Connect with us

ACRE

Gladson e outros governadores pedem ajuda à ONU para combater o Covid-19

Publicado

em

A tarde desta sexta-feira, 16, foi marcada por mais uma reunião do Fórum Nacional de Governadores, desta vez com a secretária-geral adjunta das Nações Unidas (ONU), Amina J. Mohammed, para um reforço do pedido de ajuda internacional em medicamentos e vacinas contra a Covid-19 para o Brasil no momento em que o país ainda vive o pior momento da pandemia. 

O governador Gladson Cameli participou do encontro virtual, onde foi entregue uma carta a secretária da ONU com um pedido de ajuda humanitária ao Brasil. 

Segundo o governador do Piauí e presidente do Fórum Nacional de Governadores, Wellington Dias, a dificuldade no país para avançar na vacinação contra a Covid-19 e o índice elevado de mortes provocadas pela doença tem tornado o Brasil no epicentro da pandemia no mundo, sendo o país de maior risco na propagação de variantes do novo coronavírus. Além disso, apresenta colapso na rede hospitalar, com falta de oxigênio, medicamentos e insumos em muitas regiões de saúde.

Na carta entregue a ONU, os governadores pedem garantia de envio de 9,1 milhões de doses de imunizantes pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Cita 11 milhões de doses da vacina Astrazeneca que deveriam ter sido entregues em janeiro e pedem previsão para entrega de 11 milhões de doses desta mesma vacina pelo Instituto Serum da Índia.

Consta também na carta um pedido de permissão ao governo estadunidense para o Brasil comprar ou receber como empréstimo, para posterior devolução em vacinas, de 10 milhões de doses da Astrazeneca (EUA). Requer ainda a antecipação de IFAs (insumo farmacêutico ativo) em entrega extra para este mês de abril, suficientes para produção de 15 milhões de doses de imunizantes pelo Instituto Butantan, evitando falta de vacina para segunda dose neste mês no Brasil.

A secretária-geral adjunta da ONU, Amina Mohammed, destacou que a Organização já ajuda o país, mas com as atenções do mundo voltadas ao Brasil devido a pandemia, isso deve se intensificar. 

“A ONU também está fortemente comprometida com a solidariedade e aumento da cooperação internacional para garantir uma distribuição justa e eficaz das vacinas em todo o mundo, inclusive no Brasil. De modo geral, alcançamos os principais países fabricantes de vacinas para descobrir ações que possam ser feitas para apoiar esse acesso equitativo e justo”, destacou Amina. 

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

ANP e Procon investigam possíveis irregularidades em combustíveis vendidos em Rio Branco e Senador Guiomard

Publicado

em

Por

Agência AC | Foto: José Caminha/Secom

Nesta semana, a Agência Nacional do Petróleo (ANP), em parceria com Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon/AC), desenvolve novas operações fiscalizatórias em postos de combustíveis de Rio Branco e Senador Guiomard.

Os agentes técnicos das entidades estão coletando amostras de combustíveis de 33 postos, situados nas duas cidades. Tais conteúdos serão submetidos à análises laboratoriais, nas dependências da ANP em Brasília.

Amostra dos combustíveis serão enviadas para análise no laboratório da ANP em Brasília. Foto: José Caminha/Secom

“Temos a meta de avaliar a qualidade dos combustíveis, observar se os percentuais apresentados estão dentro do permitido e a densidade do material, entre outros itens que asseguram os direitos dos consumidores de Rio Branco e Senador Guiomard”, informa o especialista em regulação de petróleo da ANP, José Luiz de Souza.

A ação conjunta é oriunda do Acordo de Cooperação Técnica nº 16/2020, celebrado entre o Procon/AC e a ANP, tendo por objetivo legitimar os servidores da autarquia estadual a fiscalizar e orientar as atividades relativas ao abastecimento nacional de combustível.

“No mês de maio, a ANP realizou um treinamento para os agentes do Procon/AC, referente à qualificação técnica para os procedimentos de fiscalização envolvendo a manipulação direta de combustíveis automotivos e lavratura dos documentos correspondentes. Com isso, ganhamos mais dinamismo em nossas ações locais, como essa, que também será realizada em outros municípios”, destaca José Luiz de Souza.

A equipe fiscal do Procon/AC também está orientando os donos e gerentes dos postos sobre a obrigatoriedade de placas com informações detalhadas sobre o preço dos combustíveis, além de outras regras que estão descritas no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Continuar lendo

ACRE

Em quatro dias, Acre registra mais de 200 focos de incêndio

Publicado

em

Por

Marcelo Gomes para o AcreNews

O período de seca no Acre começou e os dados do relatório da sala de situação de monitoramento hidrometeorológico do Estado registraram, em apenas 4 dias, mais de 200 focos de queimadas.

Os registros são comparados com o relatório do dia 30 do mês passado. Os dados são do dia 29 de julho, quando o Estado tinha acumulado durante o ano 400 focos de incêndio.

O Corpo de Bombeiros informou que nesta nessa terça-feira (3), os dados referentes até o dia 2 de agosto apontavam um acumulado de 634 focos, ou seja, foram 234 focos a mais.

O Acre, que ocupava o 8º lugar no ranking dos estados da Amazônia Legal, com esse aumento subiu para o 7º lugar.

Os municípios que tiveram maior aumento de queimadas foram Tarauacá e Feijó, com 104 e 89 focos respectivamente.

Continuar lendo

ACRE

Confaz garante que Estado do Acre ultrapassou arrecadação de impostos em mais de R$ 800 milhões

Publicado

em

Por

Marcelo Gomes para o AcreNews

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), revelou que os tributos cresceram bastante em 2021 com comprado com o mesmo período do ano passado, naquela época o período sofria em consequência da crise afetada pela pandemia da Covid-19.

A (Confaz) revela ainda que o mês de abril deste ano teve um crescimento de 25,31% levando em conta o resultado dos quatro primeiros meses de 2021. Todos comparados com o mesmo período de 2020.

Em junho (2021), o aumento foi de 33,63% na comparação com os seis primeiros meses do ano passado, consolidando o crescimento da arrecadação diante da crise sanitária que só agora começa a dar sinais de queda.

Ano passado o Estado teve arrecadação de R$ 644,76 milhões em impostos estaduais e 2021 já são R$ 861,63 milhões. Um quantitativo de R$ 217 milhões de diferença.

Fonte: Confaz

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia