Connect with us

GOSPEL

Arlenilson Cunha, um evangelista da Assembleia de Deus que comanda o sistema penitenciário do Acre, fala ao AcreNews: ‘Acredito na mudança do homem’

Publicado

em

O evangelista da igreja Assembleia de Deus Arlenilson Cunha tem sob seu comando cerca de 1,3 mil policiais penais, além de ser responsável pelo cumprimento das penas de pelo menos seis mil detentos, espalhados em 10 unidades prisionais do Acre. No setor de segurança do Estado é um dos homens mais atarefados. Usa perto de 15 horas por dia para poder dar conta de sua responsabilidade como diretor presidente do Iapen e ainda cuidar da mocidade de sua igreja, na Vila Acre.

Ele acha tudo isso legal, benção de Deus em sua vida, tanto que ainda acha tempo para trabalhar na conclusão do curso de Direito. Numa conversa com o Acrenews/Gospel, Arlenilson contou muita coisa sobre sua vida e revelou como enxerga o sistema prisional, o que descobriu sobre o governador Gladson Cameli (Progressistas) em relação ao que ele pensa sobre pessoas que cumprem pena e fecha com chave de ouro falando acerca de seu ministério na igreja. Veja nossa entrevista:

AcreNews – Quem é Arlenilson Cunha?

Arlenilson Cunha – Arlenilson Barbosa Cunha, 36 anos de idade. Graduado em Pedagogia, concludente do Curso Direito. Sou filho de dona Marilza Santana e Artemildo Valente da Cunha (in memória) e pai de dois filhos (Kãua e Kaio). Sou casado com a Assistente Social Adriana Sales.

AcreNews – Como e onde foi sua infância?

Arlenilson Cunha – Minha infância foi no bairro Cidade Nova, onde residi até aos 20 anos de idade, tomando banho no rio Acre, jogando bola no areal e no campo do Atlético Acreano (Galo).

AcreNews – Como se deu sua conversão ao evangelho de Cristo?

Arlenilson Cunha – minha conversão aconteceu há 11 anos. Foi uma das melhores coisas que aconteceu em toda minha vida, conhecer Jesus Cristo.

AcreNews – Como foi seu caminho até chegar a policial penal?

Arlenilson Cunha – Tranquilo. Sou Policial Penal de carreira através de concurso público realizado em 2007.

AcreNews – Como comandante o senhor tem liberdade para criar novidades nos presídios as quais o senhor acredita serem capazes de melhor ressocializar a comunidade carcerária?

Arlenilson Cunha – Sim! O governador Gladson Cameli deu essa liberdade. Na verdade, é uma diretriz dele criar atividades que visam a ressocialização e a ocupação aos apenados. Hoje muitas atividades educacionais e de trabalho são realizadas, tais como: confecção de móveis, funilaria, oficina mecânica, roçagem em diversos órgãos públicos, avenidas e parques, reformas de prédios públicos e outros. A novidade recente é a confecção de “espreguiçadeiras” com madeiras apreendidas pelo IMAC e IBAMA, parceria entre IAPEN e FUNDHACRE, cujo objetivo é atender os acompanhantes dos pacientes da Fundação Hospitalar.

AcreNews – como foi sua carreira na Polícia Penal até chegar ao comando?

Arlenilson Cunha – Percorri todos os cargos dentro da instituição Polícia Penal. Fui chefe de equipe, coordenador de segurança do Presídio de Segurança Máxima, diretor da Unidade Prisional do Quinari, até se tornar presidente do Instituto de Administração Penitenciária do Acre em 2020, a convite do governador Gladson.

AcreNews – Como o senhor define nossa população carcerária? São psicopatas, doentes, vítimas da sociedade ou são pessoas que precisam de Deus?

Arlenilson Cunha – Na verdade todos nós precisamos de Deus, agora hoje temos uma população carcerária proporcionalmente a maior do país, e o Brasil ocupa a terceira posição no ranking com maior quantidade de presos. O crime existe desde a fundação do mundo. O crime é um fator social, como disse o sociólogo e filósofo francês Émile Durkheim. O crime sempre esteve presente no âmbito da convivência coletiva. Agora acredito que o crescimento e a evolução dos crimes e, por consequência, o aumento da população carcerária, é fruto de desigualdades sociais. O não acesso a direitos, bens e serviços entre integrantes de uma sociedade, no âmbito econômico, escolar, profissional e outros. Não acredito que seja vítima da sociedade, mas a falta de oportunidade muito contribuí para o aumento da criminalidade. Consequentemente uma população carcerária grandiosa que muito reincide. Por fim, entendo que muitos homens e mulheres que estão ali reclusos podem dar a volta por cima e sair pessoas melhores. Acredito na mudança do homem desde que queira. Fé em Deus por meio de Jesus Cristo é o caminho.

AcreNews – Quando conversa com o governador Gladson Cameli o que ele pede de tão especial em relação a comunidade carcerária?

Arlenilson Cunha – O Gladson é um governante que se preocupa com as pessoas. Ele sempre demonstra isso em nossas conversas. Sua diretriz é que os apenados realizem atividades educacionais, trabalhem, tenham ocupação no interior das unidades prisionais e voltem ao ceio da família pessoas melhores, assim diminuindo a reincidência no sistema penitenciário.

AcreNews – Como é sua vida na Igreja? O senhor tem cargo eclesiástico?

Arlenilson Cunha – Sou Ministro do Evangelho (Evangelista consagrado). Sou ligado a Convenção Estadual de Igrejas e Ministros das Assembleias de Deus no Acre, também a Convenção Nacional das Assembleias no Brasil, a CGADB. Congrego na Assembleia de Deus em Vila Acre há 11 anos e atualmente presido a juventude da igreja há três anos, tudo pela infinita bondade de Deus.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GOSPEL

Três jovens uniram igrejas de Senador Guiomard para fazer um megaevento dia 30: o “Incendeia Quinari”

Publicado

em

Por

A praça central de Senador Guiomard, município localizado 22 km distante de Rio Branco, será o local de um evento que deverá ser o divisor de águas para os cristãos, o “Incendeia Quinari”, dia 30 de outubro. Será uma noite de louvor, promovida por três rapazes que já estão sendo chamados de Sadraque, Mesaque e Abednego. Na verdade, eles são Luiz Abreu, Fábio Arruda de João Rocha.

Os organizadores disseram ao AcreNews que “nosso município precisa de iniciativas como essas e por isso estamos aqui para promover essa noite de festa para quem quiser ouvir a palavra de Deus”.

Os jovens organizadores contam com apoio da Prefeitura e de algumas igrejas do município. Luís, Fábio e João estão esperançosos. Esse evento vai impactar jovens e toda a população. O tema ‘Incendeia Quinari’ diz tudo. Vai ficar na história”, disseram.

Continue lendo

GOSPEL

Pastor da Assembleia de Deus revoluciona Tarauacá com acampamentos espirituais; só no último final de semana 60 pessoas aderiram ao pentecostalismo

Publicado

em

Por

O pastor Jucirlandio Francelino, um desses da safra mais moderna da Assembleia de Deus no Acre, com menos de 10 anos de pastorado, está promovendo uma verdadeira revolução espiritual no município de Tarauacá, onde assumiu há cerca de um ano. Além de estabelecer cultos nas praças em comunidades ribeirinhas, ele deu sequência a um trabalho que vem dando certo para o neopentecostalismo, o acampamento espiritual.

Pastor Jucerlandio ao lado da filha e da esposa, a professora Gilcelia

Jucirlandio Francelino tem passagens marcantes por pelo menos dois campos da Assembleia de Deus cuja Convenção é presidida pelo pastor Pedro Abreu de Lima. Uma das últimas foi no bairro Custódio Freire, em Rio Branco. Ele praticamente dobrou o campo com aquilo que os crentes chamam de trabalho missionário. Além dessa frente espiritual, Francelino notabilizou-se, também, como construtor de templos. Ergueu alguns a reformou outros. Há pouco mais de um ano foi enviado para Tarauacá. Com a mesma raça, está fazendo um trabalho digno de ser visto de longe, dizem sobre ele dentro da própria convenção.

O resultado dessa avançada em Tarauacá é a “cidade se consertando com o verdadeiro Deus”, segundo ele mesmo. Só com o projeto “acampamento espiritual” no último final de semana 60 pessoas se “renderam aos pés de Jesus”. O crescimento da igreja naquele município mantém a média da regional que engloba Sena Madureira, Manuel Urbano e Feijó.

“Não estamos em disputa nenhuma com outras igrejas, mas quanto mais a gente puder entregar o evangelho da Salvação para as pessoas melhor será para o mundo”, diz o pastor Jucirlandio, que pediu para mais ênfase ao resultado do trabalho do que para o currículo dele. “A obra é de Deus e os louros são dEle”, diz ao AcreNews/Gospel.

Continue lendo

GOSPEL

Testemunhas de Jeová do Acre falam sobre “esperança” em relação ao câncer de mama

Publicado

em

Por

Cleuton do Nascimento Batista / Porta-voz local das Testemunhas de Jeová

Outubro rosa — Por que não perder a esperança?

“A angústia é pior do que o tratamento”. Essas palavras de Sandra, uma mulher diagnosticada com câncer de mama, refletem os sentimentos de muitas mulheres que enfrentam a mesma luta. Os avanços da medicina têm garantido tratamentos cada vez mais assertivos, mas manter a saúde emocional durante o processo pode ser tão desafiador quanto lidar com os possíveis efeitos físicos das terapias.

O diagnóstico de câncer de mama traz a certeza da luta travada nos dias que se seguem, e para muitas mulheres, traz também sentimentos de desesperança. Por isso, especialistas concordam que a atitude positiva do paciente é uma contribuição importante para o enfrentamento do câncer. Até mesmo a Bíblia compara a esperança na mente de uma pessoa a uma âncora que mantém um navio estável ao enfrentar uma tempestade.  (Hebreus 6:19) A Bíblia também mostra quem é a fonte da verdadeira esperança: “‘Pois eu sei muito bem o que tenho em mente para vocês’, diz Jeová. ‘Quero que tenham paz, não calamidade. Quero dar a vocês um futuro e uma esperança.’” — Jeremias 29:11.

Com objetivo de ajudar as mulheres e familiares que enfrentam a luta contra o câncer, está disponível gratuitamente no site oficial das Testemunhas de Jeová, o JW.ORG, a revista Despertai! com o tema: “Esperança – Onde você pode encontrá-la”. Ela apresenta dicas sobre como ter uma atitude equilibrada, como combater o pessimismo e o poder da esperança genuína.

Certamente a esperança não é a cura do câncer, mas o bem-estar mental e emocional que ela produz pode ser um forte aliado para mulheres que estão nesta luta.

Veja o artigo completo no JW.ORG: Esperança — Onde você pode encontrá-la?

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia