Connect with us

ECONOMIA

Cruzeiro do Sul vende o litro do diesel mais caro do país, diz ANP

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

O relatório da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) referente aos combustíveis na semana entre os dias 15 e 21 de maio mostrou que o valor do diesel subiu e bateu novo recorde.

O valor é 1,3% maior do que a média de R$ 6,487 do balanço anterior, do período entre 8 a 14 de maio. Esse era o recorde até então. Em compensação, o preço da gasolina caiu pela primeira vez em cinco semanas. O valor médio do combustível é de R$ 7,275, uma queda de R$ 0,023 comparado à semana anterior.

O preço médio do litro do diesel é de R$ 6,943, maior valor desde o início do levantamento em 2004. Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, possui o maior preço do país. Segundo a autarquia, o litro sai por R$ 8,30. Já o menor valor foi em Cornélio Procópio, no Paraná, de R$ 5,49.

Em compensação, o preço da gasolina caiu pela primeira vez em cinco semanas. O valor médio do combustível é de R$ 7,275, uma queda de R$ 0,023 comparado à semana anterior.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ECONOMIA

Petrobras anuncia nova redução no preço da gasolina

Publicado

em

Por

A Petrobras vai reduzir o preço da gasolina vendida às distribuidoras em 4,85%. A partir desta terça-feira (16), o preço do litro passará de R$ 3,71 para R$ 3,53 por litro, uma redução de R$ 0,18 por litro.

Os preços dos demais combustíveis não foram alterados.

O litro da gasolina é vendido às distribuidoras a R$ 3,71 desde a última redução, em 29 de julho. No ano, o combustível ainda acumula alta de 14,24%.

[Direto do Planalto]

Continue lendo

ECONOMIA

Segundo pesquisa da Fecomércio-AC, Rio Branco registra aumento de 18,12% na cesta básica em agosto

Cesta básica representa 53,98% da renda mensal de um salário mínimo para uma família

Publicado

em

Por

De acordo com pesquisa realizada pela Fecomércio-AC, em parceria com o Instituto Data Control de Pesquisas, de janeiro a agosto deste ano, a cesta básica na capital acreana registrou aumento de 18,12% maior do que a inflação registrada no período. O levantamento tem como base os preços de 15 produtos comercializados em quatro supermercados rio-branquenses, cotados no dia 1 de cada mês do ano corrente.

Ainda segundo o estudo, os itens alimentícios dimensionados para a presente cesta são considerados provisão alimentar para uma família formada por três pessoas adultas, ou duas adultas e duas crianças, com renda média de até R4 2 mil por mês.

Segundo análise do assessor da presidência da Fecomércio-AC, Egídio Garó, o mês de agosto, em comparação com o mês anterior, apresentou uma elevação de 2,05% no custo da cesta básica, que chegou a um preço médio R$ 654,22.

“Com o aumento de 18,12% verificado de janeiro a agosto, a cesta básica interfere ainda mais na economia doméstica e na qualidade de alimentação dos cidadãos, notadamente os com renda mensal de um salário mínimo. Para estes, a cesta básica representa 53,98% da renda mensal”, explicou Garó.

Apesar da redução verificada em alguns preços de itens da cesta de alimentos entre os meses de julho para o agosto, ainda de acordo como assessor, o custo de agosto ainda se mantém acima do preço médio em julho. “Considerado o período de maio a agosto, o aumento dos preços da cesta básica de alimentos alcançou 6,39% no mercado da capital acreana.

Continue lendo

ECONOMIA

Acre arrecadou R$ 154,2 milhões de reais no mês de junho, informa Receita Federal

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Balanço divulgado hoje (21) pela Assessoria de Imprensa da Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) revelou que o Acre atingiu R$ 154,2 milhões na arrecadação dos impostos e contribuições no mês de junho deste ano. Em porcentagens, houve expansão nominal de 22,04%, com avanço real de 9,07% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ainda de acordo com a autarquia, nos seis primeiros meses do ano, a arrecadação acreana atingiu o montante de R$ 936,9 milhões, contra R$ 777,3 milhões em igual período de 2021, revelando evolução nominal de 20,53% e real de 8,26%.

A Receita fez um balanço também da região norte, mais precisamente da Secretaria responsável pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima e Pará. O número foi de 3,80% no mês de jun/, enquanto no mesmo mês de 2021 a participação ficou 3,74%.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas