Connect with us

ELEIÇÕES

Gladson Cameli não pronunciou uma sílaba sobre decisão de partidos ligados a Márcio Bittar de indicar Márcia sua vice

Publicado

em

Evandro Cordeiro

O governador Gladson Cameli foi bem claro quando perguntei neste domingo, 26, se tinha interesse em se pronunciar em relação à decisão dos partidos ligados ao senador Márcio Bittar, tomada na sexta-feira, de indicar Márcia como vice na sua chapa. Para não dizer que ele ficou apenas no não, Cameli disse que vai chegar a hora certa de falar.

O assunto viralizou nas redes sociais. A oposição esqueceu suas campanhas para focar na indicação. Ninguém sabe preocupada com o que, uma vez que Márcia não somaria em nada na chapa, segundo as principais manifestações.

A vida do governador Gladson Cameli tem sido dura nesse período que antecede a campanha, mas aos poucos ele vai vencendo as etapas. Na semana, vale lembrar, conseguiu diminuir a pressão sobre os ombros ao equacionar a questão interna de seu partido, onde, após acordo com a nacional, ele volta a comandar a sigla no Acre. Além do mais, outra questão que tem causado vertigem nessa pré-campanha, o número de candidatos a senador, foi praticamente resolvida, quando a Justiça Eleitoral entendeu que em um mesmo palanque podem estar vários candidatos. Ou seja: se todos quiserem disputar a eleição no palanque dele, ele pedirá votos para todos.

Falta uma ainda, e essa é uma outra questão forte, a situação da escolha do vice. Cameli vem anunciando desde sempre que seu vice será uma escolha pessoal e explica que isso se deve em razão dos perrengues que vem passando com o atual. Na sexta-feira, partidos controlados pelo senador Márcio Bittar resolveram que a ex-mulher do senador, Márcia Bittar, será o nome indicado pelo grupo para vice, fechando o apoio incondicional à reeleição dele. O governador ficou calado. Pelo telefone disse apenas um não, ao ser perguntado se não queria falar.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ELEIÇÕES

Campanha de Gladson informa que todas as medidas estão sendo tomadas em relação a situação da vice, Senadora Mailza

Publicado

em

Por

Nota a Imprensa

A Coligação Avançar Para Fazer Mais, diante das informações veiculadas recentemente pela imprensa, vem a público esclarecer que:

a. Todas as ações legais que comprovem a situação de plena elegibilidade da senadora e candidata a vice-governadora Mailza, estão sendo executados de forma firme e célere;

b. Pela merecedora confiança na Justiça Eleitoral, todos os candidatos, membros e militantes da Coligação estão convictos que todas as questões serão sanadas com a maior agilidade possível;

c. Diante da esperança e do apelo popular a campanha segue na sua normalidade tendo a candidata a vice-governadora Mailza como fundamental força da necessária representatividade feminina na política para a construção de um Acre e de um Brasil melhor.

Coligação Avançar Para Fazer Mais

Continue lendo

ELEIÇÕES

Bocalom pede afastamento do Progressistas por 120 dias para apoiar candidato a governador de outro partido

Publicado

em

Por

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP), protocolou nesta segunda-feira, 15, um pedido de afastamento do PP, seu partido, por 120 dias. Ele alega que vai apoiar um candidato a governador de outra sigla.

Continue lendo

ELEIÇÕES

Os milionários que querem governar os Estados do Norte: Acre tem quatro

Publicado

em

Por

Foto: O Acre tem quatro candidatos milionários. Gladson Cameli (PP) é o primeiro da lista que é composta ainda por Sérgio Petecão (PSD), Jorge Viana (PT) e Márcio Bittar (MDB)

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Os milionários querem governar os estados da região norte do Brasil. Levantamento feito pelo AcreNews com base no Sistema de Informação de Candidatura e Contas Eleitorais do Supremo Tribunal Eleitoral (TSE), o DivulgaCand, consultado hoje (16), revela que 25 candidatos aos governos dos Acre (AC), Amapá (AP), Amazonas (AM), Rondônia (RO), Roraima (RR), Pará (PA) e Tocantins (TO) possuem patrimônio bastante consideráveis entre os pares.

Rondônia aparece com o maior número de candidatos milionários, seis no total. Ivo Cassol (PP) é o que mais declarou posses entre os rondonienses: R$ 134.363.530,78. É ele também que aparece com maior quantitativo entre todo os candidatos da região norte. Cassol foi senador e governador, além empresário de profissão.

O Acre tem quatro candidatos milionários. Gladson Cameli (PP) é o primeiro da lista que é composta ainda por Sérgio Petecão (PSD), Jorge Viana (PT) e Márcio Bittar (MDB). O mesmo número é visto em Tocantins e Pará.

Já o Amapá tem apenas um, Jaime Nunes (PSD) com um patrimônio declarado em R$ 35.774.294,92. Assumindo ainda a terceira posição entre o número geral.

A lista dos milionários por quantitativo de patrimônio

1° Ivo Cassol (PP-RO) R$ 134.363.530,78.

2° Eduardo Braga (MDB-AM) R$ 35.789.885,79.

3° Jaime Nunes (PSD-AP) R$ 35.774.294,92.

4° Antonio Denarium (PP-RR) R$ 21.552.758,13.

5° Helder Barbalho (MDB-PA)  R$ 18.751.269,33.

A lista dos milionários por Estado:

ACRE

1° Gladson Cameli (PP) R$ 5.161.383,44.

2° Sérgio Petecão (PSD) R$ 3.744.024,59.

3° Jorge Viana (PT) R$ 3.663.896,66.

4° Márcio Bittar (União Brasil) R$ 3.323.739,26.

AMAPÁ

1° Jaime Nunes (PSD) R$ 35.774.294,92.

 AMAZONAS

1° Eduardo Braga (MDB) R$ 35.789.885,79.

2° Nair Blair (AGIR) R$ 5.330.000,00.

3° Amazonino Mendes (Cidadania) R$ 3.908.118,95.

PARÁ

1° Helder Barbalho (MDB) R$ 18.751.269,33.

2° Major Marconi (Solidariedade) R$ 2.771.291,72.

3° Zequinha Marinho (PL) R$ 2.261.665,20.

4° Dr. Filipe (PRTB) R$ 1.720.422,89.

RORAIMA

1° Antonio Denarium (PP) R$ 21.552.758,13.

2° Juraci Escurinho (PDT) R$ 2.250.000,00.

3° Rudison Leite (PV) R$ 1.200.000,00.

RONDÔNIA

1° Ivo Cassol (PP) R$ 134.363.530,78.

2° Daniel Pereira (Solidariedade) R$ 6.600.000,00.

3° Comendador Queiroz (AGIR) R$ 3.160.000,00.

4° Marcos Rogério (PL) R$ 2.327.000,00

5° Léo Morais (PODE) R$ 1.983.172,03.

6° Coronel Marcos Rocha (União Brasil) R$ 1.010.000,00.

TOCANTINS

1° Paulão Mourão (PT) R$ 6.686.462,39

2° Dr. Luciano do Oswaldo Cruz (DC) R$ 3.856.900,00.

3° Wanderlei Barbosa (Republicanos) R$ 2.200.646,94

4° Irajá (PSD) R$ 2.051.587,15.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas