou.

No vídeo, Gladson disse pediu a colaboração da população aderir à campanha de vacinação tendo em vista que os números apresentados dão esperança de um “natal com alegria” e levou em consideração que os servidores da saúde, profissionais, estão cansados por causa da pandemia. “Estamos tão perto de virar essa página! Você que ainda não se vacinou compareça aos postos, vá se vacinar! vacina é vida!”, comentou. 

Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), o número de infectados permanece em 87.932. Pelo menos 85.917 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 12 seguiam internadas até o fechamento do boletim. Por não registrar nenhuma morte, nesta quarta-feira, o número oficial de mortes por Covid-19 no Acre permanece em 1.835.

Assista ao vídeo de Gladson comemorando os dados divulgados:

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia