Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Acre vai seguir na bandeira vermelha e com medidas restritivas

Publicado

em

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 no Acre realizou na tarde desta segunda-feira, 5, a vigésima coletiva de informe sobre o avanço da pandemia no estado. Com análise dos dados de 14 a 27 de março, todo o Acre se mantém em Nível de Emergência (Bandeira Vermelha), situação onde se encontra desde o dia 1 de fevereiro.

Num quadro geral, as três regionais tiveram piora nos índices de isolamento social, aumento de casos de Covid-19, aumento de notificações por síndrome gripal e aumento de óbitos, com um altíssimo índice de ocupação de leitos tanto de enfermaria, quanto de UTI. O cenário mais crítico, hoje, é na regional do Baixo Acre/Purus, onde o maior hospital de referência do estado, na capital, não possui leitos de UTI disponíveis.

Com estado ainda em Bandeira Vermelha, medidas restritivas adotadas pelo governo do Estado seguem valendo Foto: Diego Gurgel/Secom

Em todo o estado, quase 7 mil notificações por síndrome gripal foram registradas só no período de 21 a 27 de março, transformando este no pior quadro da pandemia até agora, numa manutenção de óbitos que ultrapassam os 50 por semana, há quatro semanas consecutivas.

O secretário de Saúde, Alysson Bestene, destacou que neste momento todas as medidas restritivas existentes até então no estado se mantêm. O governo segue com esforços e desafios diários para o combate à proliferação da doença e manutenção da assistência à saúde com abertura de leitos, mas que apenas o trabalho conjunto, com participação da população, entidades e executivo federal e municipal que poderemos alcançar melhores resultados.

“Reforço mais uma vez as medidas que precisamos adotar e que esse é um momento de união de todos nós, pessoas e instituições, para que possamos vencer essa doença aqui no estado do Acre. E pedimos novamente a todos que não se aglomerem, lavem as mãos, usem máscaras. Precisamos barrar o avanço do vírus”, conta o secretário.

Medidas são mantidas

O Estado manterá as medidas adotadas desde fevereiro para o controle da doença, que incluem o funcionamento de quase todos os setores econômicos com a capacidade máxima de 20% em Bandeira Vermelha, além da adoção obrigatória de medidas sanitárias, como o uso de máscaras.

Lockdown Foto: Marcos Vicentti/Secom
Fim de semana segue com medidas mais restritivas Foto: Marcos Vicentti/Secom

Vale lembrar, ainda, que por meio do decreto 8.445, foi adotado o Toque de Restrição, que torna proibida a circulação de pessoas das 22 às 5 horas da manhã, todos os dias da semana.

Os finais de semana seguem com as medidas mais rígidas de contenção, onde ficam impedidos de abrir para atendimento ao público todo o comércio não essencial, além de restaurantes, lanchonetes, supermercados e similares, onde o atendimento deverá ser apenas por serviço de delivery. Fica proibido qualquer tipo de atendimento presencial ao público, inclusive na modalidade drive thru. Também está suspensa a aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados destinados à recreação e ao lazer.

Quanto aos templos religiosos, o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti, atentou que a decisão monocrática do Supremo Tribunal Federal (STF) no último fim de semana pouco altera as medidas adotadas no Acre. A abertura já era permitida em 20% da capacidade, podendo ser expandida agora para 25%.

O Pacto

O Pacto Acre Sem Covid é uma ferramenta destinada a viabilizar a harmonia entre o desenvolvimento econômico, o direito de proteção à saúde e os valores sociais do trabalho, tendo por finalidade precípua a efetiva proteção do direito à vida.

Este instrumento assegura a retomada gradual e responsável das atividades econômicas e comerciais no âmbito estadual, por meio de mecanismos impulsionados pela atuação conjunta da sociedade, do setor econômico e do poder público, tendo como referência, diretrizes e decisões baseadas em dados oficiais e evidências científicas. 

Os níveis de classificação de risco foram divididos em Vermelho, Laranja, Amarelo e Verde, respectivamente do mais restritivo para o mais flexível. A cada 14 dias é realizada uma nova avaliação dos indicadores, cabendo às prefeituras realizar a autorização das atividades permitidas no respectivo nível de risco apurado por meio de decreto municipal, bem como a instituição de protocolos sanitários a serem seguidos pelos setores da economia que estejam autorizados a funcionar. Um trabalho que envolve Estado, prefeituras, entidades e conta com o apoio de toda a comunidade.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INTERIOR

Na Seinfra, prefeito e vereadores garantem 1.500 metros de pavimentação de ruas para Assis Brasil

Publicado

em

Por

O prefeito de Assis Brasil, Jerry Correia, juntamente com o presidente da Câmara, Wendell Marques e da vereadora Gilda Almeida, estiveram reunidos com o Secretário de Estado de Infraestrutura, Cirleudo Lima, na sede da SEINFRA. Na ocasião o prefeito e os vereadores solicitaram apoio do governo, por meio da Secretaria de Infraestrutura, para recuperação de ruas no município de Assis Brasil.

Diante do pedido, o Secretário Cirleudo Lima garantiu a pavimentação asfáltica de 1,5 quilômetros de ruas no município. “A parceria está fechada e vamos executar essa obra ainda este ano”, assegurou Cirleudo.

“Nossa meta é pavimentar a rua Juvenal Duarte, pois já estamos finalizando a base, além de alguns trechos da rua João José do Bonfim e o restante da rua Francisco das Chagas”, comemorou o prefeito.

“Eu admiro o esforço do nosso prefeito e sua parceria com a Câmara. Eu e o presidente estamos aqui representando o Poder Legislativo porque o prefeito sempre nos convida. Assim nós vereadores também podemos mostrar nosso trabalho e ajudar o prefeito em sua busca por recursos”, comentou a vereadora Gilda.

Continue lendo

POLÍTICA

Pedro Longo apoia projeto ‘Costura Criativa’ que leva renda a inúmeras famílias com matéria prima de fácil acesso

Publicado

em

Por

O gabinete do deputado Pedro Longo se uniu à Associação Amigos da Cidade do Povo para promover um projeto cujo nome é “Costura Criativa”.

A ação tem como objetivo ensinar pessoas com pouca renda a produzir bolsas e demais acessórios com matéria prima de fácil acesso e baixo custo.

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) fez questão de ir até a Escola de Gastronomia e Hospitalidade do Acre Miriam Assis Felício – onde acontece um curso profissionalizante – e cumprimentar as 20 mulheres que estão matriculadas e recebendo a formação, além de acompanhar as produções que geram renda para as moradoras da região. O diretor do espaço, o gestor Márcio Aguiar, recebeu a equipe do parlamentar.

“Decidimos apoiar esse projeto porque nosso mandato tem o compromisso de reforçar o empreendedorismo e favorecer a geração de renda para as pessoas”, argumentou Longo.

O “Costura Criativa” conta também com o apoio do Governo do Estado, por meio do Instituto de Pesquisa Educação e Tecnologia do Acre (Ipetec), e da Casa Amizade.

Os produtos confeccionados serão apresentados em duas feiras que estão sendo organizadas pela equipe, com datas a serem divulgadas nos próximos dias.

A presidente da Cooperativa dos Artesãos, Poliana Maia, agradeceu a participação do político e destacou a importância do projeto.

“Meu intenso agradecimento ao deputado Pedro Longo pela contribuição que tem dado ao projeto e por sua participação aqui. Sabemos que o maior compromisso do Estado é oferecer possibilidade para que as pessoas cresçam. Esse projeto não é diferente. Além de oferecermos uma renda a essas famílias, garantimos a elas, ao mesmo tempo, a oportunidade de trabalhar com um recurso criativo”, salientou.

Continue lendo

POLÍTICA

Prefeitura de Cruzeiro do Sul entrega sistema de tratamento de água no rio Croa

Publicado

em

Por

A prefeitura de Cruzeiro do Sul realizou nesta quarta-feira, 22, o ato de entrega de duas unidades de tratamento de água na comunidade do rio Croa. A entrega atende a uma demanda da comunidade por água potável comunicada à prefeitura no início da gestão. Os moradores já haviam recebido anteriormente a perfuração de poços artesianos, mas na maior parte deles a água não é potável, devido à acidez e alto índice de ferro, que consumido com frequência pode levar a distúrbios crônicos de saúde.

O ato de entrega contou com a presença do prefeito Zequinha Lima e do superintendente da FUNASA no Acre Ronaldo Craveiro. O sistema irá atender doze famílias do rio Croa.

“Isso significa saúde para nós. Saúde, vida e tudo o que a gente necessita. Estou muito feliz por estarem todos aqui neste dia de hoje. Antes a água era barrenta, tinha gosto ruim. Agora não, é uma água boa de beber”, disse Raimunda Lopes de Almeida, moradora da comunidade.

As duas unidades são sistemas alternativos de tratamento de água desenvolvidos pela FUNASA para atender comunidades como a do rio Croa.

“Isso tem uma importância muito grande para nós. É garantia de saúde e de vida, algo que há muito tempo queríamos”, disse Pedro Paulo Lima da Costa, presidente da comunidade.

A parceria da prefeitura com a FUNASA possibilitou a capacitação dos técnicos municipais para a implantação do sistema.

“Esta foi a primeira vez que uma equipe de uma prefeitura implantou o sistema após a capacitação. É o resultado da assinatura do termo de cooperação técnica entre prefeitura e FUNASA. Os técnicos da própria prefeitura estão capacitados para dar a manutenção nas unidades”, explicou Ronaldo Craveiro, superintendente da FUNASA.

O sistema é chamado de Salta Z, e foi desenvolvido por técnicos a pedido da FUNASA, justamente para atender a necessidade de comunidades ribeirinhas amazônicas como o Croa, onde há acesso à água, mas a mesma não é indicada para consumo. O sistema faz a filtragem, decantação de resíduos e clareamento, tornando-a potável segundo os parâmetros sanitários exigidos.

“Estas duas unidades foram implantadas em locais estratégicos da comunidade para atender ao maior número possível de moradores. O sistema corrige a acidez e alcalinidade, remove as impurezas e entrega uma água clara e potável, própria para o consumo e todas as atividades do dia a dia”, explica Ygoor Neves, Secretário Municipal de Meio Ambiente.

O prefeito Zequinha Lima destacou que essa foi uma demanda que surgiu da própria comunidade. “Nós estamos buscando atender o que a comunidade colocou como uma necessidade prioritária quando nossa equipe esteve aqui no início da gestão. Este ainda não é um sistema de distribuição, e sim de tratamento, mas já irá beneficiar as famílias com uma água 100% tratada e potável”, disse o prefeito Zequinha Lima.

A Prefeitura está oferecendo ainda na comunidade um curso de confecção de vassouras de garrafa PET e uma outra capacitação em parceria com a Marinha para habilitar os barqueiros do local. A Secretaria de Trânsito e Transporte Municipal também atua na área , com a implantação de placa de sinalização indicativa.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia