Connect with us

ACRE

Sem saber de gravidez, mulher dá à luz em UPA em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Alcinete Gadelha

A jovem Ana Melissa da Cruz, de 18 anos, deu à luz ao segundo filho na manhã deste sábado (3), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, após procurar atendimento médico por causa de dores abdominais e descobrir a gravidez na hora do parto.

Ana Melissa estava na companhia do marido, e chegou até a unidade após se sentir mal, logo no início da manhã quando sentiu fortes dores na região pélvica.

“Foi meio que de surpresa. Estava tudo normal [menstruava todos os meses] quando foi ontem [sexta, 2], comecei a sentir umas dores e minha barriga começou a inchar e fui para a UPA sentindo muita dor. Tenho gastrite e pensava que era da minha gastrite, mas, ao chegar lá, já estava em trabalho de parto”, conta.

O bebê recebeu nome de Lucas Gabriel, uma sugestão da enfermeira logo após o parto. Segundo a mãe, ele nasceu pesando 3,300 quilos e mediu 49 centímetros. Os dois foram levados para a maternidade logo depois, receberam atendimento e estão bem, segundo informou Ana. Ela ainda não sabe quando deve receber alta.

“Foi uma surpresa boa. Um notícia forte, mas, boa ao mesmo tempo. Ele está saudável e eu estou bem. Todo mundo gostou da notícia. Meu marido ficou surpreso”, conta.

Lucas Gabriel nasceu pesando 3,300 quilos e medindo 49 centímetros — Foto: Arquivo pessoal

Lucas Gabriel nasceu pesando 3,300 quilos e medindo 49 centímetros — Foto: Arquivo pessoal

Sem sinais

Ana disse que ao longo da gravidez não percebeu nenhuma alteração no corpo e continuou menstruando normalmente, por isso não desconfiou que tivesse carregando o pequeno Gabriel.

Sem ter enxoval, ela diz que contou com algumas doações que já recebeu no hospital, já que eles não podem fazer compras, devido o comércio fechado em cumprimento ao decreto do governo que suspende as atividades durante feriados e finais de semana.

“Têm algumas roupinhas simples que a gente conseguiu de última hora, algumas cobertinhas porque está tudo fechado e não tem como comprar nada. Então, é só com o que conseguimos”, conta.

Equipe da UPA fez parto na emergência da unidade — Foto: Arquivo pessoal

Equipe da UPA fez parto na emergência da unidade — Foto: Arquivo pessoal

Primeiro parto em UPA

O parto do pequeno Lucas Gabriel foi o primeiro realizado na UPA da cidade. A enfermeira Natiely Galvão foi quem fez o atendimento de Ana, assim que ela chegou na unidade, e ajudou no parto com a equipe médica do local.

A enfermeira contou que a paciente chegou sentindo dores pélvicas e, quando foi fazer a classificação de risco, começou a chorar e pediu ajuda.

“O recepcionista chegou e falou que tinha uma paciente com muita dor, e perguntei se estava grávida e ele disse que a informação era que não. Ela entrou no atendimento e perguntei se estava grávida, porque se tivesse o atendimento dela não era aqui e sim na maternidade, e ela negou falando que a menstruação estava normal”, conta.

Ao dizer que sentia muita dor, Ana começou a chorar e apenas relatou o inchaço na barriga e as dores e um leve sangramento.

“Quando começou a chorar, então, a dor já estava no grau 10 e levamos para a emergência. Quando colocamos na maca, em posição ginecológica, o bebê já tinha coroado, dava para ver a cabeça da criança porque ela estava em trabalho de parto. Ou seja, quando ela estava chorando é porque estava sentindo as contrações. Nasceu rosadinho. Era um meninão e ela não tinha uma barriga”, relembra.

Natiely diz que foram feitos os procedimentos, a mãe foi orientada e o parto foi um sucesso, apesar de a estrutura da UPA não ser adequada para fazer o procedimento.

“O médico fez a retirada da placenta, na hora a gente não tinha nenhum grampo porque era na emergência, mas prendemos com a liga da luva, depois envolvi em um pano umedecido para ser levada para a maternidade. Lá não tinha fralda, então, pegamos lençol das macas e fiz um charutinho, passei duas fitas para o bebê ficar bem aquecido e já coloquei na mãe para ser estimulado a mamar e ser aquecido”, conclui.

Ana Melissa diz que foi uma boa surpresa a chegada do filho — Foto: Arquivo pessoal

Ana Melissa diz que foi uma boa surpresa a chegada do filho — Foto: Arquivo pessoal

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Servidores da Prefeitura estão irados com a burocracia de banco contratado para pagar salários

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Servidores da Prefeitura de Rio Branco (PMRB) procuraram, hoje (23), a redação do AcreNews para reclamar da burocracia no cadastramento ou na atualização de dados junto ao Banco do Brasil (BB). Como noticiado por nós, a PMRB fechou um contrato milionário com o banco que agora ficará responsável pelo pagamento dos funcionários do município, no entanto, a medida tem gerado muita reclamação e dor de cabeça nos trabalhadores.

Um servidor que pediu para não ser identificado, assim como os demais, disse que a mudança pegou todo mundo de surpresa, pois a direção da PMRB não falou com antecedência da troca de instituição bancária que fará o pagamento do salário do funcionalismo público.

“Foi tudo às pressas! Não falaram nada pra gente, nem comentaram com antecedência. Ficamos sabendo da mudança pela matéria, da reportagem, de vocês. Daí, a gerência não deu uma orientação, estipularam datas que estão em cima do dia do pagamento, correndo o risco de muita gente perder o salário por causa dessa burocracia. Isso tem tirado o sono de muita gente que tem medo de ir ao banco por causa da Covid-19 ou por falta de tempo”, disse.

Outra servidora ressaltou a preocupação quanto a uma hipótese de bloqueio de valores que podem ser usados pelo banco para pagar dívidas antigas ou parcelas de empréstimos. “Quem tem dívida com o Banco do Brasil, por exemplo, pode ficar sem o dinheiro no mês. Porque depositando na conta, o dinheiro é bloqueado automaticamente e vai ser descontado na certeza. Ou seja, vai passar necessidade!”, ressalta.

As reclamações não param. “Passei duas horas na agência para tentar fazer um simples desbloqueio do App, indicado por eles [Banco do Brasil] como forma de facilitar as coisas e não consegui! Para ter acesso ao aplicativo é preciso ter cartão. E quem não tem cartão? É obrigado a esperar. Enquanto isso, eles pedem que a gente compareça na agência. Vamos até elas, só que tudo cheia de gente, ninguém resolve os nossos problemas. É um desencontro de informação muito grande, péssimo atendimento. Tá uma bagunça!”, reclama outra servidora.

Segundo a PMRB, o Banco do Brasil é o responsável por fazer o processo de liberação do aplicativo e todo o cadastramento dos servidores no sistema de contas. O BB informou que vai abrir neste sábado (25) cinco agências para atender exclusivamente os funcionários. Os atendimentos servirão para complementação de dados dos que fazem aniversário entre janeiro e junho. Para os que fazem aniversário a partir de julho até dezembro, haverá atendimento nas agências na segunda-feira (27) a sexta-feira (01) das 14h às 16hs.

Continue lendo

ACRE

Em ação conjunta, PM, PC e Secretaria Municipal de Saúde visitam comunidade rural em Feijó

Publicado

em

Por

Ascom PMAC

As forças de segurança do Estado, representadas pela Polícia Militar e Polícia Civil, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde de Feijó, realizaram nesta quinta-feira, 23, uma atividade conjunta na Comunidade Paraíba, no Km 40 do Ramal Maravilha, em Feijó.

Na oportunidade as forças policiais desenvolveram ações de polícia comunitária, conversando, debatendo e interagindo com moradores da região, sobre temas relacionados a segurança pública. Os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, levaram atendimento básico, além de vacinação contra a COVID-19.

O 1° Tenente PM Mendonça, agradeceu a participação dos envolvidos na ação. “Agradeço a todos os envolvidos (Polícia Militar, Polícia Civil e Prefeitura de Feijó) pelo empenho em levar dignidade aos moradores e deixar claro que nós, Forças de Segurança, não estamos alheios aos problemas de nossa cidade e muito menos de nossa Zona Rural. Mais ações como essa virão e alcançaremos a todos, levando segurança para as pessoas de bem e combatendo com rigor a criminalidade”, finalizou.

Continue lendo

ACRE

Presidente da OAB reclama de ‘campanha sórdida’ na disputa pela Ordem, que acontecerá em novembro

Erick Venâncio recebeu hoje o advogado Luiz Saraiva, referência do Direito no Acre

Publicado

em

Por

A campanha para a eleição que escolherá o próximo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Acre, marcada para a segura quinzena de novembro, está pegando fogo. A diferença para as campanhas políticas só é melhor em relação ao palavreado, bem mais erudito. No mais, a composição é a mesma. O atual presidente, Erick Venâncio, oficialmente decidido a buscar a reeleição, alegando que, apesar dos muitos avanços, ainda tem muitos projetos para colocar em prática, fez denúncia grave em sua rede social sobre os concorrentes, a quem chamou de covardes, responsáveis por uma campanha sórdida.

VEJA O QUE ELE ESCREVEU

A covardia é o escudo daqueles que não tem coragem.

Temos sido vítimas de uma sórdida campanha que ao invés de discutir ideias, propósitos e intenções tem se restringido a atacar covardemente pessoas e até mesmo a nossa instituição.

Por meio de contas clandestinas, perfis falsos e outras ferramentas próprias a quem vive no submundo, na clandestinidade, os mensageiros da renovação ofendem até mesmo nossas famílias. Distorcem fatos e criam fake news a fim de ofender e macular a nossa honra. Tudo parece valer a pena.

Quem age dessa forma não merece o respeito da advocacia, pois não ostenta condições, seja de coragem, seja de honradez, para se pretender representante de ninguém, a não ser de si mesmo, do ódio e do desprezo pelo próximo que carrega consigo.

Não iremos enveredar por esse caminho.

Continuaremos a discutir e trabalhar pelo presente e pelo futuro da advocacia.

Agradecemos, eu e Nayara, pelas inúmeras manifestações de solidariedade.

Quem tem trabalho, não precisa de perfis falsos;

Quem tem história, não precisa da clandestinidade;

Quem foi forjado na luta, não se esconde na covardia;

Quem tem Deus no coração, não age com ódio, mas sim com amor.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia