Connect with us

ACRE

Sem saber de gravidez, mulher dá à luz em UPA em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Alcinete Gadelha

A jovem Ana Melissa da Cruz, de 18 anos, deu à luz ao segundo filho na manhã deste sábado (3), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, após procurar atendimento médico por causa de dores abdominais e descobrir a gravidez na hora do parto.

Ana Melissa estava na companhia do marido, e chegou até a unidade após se sentir mal, logo no início da manhã quando sentiu fortes dores na região pélvica.

“Foi meio que de surpresa. Estava tudo normal [menstruava todos os meses] quando foi ontem [sexta, 2], comecei a sentir umas dores e minha barriga começou a inchar e fui para a UPA sentindo muita dor. Tenho gastrite e pensava que era da minha gastrite, mas, ao chegar lá, já estava em trabalho de parto”, conta.

O bebê recebeu nome de Lucas Gabriel, uma sugestão da enfermeira logo após o parto. Segundo a mãe, ele nasceu pesando 3,300 quilos e mediu 49 centímetros. Os dois foram levados para a maternidade logo depois, receberam atendimento e estão bem, segundo informou Ana. Ela ainda não sabe quando deve receber alta.

“Foi uma surpresa boa. Um notícia forte, mas, boa ao mesmo tempo. Ele está saudável e eu estou bem. Todo mundo gostou da notícia. Meu marido ficou surpreso”, conta.

Lucas Gabriel nasceu pesando 3,300 quilos e medindo 49 centímetros — Foto: Arquivo pessoal

Lucas Gabriel nasceu pesando 3,300 quilos e medindo 49 centímetros — Foto: Arquivo pessoal

Sem sinais

Ana disse que ao longo da gravidez não percebeu nenhuma alteração no corpo e continuou menstruando normalmente, por isso não desconfiou que tivesse carregando o pequeno Gabriel.

Sem ter enxoval, ela diz que contou com algumas doações que já recebeu no hospital, já que eles não podem fazer compras, devido o comércio fechado em cumprimento ao decreto do governo que suspende as atividades durante feriados e finais de semana.

“Têm algumas roupinhas simples que a gente conseguiu de última hora, algumas cobertinhas porque está tudo fechado e não tem como comprar nada. Então, é só com o que conseguimos”, conta.

Equipe da UPA fez parto na emergência da unidade — Foto: Arquivo pessoal

Equipe da UPA fez parto na emergência da unidade — Foto: Arquivo pessoal

Primeiro parto em UPA

O parto do pequeno Lucas Gabriel foi o primeiro realizado na UPA da cidade. A enfermeira Natiely Galvão foi quem fez o atendimento de Ana, assim que ela chegou na unidade, e ajudou no parto com a equipe médica do local.

A enfermeira contou que a paciente chegou sentindo dores pélvicas e, quando foi fazer a classificação de risco, começou a chorar e pediu ajuda.

“O recepcionista chegou e falou que tinha uma paciente com muita dor, e perguntei se estava grávida e ele disse que a informação era que não. Ela entrou no atendimento e perguntei se estava grávida, porque se tivesse o atendimento dela não era aqui e sim na maternidade, e ela negou falando que a menstruação estava normal”, conta.

Ao dizer que sentia muita dor, Ana começou a chorar e apenas relatou o inchaço na barriga e as dores e um leve sangramento.

“Quando começou a chorar, então, a dor já estava no grau 10 e levamos para a emergência. Quando colocamos na maca, em posição ginecológica, o bebê já tinha coroado, dava para ver a cabeça da criança porque ela estava em trabalho de parto. Ou seja, quando ela estava chorando é porque estava sentindo as contrações. Nasceu rosadinho. Era um meninão e ela não tinha uma barriga”, relembra.

Natiely diz que foram feitos os procedimentos, a mãe foi orientada e o parto foi um sucesso, apesar de a estrutura da UPA não ser adequada para fazer o procedimento.

“O médico fez a retirada da placenta, na hora a gente não tinha nenhum grampo porque era na emergência, mas prendemos com a liga da luva, depois envolvi em um pano umedecido para ser levada para a maternidade. Lá não tinha fralda, então, pegamos lençol das macas e fiz um charutinho, passei duas fitas para o bebê ficar bem aquecido e já coloquei na mãe para ser estimulado a mamar e ser aquecido”, conclui.

Ana Melissa diz que foi uma boa surpresa a chegada do filho — Foto: Arquivo pessoal

Ana Melissa diz que foi uma boa surpresa a chegada do filho — Foto: Arquivo pessoal

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Governo divulga nomeação de aprovados em concurso público da Educação, confira

Publicado

em

Por

Agência AC

O governo do Acre divulgou nesta sexta-feira, 18, a nomeação de 61 candidatos aprovados no concurso público para a formação de cadastro de reserva da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE). O anúncio faz parte das onze medidas pactuadas pelo governador Gladson Cameli de valorização e melhoria das condições de trabalho dos servidores da  Educação.

Os convocados são das áreas de Ciências, Educação Física, Geografia, História, Espanhol, Inglês, Português, Química e Artes Cênicas (Teatro, Música e Artes Visuais). Ao todo, serão 11 municípios atendidos: Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Jordão, Brasileia, Feijó, Mâncio Lima, Porto Acre, Senador Guiomard, Acrelândia e Sena Madureira.

Os candidatos nomeados têm até 30 dias para a apresentação dos documentos pertinentes ao cargo e a efetiva assinatura do termo de posse.

Ainda nesta última semana, o governo do Estado publicou a lista de 328 professores aprovados nos processos seletivos para a Educação do Campo, de 2020, e para atender as necessidades do Programa Asas da Florestania, de 2018.

Confira o Edital AQUI.

Continuar lendo

ACRE

Caso Lázaro: Acreanos repercutem de forma humorada a caçada ao ‘serial killer’

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga/ Foto: Reprodução Twitter

Enquanto 300 agentes das polícias do Brasil estão mobilizados para encontrar o serial killer, Lázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, acusado pelas autoridades de assassinar uma família inteira no Distrito Federal, internautas acreanos repercutem o caso de forma humorada nas redes sociais. O Acre News pesquisou algumas publicações no Twitter e mostra que apesar dos ‘memes’, das piadas, o assunto é sério.

A caçada ao serial killer completa, hoje (18), dez dias e sem sucesso. Tudo começou quando ele teria provocado uma chacina em Ceilândia Norte (DF). Ao tomar conhecimento do caso, a polícia deu início à perseguição do acusado. Porém, ele estaria numa área de difícil acesso, de mata e com muitas grotas na cidade de Cocalzinho (GO). Neste período, Lázaro trocou tiros com agentes, fez reféns e invadiu casas, fazendas e chácaras.

Pesa ainda contra Lázaro Barbosa, acusação de crimes ocorridos em 8 de março de 2018, como homicídio qualificado, porte ilegal de arma, roubo e estupro, fuga da cadeia e condenação por homicídio na Bahia. Em 26 de março de 2021, o homem teria invadido uma casa e estuprado a moradora do local. No dia 17 de maio de 2021, uma família foi feita refém pelo suspeito, que portava uma faca e uma arma. Neste episódio, Lázaro mandou as vítimas ficarem nuas e ordenou que as mulheres servissem o jantar.

Logo, Lázaro Barbosa tomou conta do noticiário dos principais jornais do país. Na internet, tornou-se um dos assuntos mais comentados dos últimos dias. No Acre, alguns internautas descreveram diversas situações inusitadas sobre a repercussão.

“Minha avó tá com medo do serial killer, falou que tá com receio de sair de casa, pois está com medo. É não vai sair enquanto ele não for preso e disse pra mim ter cuidado, mas detalhe a gente mora no ACRE”, escreveu uma internauta.

“Eu achei a casa do Menino do Acre bem mais nefasta do que a desse serial killer chinelão aí”, comentou um internauta.

“Tô começando a achar que o Brasil pensa que o Acre é a própria caçamba de lixo, daqui a pouco até serial killer tá sendo jogado pra cá”, manifestou outro.

“Eu vim pro DF domingo e tô voltando hoje pro Acre. Dez dias e mais de 200 homens ainda não conseguiram capturar Lázaro Barbosa… Acho que vou em Rio Branco só buscar uns cinco policiais pra darem uma aula ao povo daqui. A incompetência desse povo é inacreditável!”, diz mais um twitter.

Veja outras publicações das redes:

Continuar lendo

ACRE

Ifac está com inscrições abertas para cursos superiores em três municípios

Estão sendo ofertadas 139 vagas para os campi Cruzeiro do Sul, Sena Madureira e Xapuri

Publicado

em

Por

O Instituto Federal do Acre (Ifac) está com inscrições abertas para cursos superiores nos municípios de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira e Xapuri. Ao todo, estão sendo ofertadas 139 vagas remanescentes nas áreas de Agroecologia, Física, Gestão Ambiental, Química e Zootecnia.

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 23 de junho. Clique aqui e se inscreva.

A seleção dos novos alunos será feita com base nas notas de Língua Portuguesa e Matemática do Ensino Médio. Conforme edital, serão considerados documentos comprobatórios para a seletiva:

  • Certificado de Conclusão acompanhado de Histórico Escolar do Ensino Médio;
  • Certificado de Conclusão via Provão;
  • Certificado de Conclusão via Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja);
  • Certificado de Conclusão com base nos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • Certificado de Conclusão com base nos resultados do Programa Especial de Ensino Médio (Peem);

Acesse aqui o edital

Vagas e campi

Para essa edição estão sendo ofertadas 139 vagas distribuídas nos campus Cruzeiro do Sul, Sena Madureira e Xapuri.

Cruzeiro do Sul

  • Tecnologia em Agroecologia: 14 vagas (vespertino)

Sena Madureira

  • Bacharelado em Zootecnia: 24 vagas (diurno)
  • Licenciatura em Física: 37 vagas (noturno)

Xapuri

  • Tecnologia em Gestão Ambiental: 37 vagas (noturno)
  • Licenciatura em Química: 27 vagas (noturno)

Inscrições

As inscrições para os cursos superiores do Ifac são gratuitas e seguem até às 18h do dia 23 de junho.

Para se inscrever, os candidatos deverão acessar o site https://web.ifac.edu.br/processoseletivo, clicar no link INSCREVA-SE AQUI, selecionar o campus, o curso desejado, preencher todos os dados obrigatórios da ficha de inscrição, conferir e clicar em finalizar.

Além disso, os candidatos deverão preencher obrigatoriamente, no momento da inscrição, o questionário socioeconômico.

Cronograma

Conforme edital, o resultado preliminar será divulgado no dia 24 de junho, após às 17h. Os interessados em interpor recurso, deverão encaminhar documentação até o dia 25 de junho. O resultado final e chamamento para matrícula será publicado em 28 de junho.

Os aprovados deverão efetivar matrícula, de forma presencial e respeitando as orientações de saúde e sanitárias previstas em edital, entre os dias 29 e 30 de junho.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas