Connect with us

ACRE

Comandante Baptista, acreano que se aposentou pilotando Boeing na Latam, ganha título de Dr. Honoris Causa em Brasília

Publicado

em

O xapuriense José Sebastião Baptista da Silva, o comandante Baptista, ganhou título de Dr. Honoris Causa da Uniscecap, umas das maiores faculdades privadas do Brasil, na última sexta-feira, 5, em evento ocorrido no Parlamundi, centro de conferências da LBV em Brasília. Primeiro acreano a comandar um Boeing e trabalhar nas principais companhias aéreas do Brasil, Baptista recebeu a honraria juntamente com um amigo particular dele, o jornalista Alexandre Garcia.

O título de Dr. Honoris coroa uma história que começou em Rio Branco no início dos anos 1970 para um jovem nascido nos seringais de Xapuri e que acabara de chegar à capital em busca de sonhos. Comandante Baptista passou pelos Correios, foi para o Exército, chegou a sargento, mas largou tudo para fazer curso de pilotagem em Brasília. De aviões pequenos ele terminou por pilotar Boeing das maiores companhias do País. Chegou a trabalhar em uma empresa chinesa, mas concluiu sua carreira em agosto passado, quando se aposentou, comandando aeronaves da LATAM.

Após a aposentadoria, comandante Baptista ficou ainda com uma ocupação que também lhe confere muito orgulho. É professor de uma faculdade em Brasília, a Unicesp, onde ficará por tempo indeterminado, segundo disse ao AcreNews.

Na última sexta-feira, em evento concorrido, virou Dr. Honoris de uma das maiores faculdades do País, ligada a uma universidade americana. Melhor ainda, segundo ele, foi ganhar o título ao lado de um de seus melhores amigos em Brasília, o jornalista Alexandre Garcia, que trabalhou muitos anos na Rede Globo e no momento em negociação com a TV Jovem Pan. O título, comandante Baptista, como sempre faz, dedica, também, aos amigos de sua terra natal, o Acre, para onde sempre vem durante as férias.

O que é o título de Dr. Honoris Causa

Honoris causa é uma expressão em latim e usada atualmente como um título honorífico, que significa literalmente “por causa de honra”.

Normalmente, honoris causa é utilizada quando uma universidade de prestígio deseja conceder um título de honra para uma personalidade de grande destaque ou importância por seu trabalho.

Esse título é dado para uma pessoa mesmo que ela não tenha um curso universitário, mas, no entanto, tenha se destacado ou exercido grande influência em determinadas áreas, como nas artes, na literatura, na política ou promovendo a paz.

Outros aspectos que são considerados essenciais para que determinado indivíduo receba o título de honoris causa estão relacionados com a preocupação com problemas humanos, tais como a pobreza, a fome e etc.

O indivíduo recebe esse título por suas virtudes, por seus méritos ou atitudes, a pessoa homenageada irá receber o mesmo tratamento e desfrutar dos mesmos privilégios como se tivesse feito um doutorado acadêmico convencional.

Caso a pessoa homenageada queira no futuro usar este título à frente de seu nome, poderá utilizar abreviando. Por exemplo: Dr. h.c. Fulano de tal.

O prestígio da universidade que atribui o Doutoramento Honoris Causa para uma personalidade, geralmente de âmbito internacional, fica bastante enriquecido, porque a partir daquele momento esta pessoa fará parte do corpo de doutores daquela universidade.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ACRE

MPAC pede à Justiça suspensão de realização de shows em Brasileia

Publicado

em

Por

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da Promotoria de Justiça Cível de Brasileia, ajuizou uma ação civil pública pedindo a imediata suspensão da realização dos shows da banda Babado Novo e da cantora Margareth Menezes, marcados para este final de semana no município, durante o Carnavale 2022.

Na ACP, assinada pela promotora de Justiça Pauliane Mezabarba, o MPAC questiona o processo administrativo de inexigibilidade de licitação para contratação da cantora Margareth Menezes e o valor pago à artista para apresentação no evento festivo em Brasileia (250 mil reais), que estaria bem acima do valor de mercado, conforme apurado recentemente em shows realizados nas cidades de Corumbá-MS (72.774 reais) e Aracajú-SE (100 mil reais).

Sobre outro show anunciado para o mesmo evento, da banda Babado Novo, o MPAC afirma que chama atenção a apresentação já estar sendo divulgada e o processo licitatório pertinente ainda “estar em andamento”, mas não se ter notícia, pela ausência de divulgação e transparência, quanto ao procedimento licitatório.

Também conforme o documento, após pedido de informações do MPAC à Prefeitura de Brasileia sobre gastos e formas de contratação dos artistas, foi informado que a empresa T.P.P. SILVA ME ficaria responsável por toda a estrutura de som, palco, iluminação, camarotes, portais e contratação de bandas locais e da banda Araketu, também anunciada para o evento. Já o restante das despesas, incluindo a contratação da banda Babado Novo e da cantora Margareth Menezes, seria arcado com os valores oriundos do Termo de Convênio nº 004/2022 firmado com o Estado do Acre.

A promotora justifica a propositura da ação pelo fato Município de Brasileia e o Estado do Acre firmarem convênio para a realização de shows e se omitirem na prestação de serviços públicos básicos. Destaca, como exemplo dessa omissão, uma vistoria realizada no mês passado no Hospital Regional do Alto Acre, onde foi verificado a falta de medicamentos básicos como dipirona e materiais básicos como seringas, agulhas, luvas, soros, bem como a falta de profissionais médicos.

Além da suspensão dos shows, o MPAC pede que o Município de Brasileia e o Estado do Acre abstenham-se de efetuar quaisquer pagamentos/transferências financeiras decorrentes do contrato estabelecido para a contratação dos artistas nominados e, ainda, seja-lhe vedada a contratação de outra atração artística dessa magnitude, sob pena de multa no valor integral de cada contrato, acrescido de juros moratórios e corrigidos monetariamente, caso ocorra o evento.

[Ascom]

Continue lendo

ACRE

Governo executa manutenção da Estrada Raimundo Irineu Serra em Rio Branco

Publicado

em

Por

Nesta semana, o governo do Acre, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre), tem trabalhado na manutenção da Estrada Raimundo Irineu Serra, em Rio Branco.

Deracre faz manutenção na estrada. Foto: Ascom/Deracre

De acordo com o diretor de Operações, Ronan Fonseca, os agentes técnicos do Deracre executam manutenção nos pontos críticos da estrada, promovendo reenquadramento dos pontos danificados, retirada e limpeza do pavimento quebrado, impermeabilização, aplicação e compactação da nova massa asfáltica.

“Estamos seguindo uma determinação do governador Gladson Cameli e, juntamente com o Deracre,  garantindo a manutenção de uma estrada tão importante para Rio Branco”, destacou o diretor.

Deracre atua para garantir trafegabilidade nas estradas. Foto: Ascom/Deracre

As intervenções nas estradas são realizadas pelo Deracre, que continua com obras em todo o estado.

Continue lendo

ACRE

Por causa do período eleitoral, Governo vai desativar perfis e Agência de Notícias

Publicado

em

Por

Em cumprimento à legislação eleitoral, a partir do próximo sábado, 2, o portal Agência de Notícias do Acre, sites de secretarias de Estado, órgãos, entidades e fundações, além de todos os perfis institucionais do Poder Executivo nas principais redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e outras) ficarão fora do ar até o fim das Eleições 2022.

“Nos últimos três anos e meio, a Agência de Notícias do Acre, demais portais do Estado e os perfis institucionais nas redes sociais cumpriram um papel extremamente importante, de informar à sociedade, com seriedade e transparência, as ações do governo, principalmente no período mais crítico da pandemia de covid-19. Mas, agora, essa medida se faz necessária para garantir o equilíbrio entre os candidatos que disputarão o pleito eleitoral”, esclareceu Nayara Lessa, secretária de Comunicação.

Ainda de acordo com a gestora, mesmo com a suspensão dos acessos eletrônicos, os assessores de imprensa e demais profissionais continuarão exercendo suas atividades normalmente durante o período de campanha política.

“Nossos jornalistas estão sendo informados sobre as restrições que o momento exige. No mais, eles seguirão recebendo as demandas dos veículos de comunicação, assim como também enviarão pautas e estarão disponíveis para cumprir suas funções dentro do que é permitido pela legislação eleitoral”, ressaltou.

Todas as orientações contam com o respaldo e acompanhamento jurídico da Procuradoria-Geral do Estado. “Isso assegura que o Poder Executivo estadual cumpra as normas eleitorais de maneira democrática e isonômica. Além de resguardar os servidores públicos e dar proteção aos candidatos que vão concorrer às eleições deste ano”, afirmou o procurador-geral do Estado, Marcos Motta.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas