Connect with us

ACRE

Gladson Cameli assina ordem de serviço para anel viário de Brasileia e Epitaciolândia

Publicado

em

Agência AC

Numa manhã histórica para a regional do Alto Acre, o governador Gladson Cameli assinou nesta quinta-feira, 10, a ordem de serviço para a execução do contorno rodoviário dos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, uma obra aguardada com muita ansiedade por todos os moradores da região.

O anel viário terá um contorno pela BR-317 de 10,30 quilômetros, junto a uma ponte de 250 metros, sendo 4,18 quilômetros em Brasileia e 6,12 em Epitaciolândia, beneficiando toda uma população, que ultrapassa 50 mil pessoas, num investimento de R$ 60 milhões em recursos oriundos do governo federal, que deverá ser executado em dois anos.

Bastante feliz por finalmente ter conseguido dar prosseguimento ao convênio da obra, parado desde 2016, o governador Gladson Cameli reforçou que este é mais um momento de superação à crise da pandemia e de um novo momento da recuperação do Acre.

Obra irá beneficiar mais de 50 mil pessoas na região. Foto: Diego Gurgel/Secom

“São situações como essa que fazem valer a pena a gente ser político. O tempo e a burocracia às vezes nos atrapalham muito, mas não adianta colocar a carroça na frente dos bois. Obrigado ao presidente da República, por ter atendido todos os pedidos do Acre, além do Dnit, Deracre e Seinfra, mas, principalmente, àquele que está na ponta, o servidor debaixo do sol, direto na realização da obra. Ainda estamos vivendo um momento muito difícil com essa pandemia em todo o mundo, mas já estamos vencendo o jogo, com vacinação garantida, e vamos seguir mais do que nunca pelo desenvolvimento do Acre”, destacou o governador em sua fala.

Realização de um sonho

O anel viário é hoje um dos maiores sonhos da região, numa alternativa rodoviária pela BR-317, considerada uma das mais importantes do país, pois liga o Brasil ao Oceano Pacífico, tornando toda a região uma rota turística e comercial. Atualmente, a rodovia atravessa as duas cidades, gerando uma série de conflitos urbanos.

Assinatura da ordem de serviço foi prestigiada pelos moradores da região. Foto: Diego Gurgel/Secom

A consequência principal é o intenso tráfego nos dois municípios, com incidência elevada de veículos pesados e de passeio locais, e consequentemente um número elevado de acidentes, junto ao desgaste rápido das principais vias. Além disso, o anel desafogará o fluxo da ponte urbana que liga os dois municípios e que funciona com uma única faixa de trafegabilidade, que é controlada por sinalização e nos horários de pico gera longas filas de veículos.

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Carlos Henrique de Assis, esteve presente ao evento e destacou: “Somos gratos ao governador por ter uma superintendência regional no Acre, facilitando o acompanhamento de obras e diminuindo a burocracia. E essa é uma obra prioritária pelo Ministério da Infraestrutura. Esse é um convênio desde 2016, mas que toma forma apenas agora, após esforços do próprio governador Gladson Cameli”.

A gratidão de um povo

Como um sonho da população do Alto Acre de quase 20 anos, o início das obras do anel viário também chegou para todos com um sentimento de gratidão.

A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, reforçou que este é um momento de unir esforços pela superação de desafios e agradecer sempre pelas conquistas.

Governador agradeceu ao empenho de todos para o andamento do convênio. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Hoje é um dia de gratidão. E a gratidão precede a honra. Porque essa é a ordem de serviço que ultrapassa os sonhos de Brasileia e Epitaciolândia, com toda uma região que sai beneficiada. Já tivemos alagações desastrosas aqui em 2012 e 2015. Eu peço esse anel viário desde que era vereadora. Mas hoje esse pontapé inicial é dado com a assinatura do governador e a chegada da empresa, que vai contratar filhos da nossa terra para a obra”, destacou.

O prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, completou: “Nós estamos muito felizes com essa obra. O governador está trazendo, para nossa população, a esperança, a renovação de sonhos. Cresce a expectativa dos nossos empresários e produtores. Essas obras de infraestrutura fazem com que as pessoas acreditem no governo e tenham coragem de empreender e produzir cada vez mais”.

O evento contou ainda com a presença da senadora Mailza Gomes, da deputada federal Wanda Milani e dos deputados estaduais Luiz Gonzaga e Antônio Pedro.

O governador Gladson Cameli aproveitou para realizar a entrega de uma caminhonete para o Deracre e uma ambulância para o Corpo de Bombeiros da região, que atuará em emergências nos dois municípios.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Deracre intensifica trabalho em ponte sobre o Rio Andirá em Porto Acre

Cerca de 4.000 pessoas das comunidades Boa Fé, Capixaba e Tocantins serão beneficiadas diretamente com a obra

Publicado

em

Por

Ascom Deracre

O governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), em parceria com a Prefeitura de Porto Acre, tem intensificado os trabalhos na construção da ponte de madeira sobre o Rio Andirá, localizado naquele município. Cerca de quatro mil pessoas serão beneficiadas com a obra, que visa garantir a trafegabilidade na comunidade de produtores rurais na região do Ramal dos Paulistas.

Uma equipe técnica do Deracre realizou, ao longo da semana, uma visita técnica ao local para saber do avanço das ações. Com a presença do diretor de Desenvolvimento Regional do Deracre, Tony Roque, a construção da ponte de madeira tem por objetivo garantir o acesso provisório da comunidade, “para evitar o isolamento total daquela região”.

O governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), em parceria com a Prefeitura de Porto Acre, tem intensificado os trabalhos na construção da ponte de madeira sobre o Rio Andirá Fotos: Eudes Góes/Deracre

De acordo com Roque, a construção da ponte de concreto se dará por meio de emenda parlamentar destinada pelo senador Márcio Bittar no valor da emenda para ponte de concreto de R$ 8 milhões. O governo entrou com investimento para a ponte de madeira no valor de 1,2 milhão.

A ponte tem 90 metros de extensão e permitirá o acesso aos ramais Boa Fé, Capixaba e Tocantins, bem como facilitará o escoamento da produção agrícola.

Continue lendo

ACRE

Com expectativa de receber 12 mil declarações ITR até o dia 30, Acre enviou apenas 5 mil a RFB

Publicado

em

Por

Assessoria 

Faltando 15 dias para o fim do prazo de entrega da DITR-2021, 3.574.539 milhões de contribuintes já enviaram a declaração à Receita Federal em todo o País.

Pessoas e empresas que são proprietárias, titulares do domínio útil ou possuidoras a qualquer título do imóvel rural estão obrigadas a apresentar a DITR (Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural). O contribuinte deve elaborar a declaração por meio do Programa Gerador da Declaração do ITR, disponibilizado na página da Receita Federal http://www.gov.br/receitafederal e transmiti-la pela Internet.

Quem não apresentar a declaração no prazo está sujeito à multa de 1% (um por cento) ao mês ou fração de atraso, lançada de ofício e calculada sobre o total do imposto devido.

O valor do imposto pode ser pago em até 4 (quatro) quotas iguais, mensais e sucessivas, sendo que nenhuma quota pode ter valor inferior a R$ 50,00 (cinquenta reais). O imposto de valor inferior a R$ 100,00 (cem reais) deve ser pago em quota única e a quota única ou a 1ª (primeira) quota deve ser paga até o último dia do prazo para a apresentação da DITR. 

Diversas instituições de Ensino Superior possuem o Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF) em parceria com a Receita Federal e estão prestando orientações para o preenchimento e entrega da DITR, de forma virtual e gratuita para a sociedade.

Continue lendo

ACRE

Preço da botija de gás no Acre é o mesmo no Pará, Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina: R$ 120

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou nesta semana os preços médios da botija de gás [GLP] de cozinha vendidas nos estados brasileiros. Segundo a autarquia, o preço continua apresentando alta, com destaque para a região centro-oeste que vem negociando a R$ 135,00 uma botija, alta de 3,8%.

Mato Grosso (MT) é o Estado que tem o maior preço, enquanto Sergipe (SE) tem o mais baixo, R$ 95,00 reais. O Acre (AC) está empatado com Pará (PA), Minas Gerais (MG), São Paulo (SP) e Santa Catarina (SC), com o valor de R$ 120,00 reais.

Para a disparada no valor do gás, a ANP acredita que seja o “reajustes promovidos pela Petrobras em suas refinarias, onde o gás é produzido, empurraram os preços para cima em todo o Brasil”. Vale lembrar que a Petrobras elevou o preço do GLP em 6% em meados de junho e depois mais 6% em julho.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia