Connect with us

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO Jorge Viana e seu grupo trocaram as pessoas pela floresta, diz Bocalom à coluna

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), criticado pelo ex-governador Jorge Viana (PT) nesta quarta-feira, 26, disse que não viu a entrevista do petista, mas considera qualquer coisa que ele tenha dito como precipitação. É que acabou de assumir a prefeitura. Bocalom considera, também, ser difícil discutir com alguém que, para se mostrar a interesses internacionais, quando governou o Acre, tenha trocado as pessoas pela floresta. O atual prefeito da capital sempre disse que a Florestania ferrou o Acre.

Sem reação

No Palácio Rio Branco ninguém deu a menor confiança para as falas do ex-governador Jorge Viana, dono de duas gordas aposentadorias pagas pelo Estado brasileiro. Ou seja: alguém que tem tempo e folga financeira bem tranquilos para ficar o dia inteiro criticando quem sabe que será duro de derrubar em 2022.

Incentivo

Jorge Viana é o maior incentivador da candidatura do senador Sérgio Petecão (PSD) ao governo do Estado. Só assim, com o racha entre Petecão e Gladson, ele disputa o governo. Caso contrário, ele concorre ao Senado e coloca como candidato ao governo um “bucha” da esquerda para lhe garantir o palanque.

Novo presidente

No site do TSE já aparece como presidente do Solidariedade, no Acre, o ex-deputado Moisés Diniz. A direção nacional enviou a seguinte justificativa para a troca na direção: a aproximação da antiga direção com o PROS, um rival indesejável.

Procura-se senador

O fechamento do grupo do ex-prefeito Vagner Sales (MDB) com o governo Gladson quebrou a chapa majoritária que será puxada pelo senador Sérgio Petecão. É que a deputada federal Jéssica Sales seria a candidata ao Senado. Agora Petecão procura um novo nome. Há informações de que estaria discutindo isso com um grupo de evangélicos.

Balde de água fria

Ao não figurar na lista de governadores convocados para depor na CPI da Covid, Gladson Cameli frustrou seus adversários no Acre, que já preparavam uma festa para comemorar. Isso vale para consolidar uma máxima sobre ele, a de que podem acusá-lo de algum defeito, mas não podem levantar sequer suspeitas de corrupção em seu governo. Cameli nunca tolerou corrupção, tanto que criou uma delegacia para investigar crimes de servidores públicos.

Curso em Brasília

Sobre a delegacia criada pelo governador Gladson Cameli para combater crimes de corrupção na administração pública, um registro: um grupo de policiais está sendo mandado para Brasília, onde farão um curso de investigação especializado na área.

Os infiéis

Quando Jorge Viana diz que prefeitos podem se relacionar com governos, mas não podem ultrapassar a linha da fidelidade partidária, ele está falando com prefeitos do PT, com exceção de um, todos propensos a deixar a sigla.

Vereador de férias

James do Lacen, que há três eleições bate na trave, está vereador de férias. Explica-se: ele é primeiro suplente do PDT, que além de ter três vereadores na capital – Michelle Melo, Joaquim Florêncio e Fábio Araújo -, um, a Michelle, tem eleição garantida a deputada estadual em 2022. A menos que Deus mude o quadro, James do Lacen assume em janeiro de 2023.

Não andou

O que parece não ter ido para a frente foi um adrede acordo entre o deputado estadual Luiz Tchê (PDT) e seu primeiro suplente, Gemil Júnior. Estava certo que Júnior assumiria nesse primeiro semestre de 2021, mas até hoje nada havia acontecido.

Caladinho

Quem já assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa esse ano, mas ninguém percebeu, foi o empresário André Vale (Podemos). Mas essa é uma marca dele, o silêncio.

Gabado

Só vejo elogios pelas redes sociais ao prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Pontes (PROS). Dizem que desde que assumiu paga os servidores sempre dia 20. Entre outros ajustes que fez nas contas do município.

Ciúmes

A política é fogo. Dizem que, no Juruá, um certo grupo que apoia o governador Gladson Cameli teria ficado chateado com a volta da tropa do ex-prefeito Vagner Sales para o governo. Vai entender isso.

Andando muito

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues (Progressistas), não está brincando quando diz que vai disputar as eleições para deputado estadual em 2022. Só para se ter uma ideia, ele passou o último final de semana no Quinari, onde tem muitos amigos e parentes, inclusive o presidente da Câmara do município, Magildo Lima, de seu partido.

Soberba

Tem um grupo de petistas no Acre que já posa nas redes sociais como se Lula fosse o novo presidente do Brasil, a partir de 2023. Inclusive com a mesma arrogância de quando estavam no poder.

Um ás

O senador Márcio Bittar (MDB) é um ás, também, nos bastidores da política. Seus movimentos deixam a concorrência em pânico. Outra qualidade do Bittar: tem lado.

Vices em potencial

Fortíssimos nomes com potencial para figurar como vice do governador Gladson Cameli em 2022, na reeleição: Jessica Sales (MDB), Alan Rick (DEM), Alysson Bestene (Progressistas), e Fernanda Hassem, ainda no PT.

Federal

Luiz Gonzaga (PSDB), atual primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, está fazendo toda a movimentação de quem vai disputar para federal. É nome forte, sempre na lista dos favoritos.

Pergunta

Para finalizar a coluna deixo uma pergunta: o que é mesmo essa tal de “boa conversa” e “boa política” que o pessoal do PT tanto fala?

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | Pós-convenção: candidatura de Jorge Viana, do PT, pode despertar voto útil em Gladson Cameli

Publicado

em

As convenções partidárias ocorridas nesta sexta-feira, 5, colocaram fim ao ar de mistério que pairava na cabeça do eleitor. A partir de agora todo mundo sabe quem é quem na disputa pelo Palácio Rio Branco e, assim sendo, as próximas pesquisas podem trazer a lume um cenário bem mais real, desanuviado. O eleitor não tem mais razão esconder sua preferência. Só é preciso esperar um pouco, uma semana, quem sabe, para se ter esse panorama novo.

As apostas daqui para frente podem apontar várias tendências e uma delas deverá ser a mais marcante, a questão do voto útil no governador Gladson Cameli (PP). Aquele sujeito que rejeita o PT, veementemente, ainda em grande número, segundo todas as pesquisas levantadas já esse ano, certamente não vai mais querer partir para uma aventura pela direita, apostando em dissidentes do Governo. Esse eleitor vai entender que o PT ficou longos 20 anos no poder e isso lhe deu capilaridade. Tem muita gente com saudade, não das gestões deles, que deixaram a desejar nos últimos dez anos, mas das benesses dos cargos que uma gestão pode patrocinar.

Passadas as convenções o eleitor vai dar uma nova viajada, reparar melhor na gestão do governador Gladson e provavelmente vai entender que, apesar da pandemia, e por causa dela, se descobriu nele um tipo de líder diferente, com uma empatia invejável, talvez uma das maiores razões de ele ter perdido maioria dos aliados de 2018. O elemento ajudou a elege-lo há quatro anos imaginando um cenário desastroso, com abertura de vagas para a sua cadeira. Eis que ele aparece fazendo uma boa gestão da pandemia e, pior, para quem tem pretensões de sucede-lo: mudando a situação dos servidores públicos e criando uma relação com gente que nenhum outro governador teve na história do Acre. Nesse sentido Cameli é um fenômeno. Resultado: em dez dias mais ou menos vamos saber, pelas pesquisas, se o eleitor vai ter coragem de apostar numa aventura correndo o risco de o PT voltar ou se, como sempre faz, vai de voto útil, cravando em Cameli, único capaz de parar os petistas.

Continue lendo

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | Jorge Viana está fazendo os últimos esforços para convencer Marcus Alexandre a disputar o Governo

Publicado

em

O ex-senador Jorge Viana (PT) não está afim de fazer a convenção do partido, nesta sexta-feira, 5, com sua candidatura ao Senado escoteira. Quer um candidato a governador sobre o palanque do qual subirá e, de preferência, que seja de seu partido. Tentaram a Nazaré Araújo e ela já disse não de público. Nas últimas horas, em decorrência dos acontecimentos do lado do pessoal que ganhou tudo em 2018, me contou a fonte: o clima melhorou lá dentro do PT. A mesma fonte garante que faltaria pouco para convencer Marcus Alexandre a disputar outra vez o Governo. Além de já ter lastro no Estado todo, eles se aproveitariam do desentendimento geral entre os adversários. Como a fonte é das boas, melhor não duvidar daquilo que estava guardado para ser anunciado na convenção de amanhã.

Primeira foto

Fernando Zamora, Mara Rocha e Márcia Bittar

Saiu a primeira foto da candidata a governadora Mara Rocha (MDB) com sua candidata ao Senado, Márcia Bittar (PL). O Senador Márcio Bittar quer mais, para segurar o União Brasil no grupo, talvez uma vice. Mais tarde tem decisão da Justiça a medidas pedidas pelo deputado federal Alan Rick, que está tentando segurar a sigla para ser candidato a vice ou Senador na chapa do governador Gladson Cameli (PP), com quem não abre mão de continuar aliado.

Gratidão

O mundo vai acima e vem abaixo, como dizia minha tia Irene, e as pesquisas continuam confirmando o governador Gladson Cameli como favorito na disputa pelo Governo. Diferente dos ingratos, o povão é grato a ele, principalmente, pela forma como cuidou das pessoas durante a pandemia.

Técnicos para vice

Se não puder ser Alan Rick, Gladson Cameli tem nomes técnicos para compor sua chapa como vice. Volta à baila os nomes de Rômulo Grandidier e Alysson Bestene.

Melhor longe

Tem prefeito que não vai interessar muito ter o apoio na disputa pelo Governo. É melhor que estes apareçam como traidores. Ouvi agora há pouco ali ao redor do Palácio.

Continue lendo

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | Informações de bastidores garantem: o governador Gladson Cameli que se prepare para ter sua vida exposta nessa campanha

Publicado

em

Assisti ao jogo Flamengo x Corinthians, nesta terça, 2, pela Libertadores da América, na companhia de uma figura política de muita experiência, que além de conjecturar bem, tem informações além do normal dos bastidores. As fontes dele são altas autoridades. Ele garante: o governador Gladson Cameli (PP) se prepare, porque seus adversários nessas eleições estão dispostos a eviscera-lo. A vida pessoal dele deverá ser exposta como um São Bartolomeu, cujo couro foi arrancado do corpo com ele vivo, fazendo com que mantras de inimigos que o chamam de mentiroso passe a equivaler a uma ave Maria. Ele parece estar adivinhando ao ter declarado a um site esses dias que “podem vir com o terçado que ele vai com o coração”. A coluna tem informações, também, segundo as quais vídeos antigos dele estão sendo resgatados e os algozes, nesse quesito, estão se unindo. É só lembrar quem vai estar contra ele na campanha para saber que essas informações são até lógicas. É o preço que precisará pagar por estar à frente nas pesquisas, inclusive com chance de vencer no primeiro turno.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas