Connect with us

ACRE

O FORREST GUMP DO ACRE Vítima de depressão profunda após a morte da mãe, árbitro de futebol se reencontra com a vida correndo

Avatar

Publicado

em

Por Evandro Cordeiro

Às 5 da manhã do dia 11 de outubro de 2017, véspera do Dia de Nossa Senhora, o árbitro de futebol e sonoplasta Demosthynes de Souza Miranda, então com 35 anos, sofreu aquele que terá sido o golpe mais duro de sua vida, ao ser acordado pelo telefone com a fatídica notícia segundo a qual sua mãe, dona Ruth de Souza, acabara de falecer, aos 64 anos, na casa de uma amiga, de infarto fulminante. Espírita, assim como o filho, ela “desencarnou sem avisar”, conforme ele relata hoje, três anos e pouco depois, bem mais aliviado e conformado que naquela sinistra madrugada. Atualmente, inclusive, Demosthynes está em outro patamar. Emagreceu dezenas de quilos e se transformou em um corredor de maratonas cujas passadas e resistência começam a chamar a atenção, até, da imprensa nacional, decorrência dos recordes batidos pelo próprio dentro do território do Acre. Até alcançar esse novo momento, no entanto, a vida lhe aplicou lições marcantes. “Vivi um inferno”, resume o período. Os detalhes desses infortúnios o corredor contou ao Acrenews em entrevista pelo telefone, para seguir protocolo sanitário imposto pela pandemia do coronavírus.

Demosthynes Miranda nasceu em Rio Branco em 1982, na maternidade Bárbara Heliodora. Na adolescência, muito apegado ao esporte, sonhou com a carreira de jogador de futebol, que realizou ao jogar no infanto-juvenil do Juventus e depois no Independência, entre outros clubes de menor expressão. Filho de um jogador de futebol, Waldir Miranda, que fez carreira em Manaus, atuando por clubes como Nacional e Fast, e no Acre em Independência e Juventus, Demosthynes conviveu com a bola por toda a adolescência, até ter que parar aos 16, 17 anos, para trabalhar. Virou sonoplasta, profissão que cultiva até hoje, dividindo entre arbitragens e as duas faculdades que tenta concluir há algum tempo: educação física e serviço social.

A vida pacata e a leveza da rotina sofreram um forte impacto em 2017, com a morte da mãe. “Naquele dia saquei que minha vida mudou. A partir dali notei que iniciava uma nova história. Foi tudo muito estranho”, lembra. Demosthynes passou a sofrer de depressão, sem ele mesmo saber. Seu comportamento estranho chamou a atenção de amigos e conhecido. Muita gente fugia dele, à época, alguns desconfiando que ele poderia estar na “vida errada”, transliterado para a realidade como uso de entorpecentes. Quando abriu os olhos, estava em depressão profunda, pesando o dobro do peso e se afundando diante daquilo tudo.

Menos de um ano depois da morte da mãe, ele caiu em si. “Após ser muito criticado, devido minhas condições físicas na arbitragem local não ser favorável, aceitei em mim que o momento era preciso mudar a página da minha vida”, conta. Além da ressaca moral pelo “desaparecimento” da genitora, ele tinha outro inimigo a combater, a doença do pai. Seu Waldir sofreu dois infartos, sobreviveu por algum tempo, mas não escapou. “Após sofrer os infartos, se agravou nele o Alzheimer, que seria irreversível”, conta sobre o novo drama. Foi outro recomeço. Aí foi que veio a brilhante ideia de correr para espantar tanta fase ruim. Vieram os convites de grupos e o nosso Forrest Gump, personagem de um filme da década de 1990 que supera a doença da infância e os dramas que a vida lhe impôs, começa a correr pelo Acre. Em 2020 ele conseguiu superar os mil quilômetros.

A superação, segundo Demosthynes, transformou sua vida por completo. Ele, inclusive, já se coloca como referência para outras pessoas submetidas a dramas equivalentes. “Estou dando um exemplo de força e fé. Sempre digo: nunca desista. O segredo do sucesso está no seu próprio caminho, aquele que você percorre diariamente”, aconselha.

CONVITES PARA MARATONAS E PROJETO OUSADO

O Demosthynes é casado e pai de três filhos. Precisava levantar a cabeça depois de perder a mãe e assistir o drama do pai, que, COM Alzheimer, não reconhece mais ninguém. Juntou a força de vontade de mudar com os convites e, tchan! Foi fatal. Mudou sua história. O grupo Anjos do Asfalto, além de outros amigos incentivaram ele a fazer maratonas. Mas precisava para isso perder grande quantidade de peso. Os 110 quilos adquiridos no período da depressão impediam a prática de esportes. “Tomei a decisão e parti”, conta.

Na atualidade, Demosthynes figura entre os poucos que correm maratona no Acre. “Os irmãos Ney e Ediney, responsáveis pelos Anjos do Asfalto, são idealizadores de um movimento de atletas de rua que existe no Acre e que pouca gente conhece. Eles já são ultramaratonistas. Tem umas meninas também do grupo que se destacam nas corridas”, conta o corredor. E comemora: “O que me deixa mais feliz é que outras pessoas aqui também estão conseguindo o objetivo de correr uma maratona ou uma ultra, em distâncias que variam entre 42.195 km a 50 km. Isso me deixa muito feliz”.

Demosthynes já corre uma média de 20 km por dia e 60 km de bicicleta por semana. Isso, somado às corridas que participou em 2020 deram a ele um acúmulo de mil quilômetros durante o ano.

PROJETO É CORRER ENTRE MÂNCIO LIMA E ASSIS BRASIL

A pandemia tem segurado muito a prática do esporte. Com os maratonistas não foi diferente, mas o sonoplasta e árbitro de futebol Demosthynes Miranda está planejando um futuro grande. Pelo menos para ser colocado em prática em 2022. A ideia, que ainda envolverá patrocínio, parceria com imprensa, inclusive a nacional, é correr entre os municípios de Mâncio Lima, no Oeste do Acre, região do Juruá, até Assis Brasil, ao Sul, na dívida do Brasil com o Peru.

O percurso entre os dois municípios, localizados nos estreamos do Acre, é de 960 km, aproximadamente. É esse trecho que o ex-depressivo Demosthynes, hoje com a autoestima nas nuvens, quer fazer na companhia de outros maratonistas. Ele está estudando todas as possibilidades para poder fazer o trecho. “É preciso estudar bem estudado para encarar um desafio desse”, diz.

DESAFIOS SUPERADOS EM 2020 E PARA SUPERAR EM 2021

Realizado

O primeiro desafio ultra foi realizado em uma corrida saindo da cidade de Bujari, com largada as 4 da manhã, passando por Rio Branco e chegando em Senador Guiomard às 11:40 mim, no aniversário do Estado do Acre em 2020.

A realizar

Os próximos desafios, para 2021, são: correr 59 km no aniversário do Estado; dia 7 de agosto uma maratona de 100 km e dia 28 de dezembro, 139 km no aniversário de Rio Branco.

Continuar lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ACRE

Polícia Civil retoma serviço de emissão de Carteira de Identidade na OCA

Avatar

Publicado

em

Por

Por Ascom/PCAC/ Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Acre por meio do Instituto de Identificação Raimundo Hermínio de Melo (IIRHM) retoma suas atividades de emissão de carteira de identidade na manhã desta quinta-feira,13, na Organização em Centros de Atendimento (OCA).

A retomada dos serviços só foi possível com a mudança da faixa vermelha para amarela em todo o Acre, definida pelo Comitê do Pacto Acre sem Covid na manhã da última terça-feira (11).

Apesar do trabalho de emissão de RGs voltar a funcionar, o atendimento presencial será retomado mediante agendamento, e com funcionamento de no máximo 30% de sua capacidade de atendimento presencial.

Agendamentos

Os agendamentos serão realizados por meio de telefone sem a necessidade do usuário se deslocar ao órgão para efetuar o pedido.

A Polícia Civil disponibiliza 3 (três) números de telefone para agendamento: 3215-2484, 3215-2449 e 3215-2451; e 1 (um) número para consultar se o documento está pronto: 3215-2417.

Todos os agendamentos já realizados antes do encerramento dos trabalhos da OCA serão reagendados pela equipe de atendimento da Policia Civil na Central de Atendimento onde serão feitos os contatos via telefone.

Os atendimentos presenciais retornam, porém, obedecendo todos os cuidados e práticas de higiene recomendados pelos órgãos de saúde.

Continuar lendo

ACRE

Plataforma passa a transmitir imagens de Rio Branco 24 horas e em alta definição

Avatar

Publicado

em

Por

Da Redação do Acre News/ Foto: Reprodução

Se você é daqueles que adora dar uma “espiadinha” no tempo, no clima, com certeza vai adorar essa novidade. Uma parceria entre o portal climático climaaovivo.com.br e o engenheiro e professor universitário, Roberto Feres, permite acompanhar a transmissão de imagens HD, ao vivo, 24 horas por dia, da cidade de Rio Branco. O serviço foi inaugurado nesta quarta-feira (12) e traz além de imagens em tempo real, previsões, notícias e vídeos baseados em conteúdos exclusivos sobre meteorologia.

Ao acessar o climaaovivo.com.br, pode-se conferir gratuitamente, além de Rio Branco, mais de 140 cidades distribuídas em 21 estados brasileiros. Sistema fornece informações relevantes e exclusivas sobre tempo e clima de cada cidade.

Foto: Reprodução

De acordo com o portal, em todo o país, são 140 cidades em 21 estado que transmitem em tempo real as imagens. A ideia nasceu em 2014, quando seu idealizador decidiu fazer uma viagem de última hora. No entanto, precisava saber, com exatidão, como estava o tempo em seu destino. A partir desta necessidade, decidiu desenvolver uma solução para quem deseja ver, ao vivo, as condições do tempo nesta ou naquela cidade.

Por isso, uma plataforma com informações sobre o tempo, ao vivo, é muito útil. Beneficia toda a população, desde pequenas cidades a grandes metrópoles. “Acreditamos que se somarmos às previsões de tempo imagens de vídeo ao vivo, e ainda tivermos a possibilidade de analisar como foi a evolução até o momento, nossas tomadas de decisão poderão ser muito mais precisas”, diz o CEO do Clima ao Vivo, Denilson Rocha.

Acesse a câmera ao vivo em Rio Branco: https://www.climaaovivo.com.br/cidades/ac

Continuar lendo

ACRE

Militares do CBMAC desenvolvem protótipo para salvamento e combate a princípio de incêndio

Avatar

Publicado

em

Por

Por Ascom/CBMAC

Na manhã desta quarta-feira, 12, ocorreu a apresentação oficial do Projeto de “COBERTURA MODULAR PARA CAÇAMBA DE VEÍCULO DE SALVAMENTO” ao Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Acre, Coronel Carlos Batista. O evento aconteceu no 2º Batalhão, em Rio Branco.

Comandante-Geral Coronel Batista juntamente com os idealizadores do projeto, Cabo Borges, Tenente Ruana e Tenente Josadac. Foto: Ascom/CBMAC

O projeto foi idealizado e patenteado por três  bombeiros militares, Tenente Josadac Cavalcante, Tenente Ruana Casas e Cabo Borges, e tem como objetivos:

– Possibilitar o acondicionamento ordenado e em módulos específicos para os equipamentos, permitir a organização dos mesmos segundo a funcionalidade e necessidade de uso e proteger das intempéries climáticas, portanto aumentando sua vida útil;

–  Facilitar a conferência dos materiais nas passagens de serviço – os equipamentos e dispositivos podem ser testados e manuseados sem precisar retirá-los da viatura, graças a grade deslizante e o teto intermediário corrediço;

– Reduzir o tempo de resposta, já que oferece a estrutura necessária, no tocante a distribuição dos equipamentos em módulos específicos, o que facilita o acesso e a retirada para utilização dos mesmos;

– Transportar prancha rígida, abafador, cambão e materiais maiores, uma vez que o teto intermediário corrediço aumenta o comprimento desta superfície, permitindo a acomodação desses dispositivos;

– A cobertura propõe o combate a incêndio ou princípio de incêndio graças ao tanque com agente extintor (água e LGE);

Apresentação da nova viatura ao Comandante-Geral, Coronel Batista. Foto: Ascom/CBMAC.

De acordo com o Tenente Josadac, “o projeto surgiu no início de 2019, com o objetivo principal proteger os nossos equipamentos, que ficavam expostos às intempéries do tempo, na carroceria  da caminhonete,  e aliado a isso, conseguir criar mais espaço na viatura. Parte do planejamento durou cerca de um ano e execução, um ano e dois meses. Hoje, estamos finalizando, e temos uma viatura que consegue acessar os locais em que o caminhão de incêndio não entra, transportando todos os nossos equipamentos, além de levar os equipamentos de proteção individual do combatente” – declarou o oficial.

Nova viatura de Salvamento e Combate a Princípio de incêndio. Foto: Ascom/CBMAC.

O Comandante-Geral do CBMAC, Coronel  Batista afirma que o “Governo do Estado sempre tem buscado atender da melhor forma nossa corporação e uma demonstração disso é o comprometimento e dedicação de nossa tropa. Esse é um momento ímpar na  nossa corporação, gostaria de agradecer imensamente aos idealizadores do projeto, Tenente Josadac, Tenente Ruana e Cabo Borges, pela comprometimento e dedicação de cada militar com a instituição. É algo que a corporação vai tentar fazer aquisições para as demais unidades operacionais” – pontuou.

O CBMAC pretende estender para todos os batalhões da capital e interior a aquisição da nova Viatura e assim igualar o nível de atendimento às nossas ocorrências com maior rapidez e eficácia.

Foto: Ascom/CBMAC.

Continuar lendo

Trending

www.acrenews.com.br é uma publicação da Acrenews Comunicação

CNPJ: 40.304.331/0001-30

Endereço: Área rural, 204, Setor Barro Vermelho - CEP 69.923-899

Os artigos assinados não expressam a opinião deste site.

contato@acrenews.com.br

Copyright © 2021 Acre News. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por STECON Soluções Tecnológicas