Connect with us

POLÍCIA

Em relato, filha de Antônia Matos conta os últimos momentos juntas e clama por justiça

Publicado

em

Da redação do Acre News/ Foto: Reprodução

A dor da perda e o sentimento de justiça. Assim pode ser definido o longo relato feito em Rede Social pela jovem Nudymilla Albuquerque, filha única de Antônia Luciana Lima de Matos, de 41 anos, autônoma assassinada supostamente pelo cunhado após uma visita à própria irmã em Rio Branco, na segunda-feira (12).

A mulher que veio de Rondonópolis, no Mato Grosso, para visitar os parentes no Acre ficou desaparecida por três dias. Inicialmente à Polícia, o acusado Diego Marques, confessou o crime e informou o local onde o corpo foi deixado, numa área de mata na BR-364 nas proximidades das 4 Bocas em Senador Guiomard. Antônia de Matos foi encontrada no dia 15. Diego mudou o depoimento horas depois alegando que faccionados teriam confundido Antônia com informante de facção rival.

Ontem (19), Nudymilla quebrou o silêncio e relatou como era a vida de Antônia de Matos antes de ser morta e como foram os últimos momentos juntas.  “Busco cada segundo respostas para minhas perguntas, minha mãe amava viver a vida, uma mulher de fibra, extrovertida, carinhosa. Eu sei o quanto ela me amava!”, escreveu.

No dia que completou uma semana do caso que chocou o estado, a moça descreveu o sentimento de perda. “Hoje faz uma semana que perdi minha amada mãezinha, e não tenho palavras para mensurar o pesadelo que vivi durante esses dias, faz uma semana que sua vida foi arrancada de uma forma tão cruel, a princípio meu coração tinha esperanças daquela última mensagem que enviei “Mãezinha cadê você?” fosse visualizada, logo depois meu coração cheio de angústia juntamente com tudo que eu já estava sabendo me tiraram totalmente a esperança de poder abraça-la”, acrescentou. 

Ainda no relato, Nudymilla reclamou da falta de suporte por parte da Polícia no início das oitivas do caso.  “Todas as evidências eram óbvias, tudo me machucava e eu só orava para encontrar o corpo da minha mãe (…) Começamos nossas buscas por conta própria já que a (POLÍCIA CIVIL) não nos deu suporte nenhum. Cada minuto que passava meu desespero aumentava, imaginava o corpo dela no sol, na chuva. Eu não conseguia dormir imaginando tudo, e quando por fim “ele” foi pego e eu pude vê com meus próprios olhos as marcas de unhas deixando claro que minha mãe lutou pela vida, é quando implorei olhando nos olhos dele para dizer onde o corpo dela estava eu vi o quão frio é aquele homem”, enfatizou.

O ponto auge da publicação da jovem ficou pela cena descrita ao encontrar o corpo da própria mãe, jogado numa área de mata.  “Encontramos seu corpo ali, fazia um dia tão lindo o sol radiante, mas foi o pior dia da minha vida, sinto o cheiro do teu perfume para esquecer-se daquele cheiro. Tudo gerou dor, te encontrar daquele jeito e imagino tudo que você sofreu. Ele nos tirou o direito de velar teu corpo, busco respostas para nossas perguntas, e a principal delas o por quê de ter feito isso com você!”, descreveu.

Após essa passagem, Nudymilla volta às atenções para falar do marido de sua tia, Diego Marques, acusado de ter assassinado a autônoma. “Ele confessou para a polícia militar onde estava o corpo da minha mãe e depois mudou seu depoimento, nada que ele diga ou faça vai mudar o meu desejo por justiça. Temos provas que minha mãe na manhã de segunda ainda estava viva. Nossa advogada já vai entrar com essas provas que não batem com o depoimento dele. Ele não me tirou apenas a minha mãe, tirou a avó do meu filho, tirou a filha de uma mãe que sofre tanto quanto eu”, disparou.

Já finalizando seu relato, a jovem torna a enaltecer o amor pela mãe e pediu justiça. “Seguimos com nossas vidas, pedindo para que a justiça de Deus seja feita. Me pego lembrando-se de tudo que vivemos juntas, da mãe que você foi, e dos sonhos que foram interrompidos, do quanto amávamos se aventurar, todos nossos momentos juntas passam como um filme, infelizmente não tive tempo de agradecer por todo amor e cuidado comigo e com seu neto! te amo, te amo, te amo… Você jamais será esquecida mãezinha!!! Que a Justiça seja feita”, concluiu.

Luciana Lima de Matos foi enterrada no Cemitério Morada da Paz, em Rio Branco, no mesmo dia em que foi encontrada sem vida. Antes, porém, o corpo passou por uma autópsia no Instituto Médico Legal (IML), não houve velório, e o corpo foi enterrado às 10 horas devido às condições cadavéricas.

Segundo a polícia, o acusado pelo crime, Diego Marques, era foragido da Justiça de Rondônia, tem passagens na polícia por vários crimes como homicídio e também estupro. Além disso, ele usava tornozeleira eletrônica, mas tinha rompido o aparelho. Ele permanece preso, segundo a Polícia Civil.

Foto: Reprodução

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Após romper tornozeleira, foragido é preso com drogas e arma de fogo em Rio Branco

Publicado

em

Por

Nas primeiras horas desta terça-feira, 28, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) com apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) prendeu, em flagrante, em uma residência localizada no bairro Taquari, J. S. A., de 39 anos, pelo crime de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

A prisão ocorreu em cumprimento a 03 (três) mandados de busca e apreensão, e um mandado de prisão em desfavor de J. S. A. que é considerado foragido da justiça do Acre e foi preso pelo cometimento dos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, e contra ele constava um mandado de prisão da Vara de Execução Penal, pois o flagranteado havia rompido o equipamento de monitoramento eletrônico em março de 2021.

Na residência foi encontrada em um dos cômodos, uma arma de fogo (revolver .38) municiado, 191 trouxinhas de cocaína, R$ 400,00 (quatrocentos reais) em espécie, além de petrechos para embalo de entorpecente como: balança de precisão, linhas, plásticos e vestígio de entorpecentes.

A Polícia Civil agradece ao Poder Judiciário e ao Ministério Público pela celeridade no procedimento, o que possibilitou o sucesso da investigação. A operação Policial aplicou prejuízo ao crime de aproximadamente de R$ 7.960,00 (Sete mil novecentos e sessenta reais) e teve por objetivo a retirada de entorpecentes das ruas e o asfixiamento do crime.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

POLÍCIA

Polícia Civil realiza palestra em Escola Pública sobre o tema “Assédio Sexual” em Rio Branco

Publicado

em

Por

A Polícia Civil do Acre por meio do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NUCRIA) realizou na última segunda-feira, 27, palestra sobre o tema: Assédio Sexual para alunos da Escola Presbiteriana João Calvino, localizada na Avenida Ceará, região central.

A Palestra foi atendida pelo Coordenador do NUCRIA, Alberto Dalacosta, a pedido da própria escola por meio ofício a instituição.  A Palestra teve como publico alvo os alunos dos períodos matutino e vespertino totalizando 13 salas, com início as 07:30hs e término as 16:50hs.

No evento estavam presentes o corpo docente da escola: Diretora da Escola Fátima Ferreira, Diretor Administrativo Lucas Ramon, Coordenadora de Ensino Rosana Paiva, Assistente Social Maisa Melo e Psicóloga Naira Fernandes.

As palestras foram proferidas pelas EPc’s Francisca Wanylle Lopes da Frota Alencar Melo e Cristina Amélia Mubarac de Souza, levando aos alunos adolescentes conhecimento para identificar situações de abuso sexual, de como se comportar e levar a conhecimento da Justiça, também foram tiradas, a pedido dos próprios alunos, dúvidas e explicações sobre tipos de abuso sexual.

Oportunidade em que foi esclarecido aos adolescentes que, o abuso sexual acarreta danos severos e duradouro numa criança e adolescente, repercutindo diretamente em sua vida adulta, e danificando sua linha natural de desenvolvimento como criança e adolescente.

Também foi explicado da importância dos familiares da Escola no papel de combate ao abuso sexual em face da criança e do adolescente, onde o assunto não deve ser esquecido ou dado como de menor importância, onde a palavra da vítima tem valor e deve ser acolhida.

Durante o evento, uma aluna se dirigiu a psicóloga da escola, e de forma reservada, revelou que foi vitima de abuso sexual, narrando a aluna para a psicóloga todo o abusou que sofreu, episódio que será levado para apuração no NUCRIA.

Em data a ser confirmada, o NUCRIA também irá conversar com o corpo docente da escola para saberem como se comportar e agir numa situação que o aluno relata que foi vítima de abuso sexual.

E, dado a repercussão positiva do evento, e a receptividade e interesse dos adolescentes pelo tema, o NUCRIA criará um calendário de palestras aos alunos das escolas da capital para informar sobre o Abuso Sexual, como identificar e se comportar.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

POLÍCIA

Policiais lotados na Casa Militar concluem cursos ofertados pela Sejusp

Publicado

em

Por

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), por meio do Curso Operacional Integrado (COI), finalizou na última sexta-feira, 24, no Clube de Tiro de Caça e Pesca (CTC) capacitações para a Casa Militar/segurança do governador, visando o aperfeiçoamento e especialização dos policiais que fazem a segurança do chefe do Executivo estadual, seu vice-governador e primeira dama do Estado do Acre.

De acordo com a coordenação do COI, os 43 policiais foram certificados com a capacitação de APH em Combate–Protocolo Marc1, Sobrevivência Policial e noções básicas de proteção de autoridade. O curso foi desenvolvido no Centro Integrado de Pesquisa em Segurança Pública e Clube de Tiro do Acre.

De janeiro a junho deste ano, a Sejusp já capacitou 967 operadores de segurança pública com a aplicação de inúmeros cursos, dentre os quais de sobrevivência policial, APH em Combate-Protocolo-MARC 1, abordagem policial, armamento, munição, tiro e Workshop audiovisual.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas