Connect with us

POLÍTICA

“Temos que defender nossos valores contra ataques políticos ideológicos”, diz Alan Rick durante o congresso da Igreja Quadrangular do Acre

Publicado

em

O Congresso reuniu lideranças das quadrangulares da capital e do interior do Estado, e ainda, autoridades

“Temos o papel, como igreja, de defender nossos valores contra os ataques políticos e ideológicos que sofremos constantemente. Os servos de Deus precisam estar atentos e vigilantes. Parabéns aos pastores presidentes, Edilma e Moreira, pelo evento que trouxe essa palavra aos irmãos” – foi o que disse o deputado Alan Rick ao parabenizar a Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) pela realização do Congresso Estadual de Cidadania, ocorrido nesta sexta-feira, 13, na IEQ Xavier Maia, em Rio Branco.

O Congresso reuniu lideranças das Quadrangulares da capital e do interior do Estado e também contou com a presença do governador Gladson Cameli (PP), do senador Sérgio Petecão (PSD), do deputado estadual Antônio Pedro (União Brasil), da ex-deputada federal, Antônia Lucia Câmara, e do deputado federal pastor Jefferson Campos (PL/SP), vice-presidente do Conselho Nacional de Diretores (CND).

A pastora Raissa Moreira, filha do pastor Raimundo Moreira, e o deputado pastor Jefferson ministraram sobre o papel do cristão na política. Levantaram a necessidade dos fiéis entenderam o papel do cidadão cristão.

“Quero agradecer ao Pastor Moreira, presidente da IEQ no Acre, e sua esposa a Pra. Edilma, pelo convite e amizade. Foi uma benção estar com os irmãos!” – finalizou Alan Rick.

[Assessoria]

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ELEIÇÕES

Bebe Bolsonaro pede exoneração para ficar livre e disputar eleições

Publicado

em

Por

Uma das figuras mais assediadas nas eleições 2018 por ter tido a ideia de pintar camisetas do então candidato a presidente Jair Bolsonaro, o serigrafista Vilandro de Castro Soares acabou virando o “Bebe Bolsonaro”. Pela militância em favor do presidente, foi convidado a disputar a eleição para deputado estadual. Pois hoje ele pediu exoneração no governo para assumir o desafio.

“Bebe Bolsonaro” é filiado ao PP e garante que já tem muitos seguidores que o apoiarão, mas melhor ainda, segundo ele, é a admiração de figuras nacionais como o “Véi da Havan” e o dono da rede Gazin, Mario Gazin. Amazonense radicado no Acre desde 1986, ele garante algo diferente em relação a essas figuras que surgem na política: “Eu sei o que quero da vida e do projeto político”, fecha o pano.

Continue lendo

ELEIÇÕES

Alysson Bestene pede exoneração e coloca seu nome à disposição do PP para disputar eleição

Publicado

em

Por

O ex-secretário de Saúde, Alysson Bestene Lins, que estava nomeado chefe de departamento, pediu exoneração, publicada na edição desta segunda-feira, 27, do Diário Oficial. Alysson pode ser pré-candidato à Câmara Federal nas Eleições de 2022 ou ocupar a vaga de vice na chapa majoritária – questão que, de acordo com ele, ainda não foi definida.

O progressista não precisava se afastar antes do cargo, como outros secretários fizeram, porque não ordenava despesas – o que é uma exigência da legislação eleitoral.

“Posso concorrer uma vaga na Câmara e, desde já, me coloco à disposição do Governador para a vaga de vice. Não está definido e a decisão final vem dele, como sempre. Estou disponível para trabalhar pelo povo com Gladson, seja na Câmara ou como vice”, disse.

[Com informações da ContilNet]

Continue lendo

ELEIÇÕES

Gladson Cameli não pronunciou uma sílaba sobre decisão de partidos ligados a Márcio Bittar de indicar Márcia sua vice

Publicado

em

Por

Evandro Cordeiro

O governador Gladson Cameli foi bem claro quando perguntei neste domingo, 26, se tinha interesse em se pronunciar em relação à decisão dos partidos ligados ao senador Márcio Bittar, tomada na sexta-feira, de indicar Márcia como vice na sua chapa. Para não dizer que ele ficou apenas no não, Cameli disse que vai chegar a hora certa de falar.

O assunto viralizou nas redes sociais. A oposição esqueceu suas campanhas para focar na indicação. Ninguém sabe preocupada com o que, uma vez que Márcia não somaria em nada na chapa, segundo as principais manifestações.

A vida do governador Gladson Cameli tem sido dura nesse período que antecede a campanha, mas aos poucos ele vai vencendo as etapas. Na semana, vale lembrar, conseguiu diminuir a pressão sobre os ombros ao equacionar a questão interna de seu partido, onde, após acordo com a nacional, ele volta a comandar a sigla no Acre. Além do mais, outra questão que tem causado vertigem nessa pré-campanha, o número de candidatos a senador, foi praticamente resolvida, quando a Justiça Eleitoral entendeu que em um mesmo palanque podem estar vários candidatos. Ou seja: se todos quiserem disputar a eleição no palanque dele, ele pedirá votos para todos.

Falta uma ainda, e essa é uma outra questão forte, a situação da escolha do vice. Cameli vem anunciando desde sempre que seu vice será uma escolha pessoal e explica que isso se deve em razão dos perrengues que vem passando com o atual. Na sexta-feira, partidos controlados pelo senador Márcio Bittar resolveram que a ex-mulher do senador, Márcia Bittar, será o nome indicado pelo grupo para vice, fechando o apoio incondicional à reeleição dele. O governador ficou calado. Pelo telefone disse apenas um não, ao ser perguntado se não queria falar.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas