Connect with us

ACRE

Cartunista famoso faz homenagem à irmão que nasceu no seringal, cria quatro filhos e ainda se formou em Direito

Publicado

em

O cartunista Enilson Amorim, historiador e artista plástico dos mais famosos da região Norte, presta homenagem a seu irmão mais velho, Moisés, por meio de artigo. Ela elogia a garra do mano, que mesmo tendo nascido no seringal, não se rendeu ao analfabetismo.

Veja o artigo:

ELE AGORA TEM “DIREITO”

Por Enilson Amorim

Nascido no Seringal São Sebastião na Bolívia, meu irmão Moisés Amorim de Lima foi uma criança sofrida. Na sua infância, seus pais migraram do seringal para ‘A RUA” (termo usado pelos seringueiros quando falavam que vinham para a capital Rio Branco) em busca de uma vida melhor, incluindo a educação de seus filhos. Sendo seu pai carpinteiro e sua mãe lavandeira o jovem Moisés teve que trabalhar duro para ajudar nas despesas de casa considerando a quantidade de irmãos ainda muito pequenos, motivo pelo qual parou seus estudos na quarta série, enfim, sua vida de labuta intensa, acabou lhe negado o DIREITO de ir para escola. Com vinte e dois anos casou-se, e aos 23 com o apoio de sua esposa Ester Bomfim Ramos, resolveu voltar à escola. Conseguiu fazer supletivo do primeiro grau (progressão escolar, semelhante ao atual EJA) e logo depois decidiu fazer o Magistério (Antigo Ensino Médio que preparava o aluno para ser professor de primeira à quarta série) numa tentativa de conseguir um espaço ao sol de maneira honesta e de forma ética.

Mesmo trabalhando como frentista o dia inteiro, concluiu o curso e logo virou professor em áreas rurais de Rio Branco, agora, ele abandonaria o cheiro da gasolina pelo aroma intrigante do Giz e do apagador. Aos 42 anos, graduou-se em matemática pela Universidade Federal do Acre (UFAC) e, ao mesmo tempo em que estudava e ministrava aulas, o agora conhecedor de inúmeros cálculos matemáticos Moisés Amorim ainda tinha que dar afeto e carinho para seus seus cinco filhos e esposa, afinal de contas segundo ele “O homem que não cuida de sua família não poderá cuidar de nada na sua vida”. No entanto, mesmo cansado das lutas da vida, Moisés Amorim resolve nos mostrar o quanto ama o conhecimento e logo decide seguir em frente rumo a mais um desafio, ingressando na Faculdade de Direito aos 50 anos e graduando-se este ano na Uninorte aos 55.

Com este breve relato, agora você e eu sabemos que, mesmo que a sociedade nos negue tudo, principalmente à educação, teremos a informação de que o menino que foi negado o DIREITO ao estudo devido aos labores da vida, neste momento pode dizer que agora ele tem “DIREITO” graças a sua determinação. Portanto, sejamos determinados naquilo que queremos!

Porque mano, eu me orgulho em tê-lo como símbolo de muita garra, porque para mim tu eis um dos maiores exemplos de força e superação. Que outros Moisés nasçam a cada minuto neste país!

ACRE

Acre conhece ações aéreas de fiscalização e combate aos incêndios florestais no MT

Publicado

em

Por

A equipe do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso recepcionou a comitiva acreana na manhã desta quinta-feira, 18, em Cuiabá (MT), para apresentação das ações do grupo de aviação que atua no combate ao desmatamento e incêndios florestais.

O capitão Macksen Semoto expôs um panorama das ações com voos de reconhecimento, monitoramento, fiscalização e combate aos ilícitos ambientais.

A comandante do Batalhão, Jusciery Rodrigues, destacou a importância do apoio financeiro do Programa REM para as ações desenvolvidas pelo grupo no combate aos incêndios, como na aquisição de kits para que os brigadistas contenham os focos de incêndios de pequena proporção, e ressaltou também as contrapartidas do Batalhão na formação de brigadistas em terras indígenas.

Participaram da visita a gerente do Programa REM Acre Fase II, Rose Sena; o diretor executivo do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Cristhyan Carcia; o chefe da Divisão de Uso do Solo do Imac, Kassem Quintela; o subdiretor de Planejamento do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), Matheus Bertholdi; o tenente do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Roger Filgueira;  a coordenadora da Divisão de Áreas Naturais Protegidas e Biodiversidade da Semapi (Dapbio), Mirna Caniso; a coordenadora da Comunicação do REM Acre,  Ângela Rodrigues; os consultores internacionais Dan Pasca e Elsa Mendoza; o assessor técnico da Cooperação Técnica Alemã – GIZ no Acre, Jânio Aquino; e a diretora do Projeto REM-GIZ-Brasil, Alicia Spengler.

[Ascom]

Continue lendo

ACRE

Aluna de medicina cria projeto para comunidades carentes sem envolvimento com política

Publicado

em

Por

A acreana estudante de medicina Ranna Aguiar, 24, que lidera um projeto chamado Sobre Ações de Amor, está mobilizando a sociedade para um evento no dia 17 de setembro no bairro Taquari. O objetivo é levar atendimento médico, odontológico, jurídico, fisioterapêutico, além de cestas básicas, roupas, sapatos, livros e brinquedos. “Se as pessoas tiverem interesse em ajudar a gente serão bem-vindas”, diz ela, que faz questão de avisar: não tem política em meio a esse negócio.

Para levar o bem a comunidade do Taquari, Ranna pede auxílio. “Que as pessoas possam doar, se voluntariar, compartilhar, tudo é de extremo valor”, diz a aluna de medicina, cujo contato é (68) 99603-0611.

Continue lendo

ACRE

Prefeitura de Rio Branco realiza ação em alusão ao Agosto Lilás na Cidade do Povo

Ação levou informações e orientações aos moradores no combate à violência contra a mulher

Publicado

em

Por

A prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), em parceria com a Unidade de Referência em Atenção Primária (URAP) da Cidade do Povo, realizou na tarde de quarta-feira (17), uma panfletagem em alusão ao Agosto Lilás, levando informações e orientações aos moradores do bairro.

(Foto: Evandro Derze/Assecom)

A campanha é realizada em todas as regionais, por meio das Unidades de Saúde, CRAS, CREAS e escolas, com atividades de conscientização. Durante a caminhada a diretora de Direitos Humanos da SASDH, Rila Freze, reforçou a importância da ação que visa reduzir a violência contra a mulher no município.

(Foto: Evandro Derze/Assecom)

“O prefeito Tião Bocalom sempre está nos dando essa liberdade de trabalhar, assim como a nossa secretária Marfisa Galvão. Então estamos todos os meses, não só em agosto. É uma ação contínua dentro do município de Rio Branco”, disse.

Gerusa Souza é uma das moradoras da Cidade do Povo que recebeu as orientações da equipe.

(Foto: Evandro Derze/Assecom)

“Às vezes a mulher sofre violência dentro de casa calada e não tem coragem de denunciar o agressor, porque às vezes é ameaçada psicologicamente. Eu acho que essa campanha é muito importante para que a mulher venha ter força para denunciar”, expressou.

(Foto: Evandro Derze/Assecom)

O combate à violência contra a mulher deve ser diário. Por isso é necessário reforçar os canais de denúncia. Caso você ou alguém próximo esteja sofrendo algum tipo de violência, se dirija a delegacia mais próxima ou ligue para 180 ou 190. A prefeitura de Rio Branco dispõe de uma rede de proteção dando assistência e orientações para que essa mulher seja protegida.

Francisco de Oliveira é casado com dona Maria Francisca há mais de 40 anos. Ele falou como a campanha é importante e como os homens devem ter respeito pelas mulheres.

“Mulher é para ser respeitada e não judiada, até porque nós somos filhos de mulher. Então não podemos judiar delas. Estou casado com a minha esposa há 48 anos. Graças a Deus, eu amo muito ela e, até hoje, não tenho o que dizer”, expressou.

[Dircom]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas