Connect with us

POLÍTICA

Governador garante apoio à nova administradora dos aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro pela melhoria da aviação

Governador Gladson Cameli recebeu o presidente da Vinci Airports Brasil, Júlio Ribas, nesta quinta-feira, 26. A partir de 2022, a empresa assumirá a administração dos aeroportos de Rio Branco e Cruzeiro do Sul pelos próximos 30 anos

Publicado

em

Agência AC | Foto: Diego Gurgel/Secom

A partir de 2022, os aeroportos de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Manaus (AM), Tabatinga (AM), Tefé (AM), Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR) serão administrados pela iniciativa privada. Por meio de leilão promovido pelo governo federal, a empresa francesa Vinci Airports, ligada ao Grupo Vinci, ofertou lance de R$ 420 milhões e conquistou a concessão dos setes terminais localizados na Amazônia Ocidental pelos próximos 30 anos.

Nesta quinta-feira, 26, o governador Gladson Cameli recebeu o diretor-presidente da Vinci Airports Brasil, Júlio Ribas, no Palácio Rio Branco. Durante a reunião, o gestor parabenizou a nova empresa pela ousadia de investir na região e assegurou o apoio institucional do Estado para a melhoria do setor aéreo acreano.

“Primeiramente, gostaria de dar as boas-vindas à Vinci e o meu muito obrigado por acreditar no nosso estado. Da nossa parte, estamos à disposição para firmar parcerias que resultem em benefícios para a nossa população. Contem com o governo para dar os incentivos possíveis e as condições necessárias no que diz respeito às melhorias do transporte aéreo”, afirmou.

Um dos estímulos garantidos na administração de Cameli às companhias aéreas é a redução do percentual de cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no combustível para aviação em voos diurnos. A taxa caiu de 25% para 3%, a menor do Brasil.

Grande entusiasta da aviação, governador Gladson Cameli tem sempre colocado o Estado à disposição para a melhoria do transporte aéreo. Foto: Diego Gurgel/Secom

O governador falou ainda da relevância histórica da aviação para vencer as peculiaridades geográficas e também as grandes distâncias impostas na Amazônia. Segundo Cameli, é preciso avançar na interligação entre os estados da região com a retomada e estabelecimento de novos destinos.

“Não podemos mais aceitar que, para irmos até Manaus ou Boa Vista, por exemplo, tenhamos que viajar até Brasília. Vocês têm esse grande desafio pela frente e espero que possamos nos unir para encontrar uma solução definitiva. Essa conectividade já existiu no passado e precisamos que ela seja feita novamente”, frisou.

Novos investimentos, integração da Amazônia e oferta de mais voos estão entre as prioridades da Vinci Airports

De acordo com Júlio Ribas, assim que a empresa assumir a gestão, estão previstos investimentos em melhorias nas pistas de pousos e decolagens e nos terminais de passageiros. O presidente da Vinci Airports Brasil confirmou ainda a grande expectativa em torno da experiência inédita de administrar os aeroportos das duas maiores cidades acreanas, bem como promover a integração entre os próprios estados do Norte e com as demais regiões do país.

“Estamos extremamente motivados com esse projeto e a nossa intenção é desenvolver o tráfego aéreo na região do Acre, para que os acreanos possam ter mais facilidade para voar, assim como mais pessoas venham conhecer o estado e mais oportunidades de negócio sejam concretizadas”, disse.

Segundo Júlio Ribas, Vinci Airports tem grande expectativa na melhoria da conectividade aérea do Acre com demais estados da Amazônia e Sul do país. Foto: Diego Gurgel/Secom

“A população pode esperar aeroportos funcionais, seguros e agradáveis. Uma das nossas maiores missões é promover uma maior conexão entre os aeroportos da Amazônia Legal. Está no topo das nossas prioridades retomar os voos regulares entre Rio Branco e Porto Velho, além de melhorar a conexão daqui com Manaus e o Sul do Brasil. Também queremos internacionalizar o aeroporto, para que no seu devido momento possamos ter voos para a Bolívia e Peru, por exemplo”, completou.

Atualmente, a Vinci Airports administra 45 aeroportos em 12 países da Europa, Ásia e nas Américas. No Brasil, a empresa opera o aeroporto de Salvador, na Bahia.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cezar Rocha dos Santos; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo César Rocha dos Santos; o presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre), Petronio Antunes; e o coordenador de Resposta à Emergência do Salvador Bahia Airport, Jader Depa, também participaram do encontro.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Paralisação dos ônibus foi estratégia de empresários para arrancar mais dinheiro da prefeitura, diz sindicalista

Publicado

em

Por

Empresas de transporte coletivo estão paralisadas a partir deste domingo, 16. Segundo os empresários, a questão se deve à falta de diesel para fazer os ônibus circularem.

Em nota, enviada para a Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Rio Branco, o presidente do Sindicato dos Transportes do Acre (Sinttpac), Francisco Marinho, esclareceu que essa paralisação é uma estratégia dos empresários do transporte coletivo para pressionar a gestão municipal atual a liberar recursos às empresas.

Na nota o presidente do Sinttpac afirma que “não são os motoristas que tomaram essa decisão, mas sim os próprios empresários que não cumprem suas obrigações, não pagam nossos direitos trabalhistas, não pagam nem os IPVAs dos seus ônibus, não recolhem nossos FGTS, não respeitam nossos irmãos de luta, que são os motoristas e não medem esforços de dar o seu melhor”.

E acrescenta: “Essas empresas já passaram da hora de deixarem o espaço para outras que tenham respeito com os trabalhadores e usuários. O prefeito Tião Bocalom e sua equipe têm agora uma grande oportunidade de extinguir o contrato com essas empresas que não estão preocupadas em colaborar e nem cumprir sua obrigação que é prestar um bom serviço.

Lamento muito em dizer, mas com essa decisão deles, que de forma arbitrária paralisaram 100% da frota sem sequer comunicar os órgãos, instituições, imprensa e a própria RBTrans, não merecem continuar aqui. Empresários que nunca cumpriram um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), junto ao Ministério Público, não estão preocupados com mais nada.

Estão acostumados a fazer do jeito deles, mas agora com prefeito Tião Bocalom, com o acompanhamento da RBTrans, eu acredito que será uma grande oportunidade de nos livrarmos deles para que outras empresas, possam vir e prestar um serviço de qualidade, com pontualidade e respeito aos colaboradores e usuários dos serviços de transporte.

Nós estamos apostando agora na caneta do prefeito, no apoio dos vereadores, no apoio da população, para que esse mal por si só seja eliminado pela própria escolha e decisão deles.

Estamos aqui para apoiar a decisão do prefeito em extinguir esse contrato entre empresas e poder concedente”.

Continue lendo

POLÍTICA

Gladson manda revitalizar uma das praças de esportes mais antigas do Acre, o campo da Funbesa, na Estação; Alan Rick alocou a grana

Publicado

em

Por

O campo e a quadra de uma das praças esportivas mais antigas de Rio Branco, o complexo Maracutaia, no bairro Estação Experimental, vai ser totalmente revitalizado. A ideia do governador Gladson Cameli (Progressistas) casou com o desejo do deputado federal Alan Rick (DEM), que alocou a verba junto ao Calha Norte, cerca de R$ 2 milhões, valor que o secretário da Seinfra, Cirleudo Alencar, acredita nem precisar usar todo na obra, mesmo com todas as novidades que virão, como um campo de futevôlei, cobertura na quadra e arquibancadas.

Essa semana a velha guarda da Estação Experimental se reuniu no centro do campo do Maracutaia com o deputado Alan Rick e o secretário Cirleudo para tratar do assunto. Entre os convidados, o professor Afrânio Moura, o pastor Eldo Gama e o tenente Jaime Moura, esse último representando a Associação de Moradores. Ficou combinado que o grupo escolherá o nome da pessoa que será homenageada com o novo complexo. “Tem vários nomes, mas vamos fazer uma escolha bem democrática”, disse o Jaime Moura.

Segundo o secretário Cirleudo Alencar, embora o dinheiro já esteja alocado pelo deputado Alan Rick, o processo deverá demorar uns seis meses até o início da obra. “Faz parte da burocracia, mas se Deus quiser até agosto, setembro, a gente deverá começar essa obra”, assegurou.

Continue lendo

POLÍTICA

“Seguiremos firmes, unidos e fortes” diz Jéssica, ao receber visita do governador Gladson Cameli

Publicado

em

Por

Por Wagner Lopes, do Tribuna do Acre

A pré-candidata ao Senado pelo glorioso MDB, a deputada federal Jéssica Sales postou em suas redes sociais a visita que recebeu do governador Gladson Cameli.

A parlamentar registrou o momento ao lado de sua mãe, a deputada estadual Antônia Sales e de seu pai, o Leão do Juruá e ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales. 

Jéssica está fazendo tratamento contra o câncer de mama, em São Paulo. 

Bastante emocionada com a visita de seu primo governador, Jéssica destacou a importância que pequenos gestos causam àqueles que estão enfrentando esta terrível doença.

“Meus queridos, que noite especial! Recebi a pouco a visita surpresa do meu primo governador, Gladson Cameli. Fiquei muito feliz e emocionada. O verdadeiro sentimento é aquele que expressamos em ações e pequenos gestos! Seguiremos firmes, unidos e fortes! Com Deus no controle e guiando nossos passos.”

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia