Connect with us

ACRE

Com quase três meses inaugurada, Ponte do Madeira no Abunã não tem nome e nem iluminação

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Pedro Devani

Próximo de completar três meses da sua inauguração, a ponte sobre o Rio Madeira no Distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho (RO), ainda não avançou com o projeto de iluminação que deve ser firmado pela Prefeitura de Porto Velho com aval do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em parceria com a distribuidora de energia da região.

A ponte que fica localizada na BR-364, no território rondoniense, é um marco de integração do Estado do Acre e parte de Rondônia por via terrestre. No entanto, alguns motoristas e pessoas que precisam passar pelo local, principalmente, pelo período da noite cobram a devida iluminação devido ao risco de vida que sofrem.

Durante entrevista a um programa do Jornal Eletrônico News Rondônia realizada na noite de ontem (28), o Prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), comentou que reuniões foram marcadas para discutir o assunto. “Nós vamos nos reunir com a Energisa amanhã para poder discutir o tema. O problema que descobrimos é que a Energisa ainda não iniciou o projeto de iluminação na região, ou seja, nós dependemos disso também. Para iluminar a ponte, nós precisamos que a luz chegue lá”, respondeu Hildon a pedido de nossa reportagem, do AcreNews.

No dia 07 de maio, durante solenidade de inauguração da ponte, Chaves comentou que a versão original do projeto garantia iluminação, mais com as inúmeras alterações, inclusive nas cabeceiras, forçou a retirada do dispositivo “por isso a Prefeitura teria que implementar um segundo projeto para garantir que as luzes fiquem acesas no local”.

Hildon chegou a ressaltar também que a iluminação deveria ser de responsabilidade do Governo Federal, mas por conta de uma parceria entre a prefeitura, a implantação das luzes teria que ser de responsabilidade do executivo municipal como ocorreu com a outra ponte denominada Rondon-Roosevelt.

“Não é uma obra simples, é complexa principalmente pela falta de previsão da iluminação. É uma obra de engenharia que vai demandar bastante da nossa gestão e acredito que no máximo um ano a gente consegue colocar em prática tendo em vista que tem um prazo do DNIT, de 6 meses, para liberar o projeto, autorizar”, disse Chaves em maio que deu um prazo de um ano para deixar a ponte iluminada.

SEM NOME

Sem iluminação, sem nome. O AcreNews divulgou que a ponte segue sem denominação oficial. De certo, existem dois projetos que tramitam em Brasília, sendo um no Senado Federal que dar o nome do ex-governador do ex-território de Rondônia, Paulo Nunes Leal e outro projeto que tramita na Câmara que quer homenagear o líder religioso, Dom Moacyr Grechi, arcebispo emérito de Porto Velho que também fez história com trabalhos da igreja católica no Acre.

A ponte do Madeira custou aos cofres públicos mais de R$ 154 milhões de reais, possui 1,5 quilômetro de extensão e 14,4 metros de largura. As obras tiveram início no Governo Dilma Rousseff (PT), passou pela gestão tampão de Michel Temer (MDB) e foi concluída pelo governo Bolsonaro.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Avião da Gol retorna para Cruzeiro do Sul após não conseguir pousar em Rio Branco

Publicado

em

Por

Um voo da Gol, que deixou Cruzeiro do Sul por volta das 13h15 deste sábado, 16, não conseguiu pousar em Rio Branco por conta do mau tempo. A aeronave ainda sobrevoou o céu próximo da capital por alguns minutos, mas em decorrência da falta de condições para o procedimento de pouso, já que chovia com intensidade, o piloto decidiu retornar para Cruzeiro do Sul.

No Juruá, a aeronave aterrissou tranquilamente. Segundo informações, no momento em que o piloto informou que não tinha como pousar em Rio Branco alguns passageiros entraram em pânico.

No final da tarde deste sábado, após melhora nas condições climáticas, a aeronave decolou novamente de Cruzeiro do Sul e pousou em Rio Branco, aproximadamente, às 17h15.

Continue lendo

ACRE

‘O povo tem pressa’, diz Gladson Cameli neste sábado em Xapuri, que parou para ver anúncio de obras, inclusive a sonhada ponte da Sibéria

Publicado

em

Por

O governador Gladson Cameli estava todo prosa na manhã deste sábado, 16, em Xapuri, para onde foi anunciar obras, uma delas, inclusive, com ordem de serviço entregue as empresas vencedoras da licitação, o asfaltamento da Variante, a estrada velha de Xapuri que dá acesso a BR-317.

“Vamos unidos, minha gente, porque o povo tem pressa”, disse em uma de suas falas. Cameli estava em uma caravana e na cidade foi recebido pelo prefeito Bira Vasconcelos, que é do PT, mas trata o governador como se fosse correligionário, como retribuição, segundo ele, a forma respeitosa com que Cameli trata todos os prefeitos. Vereadores e ex-vereadores também fizeram questão de abraçar Cameli. Assim como os deputados Manoel Moraes (PSB) e Antônio Pedro (DEM), que são de lá.

Gladson Cameli foi a Xapuri neste sábado levar boas notícias, junto com secretários, entre eles Neném Junqueira, da Agricultura, Petronio Antunes, do Deracre. Além da ordem de serviço para a obra da Variante, entregue ao empresário Jarbas Soster, presidente do consórcio que venceu a licitação, Cameli anunciou um tapa buraco na pista do aeroporto, além de informar a publicação, na próxima segunda-feira, do edital de licitação da ponte sobre o rio Acre que ligara, finalmente, a velha cidade ao bairro Sibéria, um sonho de décadas.

Quem também estava com o governador era o senador Márcio Bittar (sem partido), aliado de primeira hora. Bittar é o autor da emenda de R$ 25 milhões para a reconstrução da estrada velha, a Variante, além de ser um entusiasta da obra da ponte, que vai tirar do isolamento, além do bairro Sibéria, as principais comunidades rurais de Xapuri, de onde sai maior parte da produção.

Continue lendo

ACRE

Governo do Estado entrega 226 títulos definitivos a moradores da Baixada da Sobral

Publicado

em

Por

Agência AC

O Governo do Estado do Acre segue levando dignidade e cidadania à população por meio da entrega de títulos definitivos de propriedade. Desta vez, 226 moradores dos bairros Sobral, Pista, Boa União, Bahia Nova, Bahia Velha, Plácido de Castro, Ayrton Senna e Aeroporto Velho, em Rio Branco, foram contemplados com o documento. A cerimônia de entrega ocorreu nesta sexta-feira, 15, e contou com a participação do governador Gladson Cameli.

O governo do Acre entregou 226 títulos definitivos de propriedade para moradores da Baixada da Sobral, região mais populosa da capital do estado. Foto: Diego Gurgel/Secom

Somente nesta ação promovida pelo Instituto de Terras do Acre (Iteracre), o investimento é de R$ 429,4 mil. Com o título em mão, o beneficiado tem acesso facilitado a linhas de crédito para realizar melhorias em sua residência. Além disso, a identificação legal dos proprietários de imóveis contribui com a gestão ambiental urbana e possibilita a Prefeitura da capital regularizar a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Gladson Cameli aproveitou a oportunidade para reafirmar o seu compromisso com os acreanos. O governador citou a emissão gratuita dos documentos como uma conquista, sobretudo para a população de baixa de renda, e enalteceu o trabalho desenvolvido pelo Iteracre.

Com entrega de títulos definitivos a custo zero para a população, gestão de Gladson Cameli tem proporcionado mais cidadania e dignidade Foto: Diego Gurgel/Secom

“A entrega desses títulos, além de promover cidadania, reforça a presença do Estado aqui na Baixada da Sobral. Este era o sonho dos moradores de uma vida toda e que, agora, tornou-se realidade de fato e de direito. Gostaria de parabenizar a equipe do Iteracre, que não vem medindo esforços para alcançar o máximo possível de moradores em todo o estado”, declarou o gestor.

De acordo com Alírio Wanderley Neto, presidente do Iteracre, somente neste ano, houve a concessão de cerca de três mil títulos definitivos. “Apenas aqui na região da Baixada da Sobral, já entregamos mais de 500 títulos. Até o fim de 2021, nosso planejamento é entregar mais de mil títulos para moradores de Rio Branco, Xapuri, Epitaciolândia e Brasileia”, completou.

De acordo com o presidente do Iteracre, Alírio Wanderley, mais de mil títulos serão concedidos até o fim do ano em quatro cidades do estado. Foto: Diego Gurgel/Secom

O evento realizado na Escola Estadual João Paulo II também contou com a presença do secretário de Assuntos Governamentais, Alysson Bestene; deputado estadual José Bestene;  da vereadora de Rio Branco, Michelle Melo; dos moradores contemplados com títulos definitivos; entre outras autoridades.

Moradores aguardavam títulos há décadas

Diretamente do governador Gladson Cameli, a cadeirante Nilda Pereira recebeu o seu tão aguardado título definitivo. Moradora do bairro Ayrton Senna há mais de 40 anos, ela não mantinha mais expectativa de receber o documento. Porém, quando soube que seria beneficiada, a aposentada comemorou.

O documento de Nilda Ferreira foi entregue pelo governador Gladson Cameli durante a solenidade. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Já tinha se passado tanto tempo e a gente não acreditava mais que isso pudesse acontecer. Graças a Deus, estou recebendo o meu título dado pelo governo. Posso dizer agora que a minha casa é realmente minha, sem contar na valorização, caso queira vender”, afirmou.

Outro morador antigo é José Marim da Silva. Quando chegou à Sobral, as características da região mais populosa da capital ainda eram bastante rural e de difícil acesso. Quase quatro décadas depois e com a realidade bem diferente do passado, o aposentado, enfim, teve o reconhecimento público do seu imóvel erguido com muito trabalho e dedicação.

José Marim da Silva também foi contemplado com o recebimento do título definitivo. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Hoje está sendo um dia muito especial para mim. Conheço muitas pessoas que já tinham recebido o título e eu falava que, um dia, chegaria a minha vez. Estou muito feliz por estar recebendo o meu título e isso representa uma segurança a mais na propriedade da minha casa”, comentou.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Engenharia e Tecnologia