Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Nome da ponte sobre o Rio Madeira é escolhido e aprovado: “Rondon-Roosevelt”

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Johnatha Martinel

A ponte sobre o Rio Madeira já tem nome oficial: “Rondon-Roosevelt”. Mas calma! A denominação não é para a recém-inaugurada ponte no Distrito do Abunã, na BR-364, essa ainda não recebeu o aval do congresso e muito menos do Palácio do Planalto, mas a inaugurada em 2014 na cidade de Porto Velho que conecta ao Estado do Amazonas.

Na semana passada, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou o Projeto de Lei N° 3049/15 que dá nome à Ponte Rondon-Roosevelt. Antes da aprovação na CCJ, o projeto foi protocolado em novembro de 2015 no Senado Federal pelo ex-senador Odacir Soares (PP/RO). Em 2019, quatro anos depois, o projeto chegou à Comissão de Viação e Transporte.

A denominação é uma “homenagem aos 100 anos da Expedição Roosevelt, liderada pelo Marechal Cândido Rondon e por Theodore Roosevelt, ex-Presidente dos Estados Unidos, cujo objetivo constituía na exploração do curso do Rio da Dúvida para integrar o Brasil e implantar linhas telegráficas, se tornando um marco estratégico de ligação entre os estados de Rondônia, Amazonas e Acre, concretizando a Amazônia Ocidental”.

Como o texto tramitou em caráter conclusivo, poderá seguir à sanção presidencial, a não ser que haja recurso para a análise pelo Plenário da Câmara. Agora, o PL aprovado segue para o crivo do presidente Bolsonaro.

A respeito da ponte do Abunã, o AcreNews publicou no mês de maio uma reportagem chamando atenção que o empreendimento, um dos maiores da Amazônia, ainda não possui nome oficial e que até o momento, existem dois projetos tramitando no Congresso Nacional que podem fazer valer homenagens ao ex-governador do extinto Território de Rondônia, Paulo Nunes Leal e ao líder religioso Dom Moacyr Grech.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍTICA

Comissão é formada para discutir a fusão de DEM e PSL no Acre; primeira sentada aponta muita união

Publicado

em

Por

Os líderes maiores de DEM, deputado federal Alan Rick, e PSL, senador Márcio Bittar, abriram a primeira reunião da comissão formada para executar a fusão dos dois partidos no Acre. Foi perto do meio-dia desta segunda-feira, 27, na sede do PSL. De primeira, segundo avaliação deles mesmos, a previsão é de que a junção ocorra “sem traumas”.

A junção dos dois partidos mexeu significativamente no tabuleiro político do Acre. Uma das razões e talvez a mais delicada é o fato de ambas as partes ter o mesmo interesse, a disputa pela única vaga para o Senado, em 2022. No lado do PSL o nome é o de Márcia Bittar; no DEM o nome em apreciação é o de Alan Rick. Num primeiro momento houve certa tensão, mas logo as lideranças maiores sentaram e o clima é, no momento, totalmente amistoso. “A gente vai se entender”, garantiu o senador Bittar sobre Alan Rick. E parece que vão. Na reunião de hoje isso ficou bem claro.

“Vamos fazer uma fusão sem traumas. O único problema sério que precisamos resolver é que o PSL já tinha uma chapa pronta, com 36 candidatos. Agora vamos ter que fazer uns cortes para absolver a chapa do DEM”, disse ao AcreNews o Pedro Valério, que vai continuar como presidente do PSL com a benção do senador Márcio Bittar. Do lado do DEM o clima é o mesmo, segundo o presidente Jairo Cassiano.

Continue lendo

POLÍTICA

Governo entrega 10 caminhões frigoríficos para transporte de alimentos da merenda escolar

Publicado

em

Por

Agência AC

Com investimentos na ordem de R$ 2,6 milhões, oriundos de recursos próprios do governo do Acre, o governador Gladson Cameli fez a entrega de dez caminhões frigoríficos à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE) nesta segunda-feira, 27, em Rio Branco. Além da capital, os veículos atenderão as demandas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) nos municípios com acesso terrestre em todas as regionais.

Nesta segunda-feira, 27, o governo do Acre fez a entrega de dez caminhões frigoríficos à Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE). Foto: Marcos Vicentti/Secom

A frota tem como principal objetivo garantir a qualidade e conservação, em boas condições de armazenamento, dos alimentos que compõem a merenda escolar da rede estadual de ensino, bem como melhorar a logística, dar mais eficiência às entregas e atender as exigências das agências reguladoras para realização de transporte de perecíveis.

Metade dos veículos ficará em Rio Branco e realizará a cobertura de comunidades escolares de cidades dos vales do Baixo e Alto Acre. Os demais caminhões atenderão as demandas de escolas de Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Rodrigues Alves, Sena Madureira e Tarauacá.

Frota será utilizada para o transporte dos alimentos que compõem a merenda escolar. Veículos serão utilizados em todos os municípios do estado com acesso terrestre. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Todos os veículos frigoríficos são padronizados e possuem câmaras frias com prateleiras removíveis, divisórias móveis, escada para compartimento de refrigeração, balança de precisão com painel digital, termômetro, carrinho de carga, caixas plásticas e extensão para captação de energia elétrica externa.

A gestão de Gladson Cameli tem avançado na área da Educação com vultosos investimentos. No caso específico da merenda escolar, o Estado introduziu o prato extra para mais de 160 mil alunos, nos 22 municípios. Em seu discurso, o chefe do Poder Executivo renovou seu compromisso com o futuro dos jovens acreanos.

Gestão do governador Gladson Cameli contabiliza inúmeros investimentos na Educação. O incremento de prato extra na merenda escolar beneficiou mais de 160 mil alunos da rede pública de ensino Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Um estado melhor para todos passa primeiro pela oferta de um ensino de qualidade e é isso que temos feito desde o início do nosso governo. Contratamos professores efetivos, reformamos nossas escolas, incrementamos mais uma refeição na merenda escolar e distribuímos, gratuitamente, o fardamento escolar. É pelas nossas crianças que eu não tenho medido esforços para construir um Acre cada vez melhor e com mais oportunidades para todas elas”, argumentou.

A titular da Educação, secretária Socorro Neri, destacou a entrega dos caminhões como parte dos esforços do governo do Estado para garantir o retorno seguro das aulas presenciais, no próximo dia 4 de outubro. “Pesquisas apontam que a escola faz falta na questão nutricional dos estudantes, sobretudo os da escola pública. Teremos uma retomada cheia de desafios, para os quais a grande maioria das escolas está preparada, e estamos fazendo a distribuição dos insumos, como é o caso da merenda escolar, dos materiais de cuidados sanitários e do material escolar”, frisou.

Secretária Socorro Neri destacou investimento na aquisição dos caminhões frigoríficos como parte dos esforços do governo acreano para garantir a retomada das aulas presenciais. Foto: Marcos Vicentti/Secom

A solenidade, realizada na esplanada do Palácio Rio Branco, contou ainda com a participação do secretário da Casa Civil, Flávio Silva; dos deputados federais Alan Rick e Vanda Milani; dos deputados estaduais Gehlen Diniz, José Bestene, Luís Tchê, Manoel Moraes e Pedro Longo; e do vereador Rutênio Sá, de Rio Branco; entre outras autoridades.

O que eles disseram

“A entrega destes dez caminhões, que vão para todas as regionais, é essencial para garantir o retorno das aulas presenciais e assegurar aos nossos estudantes uma merenda de excelente qualidade.”

Pedro Longo, deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa

“Estamos diante de um dos maiores desafios da história do nosso estado. A pandemia prejudicou muito a educação pública brasileira e esse retorno das aulas presenciais está diretamente ligada com o destino e o futuro de milhares de jovens acreanos.”

Gehlen Diniz, deputado estadual

“A entrega destes caminhões é a prova do trabalho dos governos federal e estadual e também dos parlamentares da bancada federal, que sempre estão à disposição para ajudar o Acre. Com esses veículos, temos a certeza que os nossos estudantes estão sendo bem cuidados.”

Vanda Milani, deputada federal

“Sei do potencial transformador que a educação causa na vida das pessoas. Por isso, tenho priorizado a destinação de emendas para esse importante seguimento. Fico muito feliz por dar a minha contribuição ao governo do Estado para, juntos, melhorarmos cada vez mais o nosso ensino.”

Alan Rick, deputado federal

Continue lendo

ACRE

Rebanho do Acre aumenta em torno de 50% e abate acompanha recuperação econômica

Publicado

em

Por

Agência AC / Foto: Marcos Vicentti

O governo do Acre, por meio do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf-AC), divulgou um relatório em que revela que o rebanho bovino acreano vem em uma linha constante de crescimento, que girou em torno de 50% na última década. Há também potencial de expansão para os próximos anos, fruto dos investimentos em novas tecnologias e em melhoramento genético do rebanho por parte dos pecuaristas.

O território acreano possui hoje, aproximadamente, 3,8 milhões de bovinos. Esse número de cabeças em 2010 chegava a 2,5 milhões.

Evolução do número de cabeças de gado no Acre em uma década. Fonte: Idaf-AC

O governador Gladson Cameli é um dos grandes incentivadores do desenvolvimento do agronegócio no Acre e tem feito, por meio do Idaf, grandes investimentos na Defesa Sanitária Agropecuária, possibilitando o reconhecimento do estado como Área Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação certificada pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). Esse reconhecimento, entre outros fatores, causou uma valorização do rebanho acreano e com isso um aquecimento na economia local.

Segundo o diretor técnico do Idaf, Jessé Monteiro, há 14 anos o estado era reconhecido internacionalmente pela OIE como Zona Livre de Aftosa Com Vacinação, mas desde novembro de 2019, a aplicação da vacina contra a doença deixou de ser obrigatória após uma série de medidas adotadas pelo Estado, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e iniciativa privada.

Para chegar a esse resultado, o governo do Acre contratou novos veterinários, técnicos, ofereceu treinamento para toda a equipe, adquiriu novos equipamentos e reformou todas as unidades do Idaf, em parceria com o Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Acre (Fundepec).

Com relação aos dados de abates de animais, o Idaf observou que o estado segue uma média relativamente constante ao longo dos últimos 4 anos, com uma leve queda no ano de 2020, um possível reflexo da pandemia da Covid-19. Se em 2019 o estado registrou 459.750 abates, em 2020 esse número foi para 404.217 animais abatidos.

Abate de animais teve queda em 2020 pela pandemia de Covid-19, mas números devem voltar ao patamar em 2021. Fonte: Idaf-AC

Até agosto, o Idaf registrou 269.231 abates de bovídeos. Com ainda um trimestre para fechar o ano, os técnicos do Instituto destacam que é em geral nos últimos três meses que o número de abates dispara, o que deve significar uma retomada ao patamar do número de 2019.

Segundo o presidente do Idaf, José Francisco Thum, “esse é um setor extremamente importante para a economia do Acre. Há novas conquistas que valorizam os animais, expandem o mercado e, após a crise causada pelo auge da pandemia de Covid-19, agora é o momento da retomada. O governo seguirá firme, adotando todas as medidas necessárias para a expansão, com geração de mais empregos e renda para o estado, sendo esse o principal objetivo da gestão do governador Gladson Cameli”.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia