Connect with us

ACRE

Acre é único Estado com menos de 20% de ocupação em UTIs, segundo Fiocruz

Publicado

em

Agência AC

Na edição extraordinária do Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o Acre aparece como único estado que possui menos de 20% de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI). De acordo com os dados, o estado está apenas com 13% de ocupação desses leitos para Covid-19.

O levantamento mostra que os esforços do governo do Acre, empenho e sensibilidade do governador Gladson Cameli foram primordiais para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 Foto: Divulgação

Os pesquisadores do Observatório, responsáveis pelo Boletim, ressaltam que esse resultado reflete os ganhos adquiridos com as vacinas e o processo de vacinação. “Considerando que ainda são altos os níveis de transmissão de casos e óbitos, a vacinação deve ser ampliada e acelerada, além de combinar com o uso de máscaras e distanciamento físico, para manutenção e avanços nos resultados”, orientam.

O levantamento mostra que os esforços do governo do Acre, empenho e sensibilidade do governador Gladson Cameli foram primordiais para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. No último domingo, 8, o estado não registrou novos casos da doença e nem óbitos.

Foto: Divulgação

A secretária de Estado de Saúde do Acre, Paula Mariano, destaca a importância da vacinação para diminuição dos casos e óbitos. “O governador Gladson Cameli desde o início tem dado todo o apoio e nos incentivado a seguirmos firmes na luta contra o coronavírus. Esses dados mostram a união das esferas para garantir o bem-estar e saúde da população”.

Confira o boletim na íntegra aqui.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Expedição no Acre, Rondônia e Mato Grosso vai propor a viabilidade da saída para o Pacífico

Publicado

em

Por

Nesta sexta-feira (15), representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), começam pela capital Rio Branco (AC), a divulgar o histórico de uma nota técnica que esclarece a viabilidade da Ponte do Rio Madeira em Abunã como parte determinante para o desenvolvimento do bloco de estados que forma a Zona de Desenvolvimento Sustentável dos Estados do Amazonas, Rondônia e Acre, (AMACRO).

No cronograma, os técnicos vão explicar os possíveis impactos ambientais e socioeconômico relativos as transformações produtivas no entorno do oeste da Amazônia Sul-Americana. A expedição cientifica que também ocorrerá em Rondônia ainda este ano, irá propor a criação de um grupo de trabalho entre os governadores subnacionais dos estados integrantes da AMACRO, o governo peruano, povos nativos e sociedade civil.

A expedição já tem uma agenda definida. Além de Rio Branco nesta sexta, outras estão previstas para ocorrer Cuiabá/MT e Porto Velho/RO e nas áreas de fronteira. A proposta é angariar subsídios para a criação de um “Texto-Discussão”, onde estará contido o papel das instituições e dos projetos de infraestrutura com foco no desenvolvimento regional Sul-Americano.

O projeto da AMACRO surgiu nos três estados e posteriormente ganhou força e novos contornos com a cooperação técnica entre a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), a Suframa e outras instituições como a Embrapa e secretarias dos estados.

Fonte – News Rondônia

Continue lendo

ACRE

Temporal deve ser registrado nas próximas horas em partes do Acre para a chegada da friagem

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Para a chegada de uma frente fria, o Acre deve registrar temporal nas próximas horas. Um alerta foi expedido pelo pesquisador Davi Friale, do Portal O Tempo Aqui no início da tarde de hoje (15) enfatizando “Alta probabilidade de ocorrência de transtornos à população, como queda de galhos e árvores, destelhamentos, danos às edificações e inundação de ruas, além do perigo potencial dos raios”.

Friale avisou nesta semana que “uma forte onda polar avança rapidamente na direção do Acre, onde chegará nas primeiras horas da manhã deste sábado (16). O choque desta frente fria com os pulsos úmidos que vêm do oceano Atlântico provocará, em vários pontos, temporais, com chuvas fortes, raios, ventanias e, até, queda eventual de granizo”, ressaltou.

No leste e no sul do estado, onde estão localizadas, entre outras, as cidades de Rio Branco e Brasileia, os temporais não deverão ser intensos, mas as chuvas poderão ser fortes neste sábado. “O perigo de temporais mais violentos será no centro do Acre e no vale do Juruá, onde estão, entre outras, as cidades de Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Marechal Thaumaturgo, já que, nesta parte do estado, esta onda polar chegará durante a tarde, quando o calor será mais intenso e, assim, a probabilidade de fortes ventanias e muitos raios é maior”, alertou.

Segundo Friale, as chuvas intensas, com alta probabilidade de temporais, neste fim de semana, também ocorrerão em Rondônia, Amazonas, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Bolívia e Peru.

TRÉGUA NO CALOR

Para quem espera um tempo ameno, frio como ocorreu nos meses passados, Friale enfatizou que não será friagem típica, mas o intenso calor, que predominou nos últimos, dará uma boa trégua, pelo menos até a próxima quarta-feira (20).

“Nos próximos dias, a maior temperatura ficará abaixo de 26ºC em alguns municípios do Acre, principalmente nas regiões de Rio Branco e Brasileia. À noite, entretanto, a temperatura mínima, ao amanhecer, deverá oscilar entre 18 e 21ºC, ou seja, apenas uma leve diminuição em relação aos dias anteriores. Os próximos dias, portanto, serão com temperatura amena, muitas nuvens, ventos de sudeste e chuvas a qualquer hora”, concluiu.

Continue lendo

ACRE

Acre foi um dos estados mais afetados, na pandemia, quanto a procedimentos oftalmológicos

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) apontou nesta semana por meio de captação de dados que durante a pandemia do Covid-19 houve queda no número de procedimentos à assistência aos pacientes com problemas de visão dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). A autarquia fez comparativos entre os anos de 2019 e 2020 e verificou que o Acre foi um dos estados que foi mais afetado.

Em termos proporcionais, o problema afetou mais o Acre com queda de 64% no número de consultas, Piauí (-57%) e Mato Grosso do Sul (-53%). “Entre os estados, os piores desempenhos, quando comparados os números absolutos de 2020 com 2019, aparecem São Paulo (-1,7 milhão de consultas), Minas Gerais (-441 mil) e Rio de Janeiro (-406 mil)”, informou a CBO.

Dentre as 27 unidades da federação, apenas o Amapá aparece com um aumento de 33% na realização de consultas oftalmológicas, quando comparados os anos de 2019 e 2020.

A autarquia informou ainda por meio de um relatório que os dados de janeiro a junho de 2021, “sugerem uma tendência de recuperação no volume de consultas, mas os índices não devem superar a produção de 2019, último período em que o atendimento aconteceu sem intercorrências”.

“Há dois anos, em seus seis primeiros meses, foram registradas 5,2 milhões de consultas oftalmológicas na rede pública. No exercício em curso, no mesmo intervalo, este total ficou em 4,8 milhões”, acrescentou.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia