Connect with us

POLÍCIA

Epitaciolândia: quarteto que orquestrou execução frustrada é condenado

Publicado

em

O Juízo da Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Epitaciolândia condenou quatro pessoas pela prática de homicídio qualificado, na forma tentada, por motivo torpe e utilização de recurso que dificultou/impossibilitou a defesa da vítima, bem como por integrarem organização criminosa.

A sentença, da juíza de Direito Joelma Nogueira, ainda aguardando publicação no Diário da Justiça eletrônico (DJe), considerou que as práticas criminosas e suas autorias restaram devidamente comprovadas durante o decorrer do processo, sendo a responsabilização penal dos denunciados medida que se impõe.

Entenda o caso

Conforme os autos, os representados, agindo de forma conjunta, teriam tentado matar a vítima, um homem que caminhava em via pública e que foi abordado de surpresa por dois dos acusados em uma motocicleta, ocasião em que atiraram várias vezes contra o ofendido. O crime somente não foi consumado por motivos alheios à vontade dos réus, uma vez que a vítima mesmo ferida, conseguiu fugir dos seus algozes e receber atendimento de urgência do SAMU, sobrevivendo à tentativa de execução.

Segundo o Ministério Público do Acre (MPAC), os acusados seriam todos integrantes de organização criminosa com atuação no Acre, conhecida por práticas violentas e crimes contra a vida e o patrimônio da população, motivo pelo qual foram requeridas suas condenações por homicídio duplamente qualificado, na forma tentada, bem como por participação em ORCRIM.

Sentença

O Conselho de Sentença da unidade judiciária considerou, por maioria, os réus culpados, cabendo, em seguida, à juíza Joelma Nogueira, tão somente, a fixação da pena, seguindo os termos da legislação penal, em respeito ao veredito popular.

Na fixação das sanções privativas de liberdade, a magistrada considerou o elevado grau de reprovação social das ações dos representados e sua “grave culpabilidade (…), dada a natureza da organização e sua finalidade, notadamente o planejamento de crimes de roubo e homicídio em desfavor da sociedade local”.

As penas foram estabelecidas em: 15 anos e 3 meses, 12 anos e 4 meses, 12 anos e 2 meses e 10 anos e 11 meses de prisão, todas a serem cumpridas em regime inicial fechado. Os acusados também deverão pagar indenizações individuais, no valor de R$ 3 mil, à família da vítima, totalizando a quantia de R$ 12 mil.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POLÍCIA

Plácido de Castro: homem é preso após assaltar distribuidora

Publicado

em

Por

Uma ação integrada das Polícias Civil e Militar no município de Plácido de Castro prendeu homem investigado pelo cometimento roubou a um estabelecimento comercial no município.

No dia 20 de junho de 2022, W.G.S, com o emprego de uma arma de fogo, roubou uma distribuidora de bebidas. Imediatamente após o crime, foi instaurado inquérito para a coleta de elementos probatórios.

Uma vez identificado o autor, a Polícia Judiciária representou pela prisão temporária do imputado, que foi acolhida pela Vara Criminal de Plácido de Castro. W.G.S., de 21 anos, foi preso pelas Forças de Segurança e se encontra à Disposição da Justiça.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

POLÍCIA

Rodrigues Alves: homem é preso por tentativa de homicídio ocorrida em 2015

Publicado

em

Por

Ao final da manhã desta terça-feira, a Polícia Civil em Rodrigues Alves, prendeu, C. L. M., de 35 anos de idade, investigado pelo crime de tentativa de homicídio, no bairro Pucalpa ll, região periférica do município.

O trabalho investigativo da equipe de investigadores ada Delegacia Geral em Rodrigues Alves possibilitou identificar o autor do delito e representar por sua prisão preventiva concedida pela Justiça por meio da Vara Única de Rodrigues Alves. 

O crime ocorreu em 24 de agosto de 2015 quando o autor desferiu golpes de faca contra Francisco Cordeiro Silva Moreira, primo do autor. O processo, transitado e julgado, foi concluso e a justiça condenou o autor a pena de reclusão 8 anos e seis meses, em regime fechado.

O mandado foi cumprido e o preso foi recolhido a unidade prisional para que cumpra a pena imputada pela justiça.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

POLÍCIA

Após romper tornozeleira, foragido é preso com drogas e arma de fogo em Rio Branco

Publicado

em

Por

Nas primeiras horas desta terça-feira, 28, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) com apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) prendeu, em flagrante, em uma residência localizada no bairro Taquari, J. S. A., de 39 anos, pelo crime de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo.

A prisão ocorreu em cumprimento a 03 (três) mandados de busca e apreensão, e um mandado de prisão em desfavor de J. S. A. que é considerado foragido da justiça do Acre e foi preso pelo cometimento dos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de arma de fogo, e contra ele constava um mandado de prisão da Vara de Execução Penal, pois o flagranteado havia rompido o equipamento de monitoramento eletrônico em março de 2021.

Na residência foi encontrada em um dos cômodos, uma arma de fogo (revolver .38) municiado, 191 trouxinhas de cocaína, R$ 400,00 (quatrocentos reais) em espécie, além de petrechos para embalo de entorpecente como: balança de precisão, linhas, plásticos e vestígio de entorpecentes.

A Polícia Civil agradece ao Poder Judiciário e ao Ministério Público pela celeridade no procedimento, o que possibilitou o sucesso da investigação. A operação Policial aplicou prejuízo ao crime de aproximadamente de R$ 7.960,00 (Sete mil novecentos e sessenta reais) e teve por objetivo a retirada de entorpecentes das ruas e o asfixiamento do crime.

[Ascom/PCAC]

Continue lendo

Trending

O Portal AcreNews é uma publicação de AcreNews Comunicação e Publicidade

Editor-chefe: Evandro Cordeiro

Contato: siteacrenews@gmail.com

Área rural 204, Barro Vermelho - Rio Branco

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Os artigos assinados não traduzem, necessariamente, a opinião deste jornal



Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas