Connect with us

ELEIÇÕES

Zen abre o muro das lamentações após anúncio de Jenilson para o Senado Federal

Publicado

em

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

A temporada do “muro das lamentações” foi oficialmente aberta nas redes sociais após o anúncio de que o deputado Jenilson Leite (PSB) abandonou a pré-candidatura ao Palácio Rio Branco e confirmou candidatura ao Senado Federal. O anúncio foi feito hoje (26), via nota, pelo presidente do PSB no Acre, César Messias. Daniel Zen (PT) foi o primeiro petista a reclamar e dizer que a “nota causa estranheza”.

“Eu e muitos outros temos nos esforçado para chegarmos a um entendimento entre nossos partidos, em torno daquele que era, até ontem, o grande sonho dele e em virtude do qual ele trabalhou tanto nos últimos meses: ser candidato a Governador do Acre. Devo registrar que, até domingo, estava tudo certo em torno da unidade da Federação Brasil da Esperança no Acre (PT-PCdoB-PV) com o PSB. Enfim, o time estava escalado, com Jorge e Jenilson. Só faltava definir em que posição cada um iria sair jogando”, escreveu Zen.

Em determinado trecho da ‘lamentação’ petista, Zen disse que “o plano A até então era Jenilson Governador e Jorge Senador. A demora para definir e sacramentar isso vinha se dando por conta da necessidade de dialogar com o sentimento das pessoas, com a voz das ruas, mas também com uma coisa chamada viabilidade eleitoral. Afinal, é da vida e do destino de milhares de acreanos que estamos falando e não apenas dos interesses pessoais ou partidários que, naturalmente, estão em jogo nesse processo”.

Por fim, o petista classificou como “lamentável que, mesmo ciente da posição oficial do Partido dos Trabalhadores, deliberada em seu Encontro Estadual, de que o companheiro Jorge Viana estava sendo apresentado ao debate como pré-candidatura ao Senado, o PSB mude a sua posição, defendida até aqui, de ter o deputado Jenilson disputando o governo, de forma repentina e unilateral”.

“Contudo, sigo acreditando no diálogo como melhor solução para tentarmos fazer prevalecer a posição conjunta da Federação Brasil da Esperança no Acre e do PSB, publicada em nota após a reunião do último domingo”, concluiu

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ELEIÇÕES

Coligação do governador Gladson Cameli ‘invade” avenida Sobral, na Baixada, e abre campanha à reeleição

Publicado

em

Por

Evandro Cordeiro

A coligação “Avançar para fazer mais”, liderada pelo governador Gladson Cameli (PP), tomou a avenida Sobral na primeira caminhada da campanha agora há pouco. O governador está acompanhado da sua vice, senadora Mailza Gomes (PP), do candidato ao senador Ney Amorim e de candidatos a deputado federal e estadual. A coordenação da campanha não informou a segunda agenda, nesta sexta-feira, 19.

Continue lendo

ELEIÇÕES

Márcia Bittar participa da Caminhada da Esperança no bairro Calafate

Publicado

em

Por

Na manhã desta quinta-feira, 18, Márcia Bittar (PL), pré-candidata ao Senado Federal, acompanhada da militância dos partidos que formam a coligação “A Esperança de um Acre Melhor Começa Agora”, participou da Caminhada da Esperança que ocorreu desta vez no bairro Calafate.

“Me sinto muito feliz em andar pelas ruas da nossa capital, estou sendo muito bem recebida onde vou, aqui no Calafate não foi diferente, eu vejo no olhar de cada pessoa que converso a necessidade de uma verdadeira mudança na nossa política”, disse Márcia.

A candidata fez questão de visitar todos os comércios e conversou com os comerciantes sobre as suas principais queixas e problemas enfrentados.

“Criminalidade, roubos e furtos nos comércios são as maiores queixas não só dos empresários do Calafate mas de toda a nossa cidade, todos querem uma maior segurança para poder trabalhar em paz, gerando emprego e renda. Me coloquei à disposição para lá em Brasília, ao lado do nosso presidente Jair Bolsonaro, investir na segurança pública acreana”, argumentou Márcia Bittar.

[Assessoria de Imprensa]

Continue lendo

ELEIÇÕES

No Acre, nenhum candidato solicitou nome social para aparecer na urna eletrônica

Publicado

em

Por

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

Dados do Sistema de Candidatura do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), consultado pelo AcreNews, revelam que nenhum dos 529 candidatos ou candidatas do Acre solicitou o pedido de inclusão do nome social.

Em todo o país, 34 concorrentes (sete homens e 27 mulheres) ao pleito de outubro solicitaram a inclusão do nome social nas urnas. Em porcentagem, representa 0,12% do número total de candidaturas homologadas junto ao TSE.

Nome social é aquele pelo qual as pessoas transgênero, travestis e transexuais preferem ser identificadas na sociedade. O uso do nome social em candidaturas bem como no título de eleitor foi possível a partir de 2018.

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas