Connect with us

COLUNAS

COLUNA DO EVANDRO “Os números dizem que estou certo”, diz Gladson

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) fez um sincero desabafo à coluna em relação a pancadaria despachada pra cima dele pelo próprio vice, Major Rocha (PSL), e por apoiadores do senador Sérgio Petecão (PSD), que, a rigor, nunca se manifesta. “Os números dizem que estou certo. Enquanto os números disserem isso eu vou seguindo meu caminho”, disse Cameli.

Sobre o vice
“O que eu fiz de ruim pra esse homem? Ele teve todos os cargos que nenhum vice nunca teve. Eu comprava um carro para meu gabinete e outro pro gabinete dele. De repetente o homem se levanta contra”.

Sobre Petecão
“Deveria se manifestar. Ao invés disso as pessoas ligadas a ele é que falam pelas redes sociais. Não tenho como manter um povo desse no meu governo”.

Educação
Com relação a secretaria de Educação, o governador disse o seguinte: “Não vou condenar o Mauro (Sérgio Cruz, secretário). Demitir ele assim, a queima roupa é julgar, é queimar ele. Se eu substituir ele é por questão política”.

Os números
Quando diz que os números lhe dão razão, Gladson Cameli se confia em países do Data Control, único instituto que acertou as últimas cinco eleições no Acre. Além do mais, diz Cameli: “Não vou fazer pesquisa que minta pra mim mesmo”.

Começou a disputa
O certo é que a disputa de 2022 começou bem antes do esperado. De um lado o governador, do outro o senador Sérgio Petecão (PSD), que vai usar a tática do desgaste através de um mantra dele desde que ainda era aliado de Cameli, que é chamar o governador de mentiroso.

PT ainda fora
Esse confronto entre Gladson e Petecão seria uma maravilha para o PT se não fosse o desgaste. Por enquanto os petistas ainda vão apenas assistir o confronto em 2022, segundo o que dizem as pesquisas.

Trunfo
O governador Gladson Cameli tem dois trunfos para usar até as eleições. Um é seu desejo de juntar velhos guerreiros da oposição, o que já está fazendo em silêncio; o outro são as obras que vai colocar pra andar nos próximos meses. Isso sem contar o apoio que tem pela forma como tem conduzido a pandemia.

MDB vem desfalcado
Ex-deputado estadual e federal pelo MDB, João Correia disse à coluna que o partido de fato aderiu ao governo, mas isso ocorreu com voto vencido dele. “Fui contra”, revela. Além de João, o MDB entra no governo sem o deputado estadual Roberto Duarte, sem o prefeito Mazinho Serafim, de Sena Madureira, e sem Vagner Sales, ex-prefeito de Cruzeiro do Sul.

Pode mudar
Tem uma frase interessante do João Correia no final de nossa entrevista que precisa ser grigafa, em relação a lista de quem, no MDB, não vai aderir o governo: “Pode diminuir ou aumentar com o afluxo de descontentes”.

Vice do Alto Acre
Há um movimento em Brasiléia, Epitaciolândia, Assis Brasil e Xapuri, para que a região indique um vice nas chapas de governo em 2022. As lideranças acham que chegou a hora.

Nome forte
Entre os nomes do Alto Acre mais badalados para ser apresentado como vice é o da prefeita de Brasiléia, Fernanda Hassem (PT). Ela se reelegeu com boa votação e os números dizem que ela é a liderança emergente de lá.

Caminho de volta
Ex-prefeito de Rio Branco, o engenheiro Marcus Alexandre (PT) deverá puxar a chapa de estadual do partido. Se elege fácil e inicia, por aí, o caminho de volta para a prefeitura da capital.

Lembrado no churrasco
O nome de Marcus Alexandre foi lembrado durante um churrasco nesta terça a noite, onde havia entre as poucas pessoas, dois socialistas ligados a à Frente Popular. Segundo eles, Marcus foi orientado várias vezes a disputar o governo, em 2018, por outro partido, que não fosse o PT. Ele não saiu, nem vai sair, garantem os sindicalistas.

Desambientado
Tião Bocalom, embora seja filiado ainda ao Progressistas, participou, sem ambiente, da festa da última segunda, pela volta do governador Gladson Cameli, afastado desde a campanha de 2020. Quando perguntei se queria falar sobre o retorno do correligionário, Bocalom não titubeou: “Ele não me apoiou. Não tenho o que falar”.
Sem ambiente, Bocalom foi embora antes do tempo.

Tratamento elegante
O governador Gladson Cameli também não foi deselegante com Bocalom na festa do Progressistas. “Eu não esperava outra reação dele. Não o apoiei”, limitou-se a dizer.

Parceria institucional
Quanto a relação Gladson/Bocalom, o governador diz que vai apenas cumprir seu papel de ajudar a prefeitura. “Vou ser parceiro da prefeitura enquanto durar meu governo”, disse Cameli.

Demissões no governo
Ninguém vai ser demitido do governo a queima-roupa, acabei de saber. Também tem um detalhe: só vai ficar quem, de fato, estiver comprometido com o governo em todos os sentidos.

Cabos eleitorais
Dos três vereadores do Progressistas em Rio Branco, N. Lima, Samir Bestene e Rutenio Sá, apenas esse último pode disputar a eleição em 2022. Samir vai ajudar na reeleição do pai, o deputado José Bestene, e Lima vai ser cabo eleitoral do filho, deputado Whendy Lima.

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | A sensível diferença do Governo Gladson para os de esquerda em relação a corrupção

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) nem bate a passarinha quando surge um ou outro problema em sua gestão que seja preciso algum órgão de controle entrar em ação. Primeiro, e sobretudo, porque não age como maioria dos governos de esquerda, contumazes protetores de “companheiros” traquinas. O Cameli não permite que nada seja colocado para debaixo do tapete. Ele disse um dia numa roda onde eu estava, inclusive: ama os amigos, mas não vai para a cadeia com nenhum. Tipo: quem fizer bobagem coma seu angu sozinho. No Progressistas, partido dele, não tem companheiro, tem correligionário, aliado, e não tem cláusula nessa relação que indique proteção para quem faz cagada. Gladson, a rigor, foi o primeiro governador da história a criar, como uma das primeiras medidas, uma Delegacia de Polícia anticorrupção. Pouca gente sabe que o governador mandou criar um pelotão de inteligência, com curso em Brasília, de longa duração, para que o combate a atos ilícitos na gestão pública seja inteligente e fatal. Como dizia aquele velhinho na propaganda da BR: a diferença é grande, né não?

Rocha fica no PSL

O vice-governador, Major Rocha, fica no PSL, partido que acaba de se fundir com o DEM e vai ter outra sigla ainda não definida. Rocha disse a coluna que só não decidiu se disputa para federal ou estadual, porque está esperando a irmã, deputada federal Mara Rocha, se decidir.

Obstáculos

Mara Rocha, a rigor, poderá disputar o governo. Poderá, porque tem alguns obstáculos no caminho ainda. Dois exemplos: o PL, para onde ela vai, está sendo reorganizado. A turma anterior teria deixado o partido com muitas pendências. O outro é que vai esperar a reação do povo pelas pesquisas.

Grupo forte

Márcio Bittar, ainda no MDB, passa a controlar, depois dessa fusão de DEM com PSL, pelo menos seis partidos importantes no Acre. É uma vantagem e tanto para quem quer tocar uma candidatura ao Senado em 2022, no caso da Márcia Bittar.

Gelado

Calmo, frio como costa de rã, o senador Márcio Bittar sabe chegar onde quer. Controla o PSL e o DEM, mas estendeu tapete verde para o deputado federal Alan Rick, que também tem interesse em disputar o Senado. Liguei para os dois fazendo a mesma pergunta e a resposta de ambos foi a mesma: “Com o Márcio Bittar eu converso”; “Com o Alan Rick eu converso”.

Mão aberta, mão fechada

Dizem pelas beiras do rio Iaco o seguinte: o que prefeito Mazinho Serafim (MDB) tem de gastador, mão aberta, a mulher dele, deputada estadual Meire, tem de mão fechada. O bom é que isso dá o equilíbrio.

Apelo?

Presidente do PT, o Cesário Braga, não está mentindo quando diz que tem muita gente pressionando Jorge Viana para que dispute o governo. Só esquece de dizer quem são essas pessoas, maioria ex-componentes das gestões petistas, com saudades do poder. No povão mesmo não há esses apelos.

Tem que ter apelo

Para disputar o governo de um Estado de forma competitiva, a pessoa precisa ser o centro de um apelo popular. Os taxistas pedem ele como governador, os catraieiros, os bombeiros, alguém da sociedade organizada precisa estar chamando por essa pessoa. Até o momento não apareceu esse sujeito no Acre, com exceção do atual governador, que por estar no poder tem muitos apelos em favor de sua candidatura a reeleição.

Todos tem direito

Mesmo assim, na democracia, toda candidatura é legítima. Qualquer pessoa, independente de apelo, pode disputar o cargo que quiser e isso é bom. Agora ser competitiva é outra história.

“Chaverinho” da senadora

A coisa mais interessante do Acre tem sido as andanças da senadora Mailza Gomes (Progressistas) com seu “chaverinho” a reboque, a Theodora. Com um ano e pouco, a filha já fez mais aventura do que muitos marmanjos. Esses dias estava dentro de uma embarcação pelos rios de Tarauacá.

Futuro do Acre

Muitas ligações de pessoas ligadas ao agronegócio depois que o AcreNews publicou matéria sobre o cultivo do caju em Sena Madureira. Maioria das pessoas dizem que o Acre poderá ser um celeiro, em breve, com muita gente enriquecendo e gerando renda, bem diferente da florestania, que empurrava o pobre do colono para tirar óleo de copaíba.

Acerto grande

Tem que admitir: o governador Gladson Cameli acertou com o Neném Junqueira na gestão da Agricultura. Além de conhecer do negócio, Junqueira é madrugador.

Convocação

Com a regra do jogo político extinguindo as coligações, todo sujeito que tem potencial de voto será “convocado” pelos partidos para ir a disputa em 2022. Não tem alternativa para quem quer eleger parlamentar.

Regra no PSL

Para ficar no PSL e disputar as eleições 2022, tem a seguinte regra para seguir, segundo o presidente Pedro Valério: apoiar Bolsonaro, Gladson e Márcia Bittar. Ponto final.

Crescimento do PSC


O presidente estadual do Partido Social Cristão – PSC, Robson Aguiar de Souza, tem andado pelas estradas do Acre para o crescimento do partido, chegando ao Vale do Juruá. Em cruzeiro do Sul, a agremiação municipal será comandada pela professora Mônica de Almeida Silvério de Araújo, esposa do Comandante do Corpo de Bombeiro Militar de Cruzeiro do Sul, Coronel e Pastor Marcelo Araújo.
O presidente tem buscado colocar “pessoas novas” na política, com a finalidade de mostrar para a população outros nomes que também podem exercer um mandato parlamentar: “Conheço o casal há vários anos, e a professora Mônica tem qualidades de sobra para gerenciar o partido em Cruzeiro do Sul. Ela é a modelo de figura feminina do povo cruzeirense: mãe, esposa, trabalhadora (professora), auxiliar do esposo que é pastor, e ajuda em obras sociais pela região”. Acredito que conduzirá o partido debaixo de orações e das mãos poderosas do Senhor.”

Continue lendo

RUBEDNA BRAGA

Coluna da Rubedna Braga

Publicado

em

CURSO DE RUDIMENTOS RÍTMICOS NA BATERIA

Começou na terça-feira, dia 21, às 14h, no Teatro Hélio Melo o Curso de Rudimentos Rítmicos aplicados à bateria, com os professores Paulo Nobre e Jorge Anzol. São 25 vagas destinadas aos amantes da bateria em nível intermediário. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo número 99206-4033.

O curso tem 40 horas de duração distribuídas em 8 encontros presenciais. Aprovado no Edital de Formação lançado pela Fundação Elias Mansour, a iniciativa tem financiamento da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

Os experientes músicos Paulo Nobre e Jorge Anzol pretendem ensinar de uma maneira didática, lúdica e prazerosa a cultura rítmica norte americana com matriz africana, através dos ritmos que serviram como base para grande parte da música forjada naquele país, e no resto do mundo, como o blues, jazz, rhythm and blues, soul e o rock, pavimentado a estrada da  música contemporânea ocidental.

A prática da bateria em nível intermediário enfoca o desenvolvimento da coordenação motora necessária para a prática instrumental, voltada aos diversos gêneros que utilizem a subdivisão do pulso em quatro partes, e a inclusão de gêneros que realizam a divisão do pulso em 3 partes, com vistas ao desenvolvimento artístico pelo aprendizado crítico-reflexivo dos conteúdos.

DONA HELENA

Estreia nos dias 29 e 30 de setembro, na Usina de Arte

O monólogo “Dona Helena” ganha nova montagem e será apresentado pelo ator e produtor cultural César Júnior, de forma presencial, nos dias 29 e 30 de setembro, na Usina de Arte João Donato, com financiamento da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O monólogo, que aborda temas como preconceito, saúde mental e falta de empatia, tem produção e co-direção do próprio ator, que é formado pela escola centenária Martins Pena e acadêmico da UNIRIO.

O espetáculo estará em cartaz na Usina de Arte durante duas noites, nos dias 29 e 30 de setembro. No primeiro dia, 29 (quarta-feira), haverá uma exibição fechada apenas para convidados da imprensa, seguida de um bate-papo com apresentação de Thainá Matias e três convidadas, Karen Aiache, Rubby e Marian Brilhante. Já no dia 30 (quinta-feira), o espetáculo é aberto ao público e gratuito, com o objetivo de levar o monólogo para mais pessoas, no dia 6 de outubro haverá a apresentação teatral online disponível aos internautas a partir de 12h, no canal do ator no YouTube. Para assistir, basta acessar o link na bio do Instagram @frcesar, nessa data.

SANTUÁRIO DIVINA MISERICÓRDIA

A Diocese de Rio Branco retoma as atividades para a construção do Santuário Divina Misericórdia. O templo religioso vai atender as comunidades dos bairros Portal da Amazônia, Waldemar Maciel, Vilage Tiradentes, Jardim Europa e os condomínios Chácara Ipê, Ecoville, Recanto Verde e Swiss Park, além da comunidade católica de todo o Estado.

O lançamento da pedra fundamental aconteceu em 2019, com uma missa campal e apresentação e envio das comissões responsáveis pelas diversas frentes de trabalho. Mas, devido a pandemia, as atividades foram suspensas no início de 2020, retornando agora com diversas atividades para arrecadar recursos para a construção da obra.

A primeira atividade vai acontecer no próximo sábado, com a apresentação do projeto arquitetônico do Santuário. Na ocasião, haverá uma missa campal e um show musical. Durante o evento, os arquitetos responsáveis irão apresentar a fachada do Santuário e o padre Jairo fará uma apresentação musical para celebrar o momento.

*

*

De passagem por Rio Branco, o advogado Valadares Neto nos fez uma visita no cerimonial e de quebra um legitimo Luizi Bosca Malbec, que será devidamente degustado como manda o figurino. Thanks!

CHEGOU!

Começamos a estação mais colorida e linda: a primavera! Para brindar a estação, vitrines assinadas por Daniel Cruz fazendo com flores os modelitos das novas tendências da estação: amarelo, rosa, laranja e tons de verde. Um arraso!

CIRCO BRODOWAY

Vale a pena prestigiar as últimas apresentações? Aqui na cidade, do Grand Circo Broadway.

 Após um ano e meio sem espetáculo, o Circo retomou suas apresentações em alto estilo e em breve levanta acampamento.

Então, respeitável público! O espetáculo vai começar!

ENLACE MATRIMONIAL

Os jornalistas Melissa Jares e Ailton Oliveira confirmaram os votos de casamento civil na última sexta-feira, com a presença de seus pais e padrinhos. Mas o casal já agenda uma festa para poucos e bons na celebração religiosa que será anunciada logo, logo! Parabéns, parabéns.

Momento do noivo jornalista Ailton Oliveira colocando a aliança no dedo da linda Melissa
Os pais da Melissa, Ana Lúcia e Alfredo Daou
Os nubentes exibindo a certidão de casamento
O casal Melissa e Ailton Oliveira após o casamento civil
O casal Melissa e Ailton com o padrinho Tião Bocalom

*

Os parabéns e muitos vivas para a aniversariante de hoje, a médica Vanessa Bianca Batista, acreana, residindo e trabalhando há vários anos em Salvador, onde fixou residência com o marido e seu filho. Parabéns Vanessa!

CÂMARA MUNICIPAL COMEMORA 58 ANOS DE FUNDAÇÃO

Os 58 anos da Câmara Municipal foi marcado com por uma vasta programação. O prefeito Tião Boacalom esteve presente nas comemorações juntamente com o secretário da Casa Civil José Waltin da Silva. Na foto o presidente do parlamento mirim vereador N. Lima ladeado por Bocalom e Waltin.

*

Na última quinta-feira, prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, acompanhou, no início da manhã, a senadora Mailza Gomes (PP) em uma visita à usina de beneficiamento de asfalto da Empresa Municipal de Urbanização (Emurb), localizada no Distrito Industrial da capital.

Na ocasião o prefeito apresentou à parlamentar a estrutura de que a prefeitura dispõe para a produção do asfalto utilizado na pavimentação de ruas e avenidas da cidade.

*

A linda Ianna Biancard ganhou uma linda festa surpresa de seus amigos de trabalho no Ministério Público por ocasião de seu aniversário. Meiga e carinhosa, também foi festejada e paparicada por seus familiares. Parabéns!

*

Um clic especial da advogada Socorro Souto com a filha a médica Cínara Lisboa por ocasião de seu aniversário. Vivas para a Cínara!

Continue lendo

EVANDRO CORDEIRO

COLUNA DO EVANDRO | DEM e PSL viram um partido só e a nova sigla poderá ser controlada no Acre pelo senador Márcio Bittar

Publicado

em

O DEM e o PSL agora são um só partido. A fusão se dará após votação unânime ocorrida na noite desta terça-feira, 21, em Brasília entre as executivas nacionais. Foram 41 votos favoráveis e nenhum contra a junção dos dois partidos gigantes. Vale um registro bem curioso: no Acre um partido (DEM) era controlado pelo deputado federal Alan Rick e o outro (PSL) pelo senador Márcio Bittar. Mas tem uma notícia mais atualizada: Bittar poderá se filiar e ser o presidente do novo partido.

Conversa com Flaviano

A coluna o senador Márcio Bittar, que está ainda no MDB, confirmou as informações, mas sugeriu cautela. Disse que desembarca no Acre nesta quinta-feira, 23, onde se encontrará com o presidente de seu partido, o deputado federal Flaviano Melo. Os dois terão uma conversa longa e fundamental em relação ao futuro, segundo Bittar. “Estou decidindo ainda”, declarou, pedindo essas 24h para poder anunciar oficialmente.

Alan fica ou sai

O deputado federal Alan Rick, que controlava o DEM no Acre, disse a coluna que a parte que toca a seu partido na nova sigla é significativa por razões óbvias: o número de parlamentares no Brasil e no Acre. E adiantou: vai conversar muito ainda com o senador Márcio Bittar.

Só assistiu

Estrela do PL no Acre, a ex-deputada Antônia Lúcia assistiu de longe a festança feira ontem pela deputada federal Mara Rocha, que chegou de mala e cuia no partido. Perguntei a “bispa” se ela fica com a chegada da concorrente ou se procura abrigo noutra sigla. Calada ela estava, calada ficou. Visualizou, mas não respondeu.

Calado

De bem com a popularidade, o governador Gladson Cameli, do Progressistas, assiste a movimentação nos bastidores em silêncio. Na hora “h” entra em campo. Dias desses me disse que tem a receita de como juntar as pessoas fundamentais ao seu redor.

Na dele

Escolhido para gerenciar as grandes obras da gestão Gladson Cameli que começam a sair do papel, o arquiteto Cirleudo Alencar foge dos holofotes. Se coloca na condição de tarefeiro do governador, ao ponto de nem discutir política.

Pedro feliz

Pedro Valério, presidente do PSL no Acre, diz estar contente com a fusão de seu partido com o DEM, sobretudo se o senador Márcio Bittar se filiar e decidir presidir a nova sigla.

Chapa pronta

Na cabeça de Pedro Valério a chapa de 2022 tá pronta: Bolsonaro presidente, Gladson governador e Márcia Bittar senadora.

Unidos

Sábado, 25, é aniversário de Sena Madureira. Desde hoje cedo a equipe do governo do Estado trabalha junto com a equipe do prefeito Mazinho Serafim (MDB) para organizar a festa. Ou seja: as disputas políticas foram deixadas para depois entre o prefeito e o governador.

Segue o líder

“Meus candidatos em 2022 serão os mesmos do governador Gladson Cameli, com ele na cabeça para governador”. Do prefeito de Bujari, João Padeiro (PDT).

Muito apoio

Os Milani garantem: a pré-candidatura da deputada federal Vanda Milani (PROS) ao Senado já tem apoio de nove prefeitos, com chance de subir para 12.

Peitado

Jenilson Leite (PSB), que anda fazendo campanha para governador, teria sido peitado para compor a chapa na cabeça da qual está o senador Sérgio Petecão (PSD), com ele de vice. Peitado apenas.

Queda

Caíram as curtidas e comentários sobre as postagens do ex-senador Jorge Viana, do PT, no Facebook.

Bom conselho

Com um ano e pouco para a eleição, na verdade ainda falta muita coisa a ser definida. Não é saudável subestimar nenhuma pré-candidatura. Conselho do professor Coelho, o 01 do senador Sérgio Petecão.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia