Connect with us

ACRE

Alguns dos maiores empresários acreanos ouvidos pelo Acrenews estão ansiosos pela inauguração da ponte sobre o rio Madeira

Publicado

em

Evandro Cordeiro

O Acre estará integrado ao Brasil a partir do dia 29 abril de 2021, daqui a dez dias, definitivamente. Nesta data o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os governadores do Acre, Gladson Cameli (Progressistas), e de Rondônia, Marcos Rocha (PSL), inauguram a ponte sobre o rio Madeira, na BR-364, segundo as agendas oficiais das três autoridades. Se materializará naquele dia pelo menos meio século de sonhos. Desde o presidente Juscelino Kubitschek, que governou o Brasil entre 1956 e 1961 prometendo 50 anos em cinco, se planeja essa ligação viária. Assim sendo, a viagem do Acre para qualquer lugar do país ficará menos demorada por pelo menos uma hora e meia, tudo isso resultando em economia.

Foto: RD Imagens Aéreas

São 3,8 mil metros de ponte construída a base de concreto e ferro. O engenheiro civil Eduardo de Souza Lira, supervisor da obra, nem tem os cálculos de quantos metros cúbicos de concreto foram usados até aqui, nem o quanto de ferro, mas isso é exatamente o que menos importa quando quem está com a palavra são os empresários, o pessoal que garante o PIB do Acre, entusiasmados com o novo momento que essa ligação por terra pode propiciar. “Além da economia, estaremos finalmente ligados ao resto do pais, o que psicologicamente eleva a autoestima do nosso empresariado”, diz o presidente da Acisa, a Associação Comercial do Acre, Marcelo Moura, presidente do grupo Recol.

Foto: RD Imagens Aéreas

A ponte em funcionamento reabrirá, por certo, a discussão sobre o Acre como passagem de parte do produto brasileiro para portos peruanos, para daí serem levados para o resto do mundo por meio do Oceano Pacífico. Além do mais, o Estado pode também servir como ponto de entrada de produtos internacionais, deixando de ser o fim do Brasil, para ser o início, como se diz prosaicamente nos convescotes.

O Acrenews ouviu alguns dos maiores empresários locais para tirar uma média na opinião. A palavra chave foi achada fácil: entusiasmo. Os homens que garantem o PIB do Estado estão ansiosos pela inauguração. Eles acham que isso mudará, sem dúvida, o curso da história.

VEJA O QUE DISSERAM ALGUNS DOS EMPRESÁRIOS ACREANOS

Adem Araújo, diretor do grupo Araújo de Supermercados: “A ponte sobre o rio Madeira, que dá acesso ao Acre, dará cinco vezes mais velocidade no crescimento econômico do nosso estado. Estou muito entusiasmado”.

Rayolando Costa de Oliveira, dono da Acreplast, postos de gasolina e cultivador de soja: “Um sonho que sonhamos a vida toda. Vai ser a liberdade do nosso Estado. Você cruzar o rio Madeira sem depender de uma balsa, é tudo. Antes a gente perdia o tempo todo. A gente que transporta combustível não pode andar a noite. Ali de dia a gente perde duas horas. O Acre só tem a ganhar. Nossas terras vão ter valor, nossa pecuária irá aumentar”.

Marcelo Moura, presidente da Acisa e do grupo Recol: “Do ponto de vista da economia não é muita coisa. Vai economizar pouco, mas o bom são as outras coisas agregadas. Além do mais essa ponte terá um valor moral imenso. Levantará a autoestima do nosso empresariado”.

Fernando Zamora, pecuarista: “Uma obra muito importante para o Acre. Agora sim estamos ligados com o pais pela malha viária, sem ter rio no meio. Aquelas crises que existiam quando o rio Madeira secava, acarretando prejuízo, vão acabar. E o importante é que a malha viária brasileira tá melhorando. O governo Bolsonaro tem dado manutenção. Então a malha boa e essa ponte inaugurada é só melhoria pro nosso Acre”.

Júnior Esperoto, diretor da Distribuidora Karina: “Acredito que cada pessoa envolvida na cadeia do abastecimento vai falar de forma diferente. Por exemplo: o carreteiro que muitas vezes passava horas parado, pagava caro pra poder atravessar, imagina a qualidade de vida desse cara, vai sofrer um grande impacto – para melhor, claro. Nos custos dos produtos vai impactar toda a cadeia. Apesar de muita gente só pensar no valor da balsa, também haverá outros impactos. O seguro da carga, por exemplo. O fato de existir uma balsa encarece os seguros e isso encarece os fretes. Então pra nós do ramo distribuidor a ponte representa mais velocidade”.

Jarbas Soster, presidente da Pedra Norte: “A ponte é um sonho acreano. Sua travessia por balsa representa um grande empecilho ao desenvolvimento econômico e social de toda a vasta área das divisas do Amazonas, Rondônia, Acre, bem como dos países vizinhos que dependem de melhores condições para que os produtos importados tenham menor tempo de viagem, atribuindo menores custos de transporte.

Em média, caminhões de gás e combustíveis perdem 6 horas para a travessia quando não há seca ou cheia. O Acre é muito prejudicado em razão das condições da estrada e do risco atribuído a travessia, sendo ambas as situações, calculadas nos custos dos transportadores. Quero deixar aqui nossos agradecimentos ao presidente Jair Bolsonaro, Ministro Tarcísio, DNIT e ao consórcio de empresas.

Parabéns ao governo Bolsonaro por manter os investimentos, mesmo nas adversidades e constantes ataques que tem sofrido”.

Tião Cameli, empresário dos ramos de supermercado e venda de combustível no Juruá: “Me emociono pra falar desse assunto, porque isso é algo muito esperado. A gente pensava que nunca ia ser realidade. Mas hoje a gente percebe que é uma realidade, que faltam pequenos detalhes. Pra nós, que somos empresários dependentes de transportes, que temos caminhões viajando, funcionários viajando e que tem essa questão de melhorar os valores para esse transporte, isso é um ganho muito importante – economia e agilidade. Pra nós, para toda a região do Acre, tem uma grande vantagem, não ter que esperar ali uma hora, hora e meia para poder fazer um passeio. Motivo de alegria. Um sonho realizado. É uma grande vantagem para a região em todos os aspectos, principalmente no financeiro. Agilização de logística, mais facilidade para os empresários e a população”.

Rubenir Guerra, dono da rede de lojas Barriga Verde: “Vai ser o maior feito para o nosso estado, as vantagens serão imensas a começar pelo tempo de viagem que em média para carro pequeno é de uma hora, para caminhões duas horas. Haverá diminuição de custo que, com certeza, vai diminuir o preço das mercadorias para o consumidor final”.

Everton Soares, herdeiro dos supermercados São Sebastião, em Epitaciolândia: “Será de suma importância para a vida empresarial acreana. Vai estreitar os laços entre Acre, Rondônia e demais. A logística vai ficar bem melhor. Vai gerar economia. Parabéns ao governo Bolsonaro, Ministro Tarcísio, porque isso já era pra ter acontecido em outros governos, mas não fizeram”.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ACRE

Banco não é responsabilizado por cliente perder R$ 16 mil em “Golpe do QR Code”

A consumidora pediu ressarcimento do dinheiro perdido e indenização por danos morais, ambos foram negados

Publicado

em

Por

A 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais negou provimento ao recurso apresentado por uma consumidora que sofreu um golpe. O Colegiado compreendeu que a sentença deve ser mantida, porque restou comprovado que não houve qualquer intervenção da empresa demandada

A parte autora explicou que recebeu um e-mail para atualização do aplicativo do banco, sendo agendado um atendimento via telefone. Ao receber o telefonema, uma pessoa que se dizia atendente da instituição demandada deu prosseguimento na atualização do seu aplicativo, fornecendo um link, então ela baixou a atualização e executou-se o procedimento conforme solicitado. Só depois ela descobriu que foi vítima de um golpe, quando viu que foi realizada uma transferência no valor de R$ 16.700,00 em nome de terceiro.

A juíza Lilian Deise afirmou que a sentença não merece modificação e a falha na prestação do serviço não está evidenciada. “A parte reclamada afirmou que não adota os procedimentos narrados e a consumidora em nenhum momento comprova alguma atitude proveniente da instituição financeira, como a utilização de algum portal de atendimento oficial”, afirmou a relatora.

O golpe do QR Code representa um típico caso de fortuito externo, no qual não cabe responsabilizar a empresa que não participou da relação fraudulenta. A decisão para o processo n° 0700723-83.2019.8.01.0009 foi publicada na edição n° 7.089 do Diário da Justiça Eletrônico (pág. 46), desta quinta-feira, dia 23.

Continue lendo

ACRE

Incêndio destrói parte da empresa Verágua, no interior do Estado

Publicado

em

Por

Um incêndio de grandes proporções foi registro na noite desta terça-feira (28) no galpão da empresa de água mineral Verágua, no Ramal do Triunfo, em Senador Guiomard.

Vídeos enviados à reportagem do ContilNet mostram as chamas e o desespero de funcionários tentando controlá-las.

O local é cercado por árvores. Apesar de não haver ainda informações detalharas sobre perdas, as imagens mostram que o fogo tomou todo o galpão.

Não há informações sobre vítimas. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio já foi controlado, utilizando dois carros de combate a incêndio e cerca de 15 bombeiros ainda trabalham para conter totalmente as chamas.

Não há informações de como começou o incêndio e, apesar da intensidade das chamas, não há feridos, apenas danos materiais.

Uma perícia que vai identificar como começou o incêndio será feita nos próximos dias.

Vídeo: Giovanne Oliveira (Reprodução Facebook)

[ContilNet]

Continue lendo

ACRE

Prefeitura de Rio Branco segue com cronograma de limpeza nos bairros da capital

Publicado

em

Por

Capina, roçagem, raspagem, catação e retirada de entulhos. Foi assim que a gestão da prefeitura iniciou os trabalhos na Estrada do Calafate, da Vila Betel até a rotatória da Havan.

Na manhã, desta terça-feira, 28, a equipe da Secretaria Municipal de Cuidados com a Cidade (SMCCI) esteve no trecho dando continuidade ao cronograma de limpeza pública para proporcionar uma Rio Branco mais limpa.

Equipes da secretaria Municipal de Cuidados com a Cidade no bairro Tucumã (Foto: Evandro Derze/Assecom)

“Nós começamos ontem, da Fundação Bradesco e vamos finalizar um lado da rotatória e seguir pelo outro, no mesmo percurso. A importância é que o prefeito está trabalhando. A cidade está ficando limpa, estamos tirando os entulhos. Procuramos sempre dar o nosso melhor”, explica a encarregada da equipe, Maria Cleene Lau.

O empresário Antônio Cruz conta que consegue perceber a dedicação do prefeito Tião Bocalom em manter a cidade limpa e agradável. “Para mim, a manutenção está boa e a cidade limpa. O serviço está de qualidade na cidade e os buracos estão sendo todos tampados”, destacou.

Foto: Evandro Derze/Assecom

Além do bairro Calafate, a atual gestão segue compromissada com a agenda diária de limpeza da Secretaria. Na mesma manhã, outra equipe também estava no bairro Tucumã realizando serviços na avenida Sudeste.

O coordenador da equipe, Sebastião Gracino, fala sobre o compromisso da prefeitura para com a manutenção e limpeza dos bairros. “Cada coordenador está cuidando de uma parte da cidade e estamos dando o melhor e fazer aquilo que o nosso prefeito sempre pede: com carinho e atendendo as pessoas. A equipe está de parabéns, a gestão e nosso secretário”, enfatizou.

Foto: Evandro Derze/Assecom

Wesley Castro é estudante. Ele fala da importância dessa limpeza nos bairros para evitar a proliferação de doenças e animais peçonhentos. “Empata de alguns vetores de doenças que possam estar sendo transmitidos, porque acumula bastante lixo, então acho interessante estar sendo realizada essa limpeza”.

[Dircom]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas